Close Menu

Busque por Palavra Chave

PIB de Chapecó assume Merisio; Colombo vai ganhar reação; Mariani e Pinho a sós; Alckmin necessita de Bornhausen; Valdir Cobalchini no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
18/05/2018 09:11 - Atualizado em 18/05/2018 09:57

PSDB não consegue dar luz às movimentações de Geraldo Alckmin

A reação em favor do nome do presidenciável paulista deveria, neste momento, estar em construção. Mas, ao contrário, o nome do ex-governador dissolve-se em uma falta de sensibilidade do seu partido em SC. A esperança do tucano no Estado é, agora, a entrada de Jorge Bornhausen no debate eleitoral, que deverá ser demonstrada nos próximos dias. O ex-governador de Santa Catarina, doloroso pela perda de sua esposa, recupera-se e observa-se necessário para, por sua força e experiência política, oferecer atenção neste debate. A indecisão do ninho, inclusive bombardeado pelas movimentações do Judiciário contra o senador Paulo Bauer, alimenta negativamente. O presidente Marcos Vieira tem suas estratégias, mas a demora tem tirado o fôlego do paulista.


Qual o impacto percebido no PIB de SC com o decreto da MP 220?

Hoje as empresas preferem comprar de outros Estados porque o preço é menor em função da alíquota interestadual de 12%. Comprar de empresas catarinenses encarece os produtos em 6,35% em função da alíquota interna ser 17% nas vendas a contribuintes do ICMS. Mais empregos e mais renda. Não da para fazer projeções em percentuais do crescimento do PIB em função da MP 220. Mas sinaliza que a economia vai crescer se empresas de SC venderem para empresas de SC.

O Sr. quer a reeleição para deputado estadual por quê?

Considero o exercício do mandato parlamentar como uma atividade essencial. Diferente da iniciativa privada, onde o universo é menor, mais restrito, na pública é amplo e alcança a todos. Tenho buscado através da delegação popular que recebi, apresentar bons resultados. Encaro o mandato como missão; como vocação. Sinto, com toda humildade, que tenho condições de continuar contribuindo para uma sociedade melhor e mais desenvolvida. Tenho me pautado pelo bom senso, equilíbrio, diálogo e ética. Este é o perfil que desejo manter, por isso busco novo mandato e colocá-lo a serviço dos que mais precisam. Tenho procurado com meus projetos felicitar a vida do cidadão diante das dificuldades impostas pelo Estado.


Sabatina

A última exposição de ideias, antes do lançamento de seu nome rumo à principal Cadeira de SC, acontece hoje, quando Gelson Merisio se reúne com jornalistas no Hotel Lang. Fecha o ciclo em sua base para se preparar na busca de seu maior desafio.

Ontem

Cerca de 80 empresários estiveram reunidos para dar força política ao deputado e presidente do PSD no desafio ao governo. A reação é um recado às falações de Mário Lanznaster que disse que vota nele, mas Pinho Moreira ganha.

Reação

Mário Lanznaster vai ser procurado para, inclusive, dar seu depoimento em favor da candidatura de Gelson Merisio pelo compromisso partidário e por conhecer o projeto de chegada ao governo. Sua falação foi expressão apenas.

Cavalaria

Se de um lado o grupo pró Merisio vai construir a estratégia de movimentar forte em seu favor a partir de agora, por outro o MDB vai utilizar a falação de Lanznaster para afirmar que as intenções do governo são em direção à economia.

Raciocínio

A tese de que Raimundo Colombo está em perigo eleitoral na busca pelo Senado, tem sentido. Ao entregar o governo antecipado ao MDB afrontou o PSD. Além disso, furou no Fundam, deixando os prefeitos pendurados. A rejeição perfeita.

Leitura

Diante de ver um Colombo fragilizado, mas com votos suficientes para decidir o processo no 2º turno, o partido vai investir na recuperação de sua imagem para conquistar o Senado. Avaliam que, se ele não se eleger, apoia o MDB.

Agenda

Depois do lançamento da candidatura no próximo dia 26, Gelson Merisio vai correr todos os municípios e levar Raimundo Colombo junto. Além de deputados estaduais e federais para mostrar que o partido está coeso. Tudo antes da convenção.

Impressão

O chamamento para o lançamento eleitoral de Gelson Merisio é para impactar formadores de opiniões em SC. A equipe que vai filmar e produzir vídeos, utilizando a oportunidade para banhar o Estado com demonstração de força.

Ele

Mais silencioso, Júlio Garcia vai vendo seu coletivo sendo apeado do governo do MDB. Isso, por si, tem dado a ele a convicção de que, agora, é o momento de reconciliação. Amadurece, de modo muito forte, sua presença em Chapecó dia 26.

Sigilo

Mauro Mariani e Eduardo Moreira vão sentar, sós, para definirem qual, dos dois, é o nome ao governo. O 2º deu a palavra ao 1º, mas as circunstâncias, como as nuvens de Ulysses Guimarães, mudaram. Sem testemunha, batem o martelo.

Animado

Os ulyssistas ganharam fôlego junto ao empresariado e sorriem descontroladamente. Tem um mapa verbal que, pesquisado, apresenta alteração no território pró MDB. Eduardo Moreira tem aferição positiva de que, o que fez, deu certo.

Morta

Sérgio Galli, o simpático empresário do ramo de combustíveis, aceitou a missão de não fazer absolutamente nada nestes meses que restam da ADR de Chapecó. Vai sentar em uma cadeira fria e distante de soluções de uma pasta sem vida.



Anúncio Radial 2
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile
Alesc Facebook - Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro