Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Amin palestra na UFFS; PSDB tenta voar; PT de SC ignora experiência de Lula; Paulo Rabello de Castro no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
27/04/2018 11:06 - Atualizado em 27/04/2018 12:03

Fé cega, faca amolada

O PSDB está oferecendo toda a atenção necessária para dar a Paulo Bauer o caminho para construir o cenário para o Governo do Estado. Nada de novo, não somente apostam nisso, que estão em roteiro e já preparando a vinda de Geraldo Alckmin para Santa Catarina. Marcos Vieira, deputado estadual e presidente do partido, já está desenhando a agenda do tucano paulista, inclusive para Chapecó, nos próximos dias. A questão são explicações depenadoras que o senador tem que dar nos debates. Agora em fuga, repassou a responsabilidade aos advogados. Se não conseguir emplacar, o partido vai casar com Eduardo Moreira em duas vagas. Como Bauer é ao Governo, Vieira não tem compromisso nem com vice nem ao Senado. A tese de que peru não morre na véspera, está mantida.


Qual é o maior desafio do empresariado brasileiro para se fortalecer na economia em crise?

O empresário está desafiado pela forquilha do diabo, um garfo de quatro pontas: tributos loucos, juros pornográficos, burocracia infernal e crédito pinga-pinga. No meu plano de governo há solução prática para cada um das quatro doenças da economia. Deixei no BNDES, o Banco Digital e o BNDES Giro, para começar uma revolução no crédito a micro e pequenos empresários.

Por que o Sr. quer ser presidente da República?

Porque serei presidente para atender uma demanda de mais de 80% do eleitorado que não quer mais desperdiçar o voto, busca no candidato os três C’s essenciais, ou seja, competência, confiabilidade e caráter. Trabalharemos com os políticos e com o Congresso que houver e começaremos dia 2 de janeiro de 2019, com a convocatória de uma grande Revisão Constitucional a fim de resolver, de modo prático e único, o avanço nas áreas social e econômica. É a fórmula do SEI, Sociedade transformada, Economia reformulada, Instituições destravadas.


Rastro

A questão do Fake News que entrou no gabinete do deputado João Amin e que, em tese, saiu do local de trabalho do deputado Valdir Cobalchini, é só uma amostra, verdadeira, do perigo que representa a notícia falsa.

Mais

O TSE e os TREs não têm força e velocidade para impedir que uma notícia falsa, com potência destruidora nas eleições, seja detectada em tempo recorde para evitar seu poder de estrago em uma eleição de 45 dias. Qual o método vão usar?

Inocência

Até mesmo o deputado João Amin, anti MDB como seus pais, sabe que não tem motivos para que Valdir Cobalchini seja o autor da falsa matéria envolvendo o deputado progressista. Ambos são vítimas da força da fraude.

Equivocado

Wilson Martins, o vereador de Xanxerê que propõe o corte de 50% do salário de vereadores, prefeitos e comissionados, agora revelado, foi contra o mesmo projeto quando era presidente da Casa e votou contra.

Demagogia

As lideranças que tomaram conhecimento de seu projeto, o trituraram no dia de ontem, justamente porque, como é oposição a Avelino Menegolla, quer levantar o debate para atingir, por tabela, Gelson Merisio, padrinho político do prefeito.

Palestra

O deputado federal Esperidião Amin e o estadual João Amin serão palestrantes da Universidade Fronteira Sul, sobre gestão pública, às centenas de estudantes no dia 4 de maio. É a campanha eleitoral para o governo de SC.

Especialista

O ex-governador, que ficou fora do poder por oito anos, consequência de duas derrotas eleitorais seguidas, foi estudar sobre gestão pública, conquistando doutorado. A tese, gestão por demonstração de números, é sua bandeira.

Números

O deputado federal do Progressistas aguarda o desenvolvimento dos números de Gelson Merisio ao governo para ser chamado à disputa. Principalmente contra seu adversário especial Eduardo Moreira para zerar dúvidas.

Gestão

Administrar em base de números que indique qual é a aplicação real e correta dos recursos públicos, é a tese de Esperidião para aplicar em SC. Especializou-se em gestão pública por meritocracia e sem desperdício do Tesouro Catarinense.

História

Lula da Silva quando estava chegando em Nova Erechim, em sua vinda a SC, chamou Cláudio Vignatti, Pedro Uczai e Dirceu Dresch para se entenderem e afirmou que era uma tolice os três disputarem para deputado federal. Não adiantou.

Box

Não é somente um erro do PT disputarem, entre si, a ida a Brasília em outubro. Este luxo em tempos sem Lula da Silva, se dividindo em uma extraordinária tolice, inclusive reconhecida pelo ex-presidente, não sensibilizou-os. Vão para o ringue eleitoral.

Guerreiro

Deputado Cesar Valduga, recuperando-se de uma cirurgia, não seguiu a orientação médica e continua trabalhando o mandato. Está com agenda cheia neste feriadão e vai visitar vários municípios. De muleta e cadeira de rodas.



Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro