Close Menu

Busque por Palavra Chave

SP Convention

Carne bovina catarinense conquista o mercado internacional

Estado referência na exportação de carne suína e de frango, Santa Catarina vem conquistando o mercado internacional com a sua carne bovina (Foto: Márcio Cunha/Especial/DC) Estado referência na exportação de carne suína e de frango, Santa Catarina vem conquistando o mercado internacional com a sua carne bovina (Foto: Márcio Cunha/Especial/DC)

Estado referência na exportação de carne suína e de frango, Santa Catarina vem conquistando o mercado internacional com a sua carne bovina. Em 2018, já foram 1,6 mil toneladas exportadas – três vezes mais do que no mesmo período de 2017. O governador Eduardo Pinho Moreira destaca que o trabalho realizado pelos produtores, com o apoio do governo e da iniciativa privada, na qualidade e no controle de doenças é o diferencial dos produtos catarinenses. “O interesse internacional pelas carnes catarinenses é fruto da excelência sanitária do Estado, que abre cada vez mais espaço nos mercados de outros países”, destaca Moreira.

No último mês, o estado embarcou 420,4 toneladas de carne bovina, faturando US$ 1,3 milhão. Os valores são quase o dobro dos observados em abril de 2017. O principal destino para a carne bovina catarinense é Hong Kong, que vem ampliando as compras ao longo do ano. Em abril, o país comprou 275,7 toneladas de carne bovina – o dobro do que importou no mesmo mês de 2017. No acumulado do ano, Santa Catarina já recebeu mais de US$ 5,4 milhões pelas exportações do produto – quatro vezes mais do que no mesmo período do último ano.

Hoje, o estado de Santa Catarina é deficitário em termos de carne bovina, recorrendo a outros Estados e países para atender mais de 50% da sua demanda de consumo. “Com a alta qualidade da carne produzida em Santa Catarina, e com o diferencial de excelência sanitária do rebanho, nós temos um bom potencial para exportar para os mercados mais exigentes do mundo. Esta é uma oportunidade para gerar ainda mais riquezas na agropecuária catarinense e as exportações estão só começando”, afirma o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

O rebanho catarinense é reconhecido como livre de febre aftosa sem vacinação e livre de peste suína clássica. Outra característica dos bovinos de corte produzidos no estado é a presença de raças europeias, que dão origem a uma carne diferenciada. Em 2017, Santa Catarina produziu cerca de 135 mil toneladas de carne bovina.


Outras Notícias
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro