Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Sebrae entrega estatísticas sociais e econômicas de Chapecó ao prefeito Buligon

Por: LÊ NOTÍCIAS
21/05/2018 15:40 - Atualizado em 21/05/2018 16:18
Consultora credenciada ao Sebrae, Beatriz Silveira; prefeito Luciano Buligon e o coordenador regional Oeste do Sebrae, Enio Parmeggiani (Foto: MB Comunicação/LÊ) Consultora credenciada ao Sebrae, Beatriz Silveira; prefeito Luciano Buligon e o coordenador regional Oeste do Sebrae, Enio Parmeggiani (Foto: MB Comunicação/LÊ)

O “Chapecó em números” – documento com informações estatísticas sociais, econômicas e demográficas – desenvolvido pelo Sebrae/SC foi entregue pelo coordenador regional oeste da entidade, Enio Albérto Parmeggiani, ao prefeito Luciano Buligon, nesta segunda-feira (21), durante evento que reuniu autoridades, lideranças empresariais e imprensa, na sede da Prefeitura. O documento integra as ações do Programa Cidade Empreendedora.

Parmeggiani explicou que o “Chapecó em Números" é uma iniciativa que visa – por meio da reunião de informações, dados estatísticos e comparativos – a formatação de um panorama socioeconômico para Chapecó. “As informações trazidas neste estudo estão lastreadas em dados secundários públicos, originários de fontes oficiais de órgãos do Governo Estadual e da União. Mais que uma compilação de dados estatísticos, o documento diferencia-se pelo estabelecimento de comparativos e análises que servem de insumos para a instrumentalização dos subsequentes estudos e planejamentos previstos pelo Programa Cidade Empreendedora”.

Segundo Parmeggiani, com o objetivo de incentivar o diálogo e o compartilhamento de esforços dos diversos agentes locais de desenvolvimento, a publicação traz um olhar para temas relevantes e de interesse da municipalidade, dentre eles: aspectos sociais, demográficos, econômicos, finanças públicas, infraestrutura e a dinâmica empresarial e do mercado de trabalho.

CLIQUE AQUI e confira os números apresentados pelo Sebrae.

Para o prefeito, a publicação vem demonstrar um expressivo trabalho desenvolvido por uma entidade de credibilidade, com números desafiadores. “Os setores que vão bem como a saúde, a educação, a segurança, a limpeza urbana, com 100% de atendimento a coleta de lixo, entre outros, temos que potencializar. Porém, alguns números nos desafiam mais, como por exemplo, o crescimento de Chapecó acima da média de Santa Catarina e dos municípios irmãos. Isso demonstra que precisamos, por meio de projetos, investir em infraestrutura, logística, mobilidade urbana, nas vias de acesso, nos elevados, na duplicação da Leopoldo Sander, entre outros aspectos que nos incentivam a pensar ainda hoje”.

O “Chapecó em números” foi apresentado pela consultora credenciada ao Sebrae/SC, Beatriz Silveira. A cidade polo do oeste conta com mais de 213 mil habitantes e ocupa a 18ª colocação no ranking dos municípios brasileiros que mais geram empregos no País. O perfil das empresas, de acordo com o porte, é formado na maioria por microempresas com 92,4% e geração de empregos de 23,8%. Em seguida, destacam-se as pequenas empresas com 6,6% e geração de emprego de 27,9%, médias empresas (0,6%) somando 11,4% da mão de obra e grandes empresas (0,4%) que empregam 36,8%.

O mercado de trabalho formal em Chapecó teve crescimento em 2017, depois de dois anos em queda. Outro ponto em destaque é a evolução na educação com aumento do número de estudantes adultos com ensino fundamental e com ensino médio completo, aumento da população com graduação completa, além da redução do abandono escolar.

No quesito econômico alguns números chamam a atenção, de acordo com o IBGE – Produção agrícola, pecuária, extrativa vegetal e silvícola – 2015. O município detém a 18ª maior produção de soja catarinense com valor estimado em 2016 de R$ 34,2 milhões. O cultivo de milho ocupa a 5ª produção estadual com valor estimado da produção R$ 30,8 milhões em 2016. Outros produtos como a erva-mate (2ª produção estadual) e criação de aves (15º rebanho de galináceos e 16º de codornas), de acordo com o VAB também foram evidenciados.

Outros itens do setor agropecuário mencionados no documento são os seguintes: Chapecó detém a 17ª posição no rebanho de bovinos, 37ª produção leiteira, ocupa o 23º rebanho de matrizes de suínos e o 48º rebanho total e a maior produção florestal de lenha de eucalipto em Santa Catarina. Os segmentos econômicos estratégicos do município incluem a fabricação de produtos alimentícios, metalmecânico, comércio varejista, transporte rodoviário de cargas, tecnologia da informação e construção civil.



Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro