Close Menu

Busque por Palavra Chave

Merisio leva a melhor na Alesc; MDB sai derrotado e isolado; Parisotto em Brasília; Luiz Fernando Vampiro no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
09/05/2018 07:44

O placar do rompimento

A votação ocorrida ontem na Assembleia foi o novo traçado marcado pelo enfrentamento entre MDB e o bloco de oposição ao governo de Eduardo Moreira. O recado foi na direção de avaliação. O atual governador deverá, com o resultado de ontem, fazer uma leitura se vale a pena, de fato, mergulhar em um pleito marcado por dúvidas e sombras. Neste caso, saindo por cima, Pinho possa voltar para sua residência com a história cumprida. Ou seja, chegou, em duas oportunidades, como chefe do Governo de SC. Se não foi no embate direto nas urnas, foi na construção disso. Se o resultado da votação não foi um recado, é a provocação para que assuma, de vez, sua missão de enfrentar o pleito seja ele qual for o resultado. Diferente ou pior do que ocorreu no bombardeio tomado em plenário na Casa, os ulyssistas saíram de lá doloridos. Muito. A soma de todas as dores.


De Florianópolis (SC).


Quem deve ser o candidato a governador pelo MDB?

O MDB tem excelentes nomes para governar Santa Catarina. O nome que mais se sobressai neste momento é sem dúvida o de Eduardo Moreira, pelas atitudes que vem tomando a frente do governo. Eduardo teve coragem de enfrentar as dificuldades com medidas acertadas. Mas também não podemos deixar de reconhecer a capacidade de Mauro Mariani. O importante é que o MDB vai para eleição unido e com o melhor nome.

O Sr. está buscando a reeleição com quais bandeiras em favor do cidadão?

Pretendemos apresentar nos próximos dias uma plataforma diferenciada, lançando uma campanha colaborativa, que leve esperança ao eleitor. É uma forma nova de fazer política, ouvindo a voz das ruas e se esforçando para fazer diferente. Diante de toda esta crise que estamos vivendo, de maus políticos e maus exemplos de gestão do dinheiro público, é preciso que o eleitor possa ter esperança de que o Brasil pode mudar para melhor. Neste sentido, vamos propor a valorização das entidades da sociedade civil que fazem um trabalho voluntário de grande interesse público, como hospitais, escolas, associações, clubes de serviços, etc. O segundo eixo será o desenvolvimento integrado da região, que passa fundamentalmente pela Infraestrutura. Como secretário de Estado tive a oportunidade de conhecer e me especializar nesta área, realizando ações como a Via Rápida, restaurações de rodovias e outras obras importantes. O terceiro ponto que julgo importante é o apoio aos municípios, cujos prefeitos sofrem com a escassez de recursos. Defendo um novo pacto federativo que redistribua os recursos que estão hoje concentrados em Brasília. Estes três eixos básicos, somados às ideias dos nossos apoiadores, comporão a plataforma que apresentaremos em breve aos catarinenses.


Derrota

Eduardo Moreira viveu, ontem, sua grande derrota política e fiscal na Assembleia. Se de um lado o governo perdeu, de outro, Gelson Merisio saiu muito mais forte daquele embate.

Acabou
A tampa que encaixou e fechou o caixão da Tríplice Aliança criada por LHS, sepultou, definitivamente, qualquer dúvida de que o MDB possa tirar dividendos futuros. A queda da MP 220 foi choque.

Choque
Desencapada dentro do plenário da Casa, a MP levou junto os partidos que, claro, contou com a articulação pessoal de Gelson Merisio. Foi o presidente do PSD que afogou o restante de vida da Tríplice.

Ele
Luciano Hang esteve presente na Alesc durante todo o tempo que a votação da MP 220 estava em debate. E pulou muito quando a derrota do governo foi demonstrada em votos. E saiu para comemorar.

Tensão
Deputado Mário Marcondes ficou na Tribuna da Casa ontem defendendo o governo na aprovação de MP 220 e, no final, confuso, teria votado contra. Mas foi perdoado. O clima confundiu.

Contras
Bancadas do PT, PCdoB, PDT, PSB, PR e PSC seguiram na orientação do deputado GM na derrota ao governo. Isso confirma a coligação que ele tem construído para disputar outubro.

Contra
Ao votarem contra Eduardo Moreira, o PSDB afina as cordas na sinfonia da oposição. Isso tem leitura eleitoral capaz de apontar que os tucanos voaram da casa ulyssista rumo à composição de entendimento.

Guerreiros
A bancada do MDB tentou convencer os demais membros da Casa para votarem a favor da MP, mas não conseguiram. Sequer deram atenção. Enquanto falavam na Tribuna, eles no plenário.

Desmoronou
O governador Eduardo Moreira recebeu a informação ontem da derrota na votação sem surpresa. Sabia qual seriam os números e isso, por si, diz muito. Até mesmo aliados em potencial, ignorou.

Ela
A primeira-dama de SC fazendo às vezes de sua altura. Hoje a Casa d'Agronômica vai abrir suas portas para que a sociedade possa conhecer sua beleza e história. Nicole Torret Moreira aparecendo.

Beleza
Nicole Torret Moreira quer dar luz à nova casa que, embora a boa vontade de Raimundo Colombo, não conseguiu. A moradia quando de posse do ex-governador, não ganhou luz feminina.

Líder
O maior vencedor da derrota do governo ontem foi Gelson Merisio. Ele fez reunião com todos os deputados que estão ao seu lado pela manhã. Afinados à tarde, votaram em bloco.

Brasília

Deputado Narcizo Parisotto, depois de ter seu nome costurado para o Senado, foi chamado pelos líderes do PSC e o senador Magno Malta. Evangélicos, vão defender bandeiras voltadas à família.

Soldado

Líder da Igreja do Evangelho Quadrangular, Parisotto vai traçar metas de discursos que a bancada evangélica vai utilizar, a partir de agora, para oferecer leis de proteção às crianças, mulheres e idosos do chamado LGBT.



Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro