Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Startup Weekend desperta lideranças e empreendedorismo em Chapecó

Por: LÊ NOTÍCIAS
17/04/2018 17:28
Evento de empreendedorismo proporciona experiência única aos participantes, ao instigar uma saudável competição de ideias de negócios (Crédito: Carol Bonamigo Assessoria e SW Agro Chapecó) Evento de empreendedorismo proporciona experiência única aos participantes, ao instigar uma saudável competição de ideias de negócios (Crédito: Carol Bonamigo Assessoria e SW Agro Chapecó)

Descontração e parceria aliadas a muito trabalho sério. Essa é a essência que é possível sentir durante as 54 horas de Startup Weekend. O programa, criado e mantido pela aceleradora americana TechStars, é o maior do mundo, somando cerca de 3 mil edições em mais de 150 países.

Na terceira edição em Chapecó, trouxe como temática o agronegócio. A capital do Oeste Catarinense tem forte ligação ao ramo e grande potencial empreendedor, fortalecendo o termo Desbravalley, apelido recentemente adotado ao ecossistema chapecoense. Durante os dias 13, 14 e 15 de abril, dezenas de pessoas se juntaram em times multidisciplinares, com o objetivo de trocar conhecimentos, contando com a mentoria de profissionais experientes.

“Fomentamos esse tipo de evento para que o pessoal entenda como funciona uma startup. Como é criar um produto e um negócio desde o início, de forma rápida e objetiva. A metodologia é ensinar a tirar a ideia do papel, buscando a formação de pessoas no ecossistema local”, explica um dos mentores do evento, Gilberto Rosa, diretor da aceleradora de startups 1Bi Capital.

A publicitária Naiara Atayde já é veterana do evento, com participação em todas as edições de Chapecó e também em Florianópolis. Para ela, este é um momento único em aprimorar seu network e conhecer novos talentos locais. “As pessoas que conhecemos e as experiências que vivenciamos são únicas. Nesta edição, por participar de uma vertical, aprendi muito sobre o agronegócio, uma área que não possuía familiaridade. Mesmo assim, a importância do evento é muito maior que a experiência individual. Percebemos que, após o início do SW em Chapecó, muitas novidades surgiram. O movimento transformou a região”, opina Naiara.

IMERSÃO COM TROCA DE EXPERIÊNCIAS

Há oito edições mentorando o evento em várias cidades, o empresário paulistano Allan Kajimoto levou aos participantes toda a sua expertise de mais de uma década de empreendedorismo. “Em toda a minha trajetória profissional, sempre tive ajuda de outras pessoas e no SW enxerguei a oportunidade de dar esse retorno, auxiliando outros jovens empreendedores. E Chapecó é surpreendente. A cidade evoluiu muito e já está na rota do empreendedorismo brasileiro”, comenta o co-fundador da Kekanto e Delivery Direto.

O gestor de projetos Eduardo Sganzerla, participou pela primeira vez do evento e ao apresentar seu pitch, teve sua proposta escolhida como uma das doze que foram desenvolvidas durante o SW Agro Chapecó. “Por ser produtor de erva mate, propus uma ferramenta para avaliar o solo. Ao sair para validar os problemas, percebemos que é preciso entender muito bem o mercado antes de buscar a solução. Conseguimos formar um bom time e penso que os talentos da equipe são o diferencial do negócio”, define.

O Sebrae/SC foi um dos apoiadores do evento, ressaltando que incentivarstartups é uma oportunidade de evolução no próprio modelo catarinense. “Chapecó é para o mundo, uma das principais regiões que transforma produção vegetal em proteína animal. Existe espaço significativo nas cadeias produtivas de suínos, aves e leite. A participação no SW Agro trouxe propostas para inovações a montante, ou seja, antes do produto chegar às plataformas industriais, mas também trouxe soluções a jusante, ou seja, depois das plataformas de processamento existentes em nosso território”, disse o coordenador regional oeste Enio Parmeggiani.

De Cascavel (PR), Adriano Spanhol foi organizador do primeiro SW Agro do Brasil. Como mentor na edição de Chapecó, destaca a grande vantagem em incentivar um evento como esse, que está focado no processo para inovar no agrobusiness. “Geralmente, quem tem a ideia não sabe por onde começar a implantá-la e o SW fornece essas ferramentas. Tiramos eles da zona de conforto e instigamos a desenvolver suas habilidades. Estamos aqui para ensiná-los a efetivar suas ideias em negócios, em uma solução que ajude outras pessoas de verdade”, afirma o empreendedor e consultor.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro