Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

INDIGNAÇÃO

Alunos da Rede Pública Municipal e Estadual de Ensino organizam movimento estudantil em Xaxim

Por: LÊ NOTÍCIAS
30/05/2018 15:29 - Atualizado em 30/05/2018 16:04
Estudantes da Rede Pública e Municipal de Ensino de Xaxim se mobilizaram no movimento estudantil na manhã desta quarta-feira (30) (Vitória Schettini/LÊ) Estudantes da Rede Pública e Municipal de Ensino de Xaxim se mobilizaram no movimento estudantil na manhã desta quarta-feira (30) (Vitória Schettini/LÊ)

Por Vitória Schettini

Durante a manhã desta quarta-feira (30), gritos e vozes foram ouvidos da Praça Frei Bruno, com reivindicações e reclamações acerca dos problemas que o Brasil enfrenta. Alunos, professores, membros de Grêmios Estudantis das escolas da Rede Estadual e representantes da Rede Municipal de Ensino de Xaxim, representantes de agricultores, pais de alunos e lojistas, que apoiaram e se solidarizaram com a greve iniciada pelos caminhoneiros. Apoiando os jovens, estiveram presentes o presidente da Câmara de Vereadores de Xaxim, Agenor Junior Maier, os vereadores Juliano de Lima, Inacio Bracht, Joseane Sampaio, Ledinho Curtarelli e Ciro Cassaniga.

Sobre um caminhão e com vozes ecoadas pelos autofalantes, os jovens expressaram suas ideias e opiniões acerca do atual cenário político do Brasil, em um movimento apartidário, e gritando a frase “Aluno na rua, governo a culpa é sua”. Entre as reivindicações dos estudantes, que foram abordadas no movimento, estão a redução do preço do óleo diesel, dos combustíveis e do gás de cozinha; diminuição dos impostos em geral; priorização do corte de gastos e privilégios excessivos em cargos políticos e ainda, melhorias e investimentos na Saúde e Educação.

APOIO

Para a professora de Artes da EEB Gomes Carneiro e que tem 22 anos de profissão, Leonita Lisboa, a manifestação foi de grande importância, sobretudo para os jovens. “A ideia surgiu dos estudantes, que buscaram e se organizaram para isso. Eu vejo que a manifestação é fundamental, porque eles falaram no palco o que estudaram e mostraram que têm voz. Chegou a hora de se dar valor aos jovens, pois eles têm um grande potencial”, completou Leonita.

O diretor da EEB Gomes Carneiro, Moacir Nalin, também apoiou os estudantes e elogiou a organização do movimento. “Eu acredito que esse momento foi rico, histórico e muito importante, porque essas lideranças juvenis que estão aparecendo, estão fazendo história. O nosso País é socialmente abalado e corrompido, e isso eles mostraram e representaram, através de cartazes e falas. Eles têm força a partir do momento que eles se organizam, e com a organização dos grêmios estudantis das escolas, mostraram que é possível fazer algo novo”, salienta Nalin, em relação ao movimento estudantil.

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Xaxim, Agenor Junior Maier também declarou apoio aos jovens e ao movimento estudantil desta quarta-feira. “É sempre importante se manifestar em favor da democracia. Nós deveríamos fazer um movimento conjunto, ter mais união, com todas as entidades, e isso mostraria a força ao município. Nós estamos cansados de tanta corrupção e isso reflete em tudo, pois estamos suportando isso há muito tempo. Parabéns aos estudantes que se organizaram, e que mostraram a sua força nesse movimento”, enfatizou Maier.

ORGANIZAÇÃO

O estudante Maico Bruno Bortolanza, de 17 anos, foi um dos jovens que subiu ao palco e discursou sobre as reivindicações dos alunos. “O movimento surgiu a partir da indignação de vários estudantes, por meio do WhatsApp. Em seguida, fomos à direção do EEB Gomes Carneiro para verificar os procedimentos, e eles nos indicaram o Grêmio estudantil. Eu e um colega chegamos até o nosso Grêmio, nos reunimos com outros grêmios, em questão de três dias, juntamos todas essas pessoas”, conta Maico, sobre o movimento que tomou grandes proporções.

De acordo com ele, o grupo de WhatsApp foi criado no domingo (27), na segunda-feira houve uma reunião para organização e ontem (29), cada escola elegeu um representante. “Realmente, superou as nossas expectativas e estamos muito felizes. Nós temos que levar em conta que apenas 1% dos jovens ocupa a política brasileira. Esse movimento surge com o objetivo de criar vários outros, e mostrar a força jovem, a força dos grêmios estudantis, de que a juventude está presente. Hoje, estamos manifestando contra os altos impostos e a corrupção”, completa Maico.

Para um dos membros do Grêmio Estudantil do Gomes Carneiro, Daniel Sanssanoviez, o movimento estudantil foi criado para mostrar a indignação do jovem, perante a sociedade. ”Eu acredito que a juventude tem uma grande capacidade. Nós queremos um Brasil melhor, mostrar quais são as nossas ideias e nossos objetivos, a fim de melhorar esse País. É importante que lutemos e nos dediquemos a essa causa e nas eleições de 2018, escolher as pessoas certas para governar a nação”, finaliza Daniel.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro