Close Menu

Busque por Palavra Chave

Julio Garcia fracassa; Paulo Bauer vai correr Estado; Colombo enfraquece; Fernando Marcondes de Mattos no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
19/04/2018 23:32

Ontem, hoje, amanhã...

Ontem o PSDB não era ninguém. Hoje é um partido respeitado. Se antes era um desnutrido, agora é um jovem promissor que, com vontade natural de todo adolescente, quer viver a emoção do amor pelo poder. E tem motivos para isso. Não somente uma bancada forte, deputados federais, estaduais e dois senadores, mas prefeitos, vices, vereadores e um candidato a presidente que, embora escorregando nas pesquisas, tem perfil de estadista. Noves fora a gritaria que fazem para pedir atenção, PSD e MDB, divididos, vão esperar que eles batam o bico e, nesta insistência, cansem. Vai ser aí, quando olharem para a pesquisa, que terão que recolher a asa. Amanhã.


Qual outro seguimento de turismo que pode incrementar mais a economia de SC?

Ênfase na indústria náutica, compreendendo construção de marinas, piers e atracadores ao longo dos 500 km da costa catarinense. Como decorrência, viriam as indústrias de construção de barcos, as oficinas de consertos, a formação de mão-de-obra especializada, os hotéis, bares e restaurantes. O impacto econômico e social seria imenso.

Os cassinos não seriam um excelente mecanismo para exploração legalizada em favor da economia?

Tenho expectativa que o Congresso libere ainda este ano a instalação de cassinos aqui no Brasil. O Costão está preparado para receber um cassino. Acompanhamos o assunto com grande interesse.


Inocente

Questionam aqueles que ainda acreditam em Tríplice Aliança com o MDB que, a espetada verbal que Eduardo Moreira deu em Colombo, é apenas interpretação equivocada dos que são contrários à unidade dos partidos.

Recado

O governador Moreira não somente mandou um recado de inviabilidade administrativa que Colombo entregou a ele, mas escondeu o jogo da verdade. Antecipou a entrega do comando porque, sabendo, lavou as mãos.

Real

As viúvas da Tríplice afirmam ser equivocado o rompimento entre o que saiu com o que ficou. Não entenderam que Pinho, também do Sul, deu a Júlio Garcia uma missão que não mostrou pulso para conduzir. O ex-TCE tropeçou.

Tropeço

Ao bater de frente com Merisio, o ex-conselheiro, visto como um quadro que falava à moda colher, adotou o formato faca. Tinha a missão de levar o PSD para os braços de Eduardo e não cumpriu. A resposta de Pinho, agora, é nesta linha.

Mais

Colombo foi o companheiro distante que Eduardo, dos Estados Unidos, lembrou-se de sua posição de vice figurativo, sem caneta. Mostrando que, desde aquela época, até assumir, não dominava nada. Agora descobriu o óbvio.

Acabou

Não existe nenhuma possibilidade de reunir PSD, PSDB e MDB. LHS levou consigo a equação que deu certo. Como Júlio Garcia não foi capaz de operar o procedimento, vai buscar inviabilizar Merisio como satisfação.

Satisfação

À medida que bate de frente com o presidente do PSD, o agora filiado no PSD busca, de dentro da sigla, fazer tropeçar o projeto de retomada do poder jogando, por pessoalidade, contra o próprio time. Errou com Pinho, mas segue em frente.

Potencial

A força do PSDB ficou clara, ontem na Capital, quando Paulo Bauer possuiu-se da candidatura. Presentes todos eles, o ninho estava cheio de argumentos de que agora, diferente de 2014, vai chegar ao Poder de SC. O senador mostrou-se.

Ele

As digitais de crescimento do PSDB estão, merecidamente, na pessoa de Marcos Vieira. Os 36 meses à frente do partido foi suficiente para criá-lo nos 295 municípios e atrair 110 mil filiados. O presidente tucano mostrou altura.

Conversações

O PSDB afirma que tem candidatura própria, mas no andar dos dias, vai buscar o diálogo com os demais partidos, inclusive o MDB, que hoje, em sua maioria, estão inclinados. Ganhar o governo, com um governo, é mais fácil.

Entusiasmado

Napoleão Bernardes chega cobrando a tarifa de 32 meses para ser escalado na condição de majoritário. Quer ser senador e, mais do que todos, é o incentivador mais interessado para que Paulo Bauer não mostre-se leviano.

Vai

Se a tese de Jorge Bornhausen estiver certa, o PSDB vai mesmo disputar a eleição com Bauer governador tirando, neste raciocínio, a aproximação dos tucanos com os ulyssistas. Marcos Vieira, Pinho Moreira aguarda por osmose.



Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro