Close Menu

Busque por Palavra Chave

Editorial | O tamanho do Brasil é Brasília

Por: LÊ NOTÍCIAS
13/04/2018 13:57

A Capital Federal é um lugar muito excêntrico porque, longe de onde deveria estar, isto é, ao lado do povo, mostra que está cada vez mais longe, esfriando suas reais intenções com o país. É verdade que tem vários dos parlamentares que tem compromisso com o que é novo, real e verdadeiro, que está de fato preocupado com os sonhos da sociedade, mas são bem poucos.

Na última sessão da semana, isto é, na quarta-feira à noite, quando termina as votações, eles, os parlamentares, saem em massa em destino aos gabinetes como uma forte impressão de que são operários saindo de uma fábrica no final do turno, cansado e esgotado em tantas iniciativas do dia.

Eles trabalharam, mostraram porque estão lá, defenderam bandeiras, dignificaram atitudes. Uns bonachões, outros levianos, aqueles com seriedade e, os outros nem aí com qualquer leitura. Um deles, o deputado Titirica, sentou-se no fundo do Plenário cantando suas músicas ou fazendo paródias de outras, mas evitando que seja visto ao lado dos demais.

Não se sabe, mesmo perguntando a ele, porque manteve-se longe do centro da Casa, da Tribuna, ficara mudo porque, antecipadamente assumindo que está fora do páreo eleitoral deste ano, jogou de fato a toalha, dando o ar de que está cansado e não quer, nunca mais, pisar ali.

Brasília, da mesma maneira que dá luz, oferece também trevas. Esta última condição, pelas dificuldades que se tem de colocar as ideias em ação, isto é, concretizá-las, fazer com que elas sejam colocadas em prática, através de leis que possam beneficiar as pessoas.

Tudo isso é Brasília que, longe do pulsar das ruas, longe de dar solução às coisas do seu povo, de jorrar o mesmo sangue, as mesmas lágrimas, o mesmo sentimento, está longe de oferecer aos seus filhos pátrios, os sonhos de um país melhor.

Tem quem trabalhe muito, esta é uma boa parte da Casa, e tem quem atrapalhe demais para obstruir tudo e todos. Na verdade um lugar de dúvidas, mas de certezas grandiosas de que, se o eleitor escolher bem, com sabedoria, tem sim jeito de consertar o Brasil. O mundo político não é todo podre. Tem solução.


Escrito pelo Editor-Chefe do LÊ NOTÍCIAS Marcos Schettini.


Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro