Close Menu

Busque por Palavra Chave

INDIGNAÇÃO

Xaxinenses paralisam comércio e manifestam apoio aos caminhoneiros

Por: LÊ NOTÍCIAS
24/05/2018 16:23 - Atualizado em 26/06/2020 11:15
Vitória Schettini Centenas de xaxinenses manifestaram total apoio aos caminhoneiros de todo Brasil Centenas de xaxinenses manifestaram total apoio aos caminhoneiros de todo Brasil

Por Vitória Schettini

Após 72h de manifestação e paralisação dos caminhoneiros em todo o Brasil, a Associação dos Transportadores de Cargas de Xaxim (Atrax), a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Xaxim (Aciax) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Xaxim (CDL), organizaram um grande ato na tarde desta quinta-feira (24), na Praça Frei Bruno, concentrando comerciantes, lojistas e empresários xaxinenses.

O LÊ NOTÍCIAS esteve na manifestação e ouviu as autoridades, empresariado e representantes das entidades de Xaxim, que discursaram a favor da Greve Geral dos Caminhoneiros. Para Luciana Soccol, que é empresária, os caminhoneiros estão corretos em paralisar, pois, conforme ela, a população já está cansada de pagar tantos impostos, sobretudo nos combustíveis. “Eu acho que é muito importante, tanto por parte dos empresários, como dos colaboradores. Nós estamos felizes, de ver toda essa manifestação. Se o governo fizer sua parte, acredito que vá reduzir sim. Já houve outras tentativas de manifestação e mas essa está organizada, mais forte. Estou muito confiante de que o preço dos combustíveis vai diminuir sim, porque do jeito que está, está inviável”, salienta.

Para o representante do setor dos transportadores em Xaxim, Chico Cordenonsi, é uma greve organizada e que está surtindo efeitos. “O governo pensou que ia ser algo como as outras greves, mas essa foi forte. Não aguentamos mais o aumento dos combustíveis, o preço é muito alto, fora a insegurança que enfrentamos. A classe quer uma definição muito melhor, uma solução que dá mais estabilidade para o transporte rodoviário”, enfatiza ao LÊ NOTÍCIAS.

Emerson Borin, presidente da Aciax, manifestou sua indignação, em relação aos altos preços dos combustíveis. “O governo acha que simplesmente pode aumentar o preço do combustível e que o povo vai pagar a conta. Estamos cansados disso e em nome da Aciax, damos total apoio aos movimentos dos caminhoneiros. Eu acredito que isso surtirá efeito, que a Petrobras reduzirá sim o preço, senão os caminhoneiros não vão parar”, afirmou Borin, após o ato realizado pelas entidades.

O vice-prefeito de Xaxim, Adriano Bortolanza, também declarou apoio à paralisação, alegando que ela é legítima. “Nossos caminhoneiros que estão em prol do Brasil e é muito importante que as entidades, que estão aqui reunidas, também demonstraram apoio. Estamos cansados de ter de pagar um litro de combustível tão caro. Esse movimento está muito bem organizado e isso mostra que o governo tem de tomar uma atitude”, falou Bortolanza.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Xaxim também apoiou os caminhoneiros. Representada pelo seu presidente, Rodrigo Savaris, o empresário afirma que o ato desta quinta-feira superou as expectativas da entidade. “Geralmente, quando há algum recesso, as pessoas vão para casa e hoje, aconteceu justamente o contrário. Os xaxinenses se fizeram presentes e entendem que é uma manifestação legítima e que temos que apoiar”, salienta. Em relação à importância da classe transportadora, Rodrigo destaca que “se o produtor planta e colhe, é o transportador que leva comida até a nossa mesa, eles precisam ganhar dinheiro e gerar riquezas. Nós esperamos que tenha um acordo, que o preço dos combustíveis abaixe e se estabilize, não tirando do dinheiro do bolso do povo e do transportador”, finaliza.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro