Close Menu

Busque por Palavra Chave

GREVE DOS CAMINHONEIROS

BRF paralisa abates em Chapecó, Concórdia, Campos Novos e Herval do Oeste

Por: LÊ NOTÍCIAS
23/05/2018 18:42 - Atualizado em 23/05/2018 18:42
Unidade da BRF de Chapecó, que emprega milhares de pessoas, também foi afetada (Foto: Divulgação/LÊ) Unidade da BRF de Chapecó, que emprega milhares de pessoas, também foi afetada (Foto: Divulgação/LÊ)

Devido ao crescimento da Greve dos Caminhoneiros em todo o país, a Brasil Foods, dona das marcas como Sadia e Perdigão, anunciou nesta quarta-feira (23), o fechamento total de quatro unidades de abates de suínos e frangos, localizadas em Nova Marilândia (MT), Dois Vizinhos (PR), Toledo (PR) e de Campos Novos (SC).

Ainda, segundo o comunicado, outras nove unidades terão atividades parcial ou totalmente paralisadas também nesta quarta-feira. Elas estão localizadas em Rio Verde (GO), Uberlândia (MG), Dourados (MS), Chapecó (SC), Garibaldi (RS), Marau (RS), Concórdia (SC), Herval do Oeste (SC) e Francisco Beltrão (PR).

NOTA OFICIAL

A BRF informa que, em consequência da greve dos caminhoneiros, já teve atividades suspensas em quatro unidades de abate de frangos e suínos na manhã de quarta-feira (23). Elas estão localizadas em Nova Marilândia (MT), Dois Vizinhos (PR), Toledo (PR) e de Campos Novos (SC). A medida decorre da falta do recebimento de matéria-prima, insumos e animais para abate, além da falta de caminhões para escoar produção acabada.

Além disso, outras nove unidades terão atividades parcial ou totalmente paralisadas nesta quarta-feira, dia 23. Elas estão localizadas em Rio Verde (GO), Uberlândia (MG), Dourados (MS), Chapecó (SC), Garibaldi (RS), Marau (RS), Concórdia (SC), Herval do Oeste (SC) e Francisco Beltrão (PR).

A BRF informa também que diversos insumos utilizados na industrialização de alimentos não foram entregues na terça-feira (22) e na quarta-feira (23), prejudicando a produção habitual da companhia. Além disso, detectamos falta considerável de abastecimento de ração destinada aos animais alojados nos nossos produtores rurais parceiros, já impactando cerca de 1 milhão de animais e podendo alcançar a totalidade de nosso plantel nos próximos dias.

A companhia reforça que a impossibilidade de transporte de insumos e produtos causa perdas para os produtores rurais, colaboradores e empresa, assim como compromete severamente o bem-estar animal e prejudica o atendimento ao consumidor.

A companhia alerta, portanto, para a gravidade da situação e solicita esforços do Movimento dos Transportadores e do Governo para a solução do impasse e fim da greve o quanto antes.

Lorival Nogueira Luz Jr.

Diretor Presidente Global e Vice-Presidente, Financeiro e Relações com Investidores


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro