Close Menu

Busque por Palavra Chave

JKB desce hoje na Capital; Amin não vai sábado a Chapecó; Eduardo Moreira pode sair da disputa; Moacir Pereira no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
07/06/2018 10:03 - Atualizado em 07/06/2018 10:48

A volta dos que não foram

Interessa para toda a imprensa o resultado que o encontro de pré-lançamento da candidatura de Gelson Merisio vai demonstrar neste sábado. Vários jornalistas, com opinião forte na mídia, vão à moda São Tomé ver a movimentação que vai contar com 140 ônibus, 100 prefeitos, mais de 100 vices e vereadores às centenas, além de pastores, empresários, líderes comunitários, 20 deputados e uma chuva de intenções e motivações naturais destes encontros pré-eleitorais. A questão são os que não foram e acreditaram nos que, presentes, não confiaram. Esperidião Amin, Marcos Vieira e Paulo Bauer, não vão porque, a festa deles, é na terça-feira com o presidenciável Alckmin. O MDB, neste caso, caiu da mudança.


De Florianópolis (SC).

O que representa uma vida profissional com 50 livros escritos?

Representa, sobretudo, uma realização profissional e pessoal pelo privilégio de assinar obras de interesse da população catarinense, umas com biografias de personalidades políticas e históricas, e outras sobre os principais acontecimentos políticos, acadêmicos e culturais. Não se imagina a felicidade de um autor quando homenageia uma celebridade catarinense que a mereça ou quando resgata fatos históricos pouco conhecidos de nossa gente. O jornalismo me proporcionou o testemunho de grandes eventos e o conhecimento de lideranças autênticas, em diferentes setores, que atuaram com espírito público e atuação exemplar. Procuro corresponder ao prestígio dos leitores, ouvintes e espectadores, compartilhando em livro o que constatei como profissional.

O Brasil passa por qual solução política em outubro?

A única via democrática para melhorar o nosso massacrado Brasil é o voto. As eleições representam a grande oportunidade para mudar o país, com a eleição de candidatos comprometidos com a comunidade, honestos, trabalhadores, identificados com as aspirações da população. Eleger pessoas qualificadas e competentes, que já tenham serviços prestados e que possam, após a posse, executar as reformas tão vitais para o futuro do Brasil, de nossos filhos e netos.


Movimentação

A descida de Jorge Bornhausen hoje em Florianópolis vai além da burocracia de inventário de Dulcinha. É a costura de anfitrião para que Geraldo Alckmin chegue, na próxima terça-feira, com um quadro novo em SC liderado por Esperidião Amin.

Batizado

Esperidião não vai a Chapecó ver Merisio ser lançado porque sua neta vai receber o Espírito Santo no mesmo lugar em que ele, há 70 anos, também tornou-se escolhido de Jesus. Vai ser lá, no Bom Abrigo, que o Paráclito vai acender sua coragem.

Sombra

Embora vá levantar as mãos de Gelson Merisio no palanque sábado e, de quebra, pedir um respiro junto às lideranças presentes, Raimundo Colombo está de olho mesmo é na terça-feira preparada por JKB pró-Alckmin.

Luz

Esperidião Amin não poderia contar em tempo melhor com a gratidão de Colombo para retribuir, em gestos junto a JKB, na sua candidatura ao governo em 2018. Raimundo salva-se rumo a Brasília e tira Merisio da jogada.

Sinuca

Falta apenas esta fase para que Merisio consolide seu projeto rumo à principal Cadeira de SC. Se Paulo Bauer retirar em favor de Esperidião, com as bênçãos de JKB, Colombo e Geraldo Alckmin, Gelson fica sem caçapa.

Novamente

Quieto, Júlio Garcia mexe na direção em que JKB tem construído. Sabe que inflar o brio de Amin para buscar o governo, atrai o PSDB inteiro com PPS, PR e DEM, hoje nadando com MDB. O ex-conselheiro, agora, tem suas digitais aí.

Trânsito

Dentro do Progressistas, mergulhado com Merisio no projeto, o sopro de Jorge Bornhausen em direção a Esperidião, atraindo PSDB, PR, PPS e DEM, obrigaria Gelson a olhar de novo no cruzamento antes de atravessar a via.

Fora

A tese de que Amin poderia assumir a cabeça de chapa com Gelson Merisio de vice, Bauer e Colombo ao Senado, intimidou Jorginho Mello, João Paulo Kleinübing e Carmen Zanotto amarrados com MDB. Nesta, até o Progressistas vai junto.

Diminuiu

Eduardo Pinho Moreira estaria convencido de que está na melhor fase familiar, foi duas vezes governador e tem uma longa vida a usufruir longe das urnas. Já amadureceu que está fora do pleito e deve anunciar Mauro Marini como nome.

Pois

Mauro Mariani vai segurar os partidos com qual convive em Brasília e está bem encaminhado nas discussões. Encontrou-se com Marcos Vieira para falar de construção. O presidente do MDB aguarda apenas Pinho Moreira para produzir.

Carreata

Vários municípios do Oeste vão a Chapecó com marca registrada nos carros e ônibus neste sábado. Vão chegar mostrando altura e convicção de que o presidente do PSD de SC vai ser o governador eleito em 2018.

Ela

Ângela Amin continua sendo o nome preferencial de Gelson Merisio para a composição de vice. Mas como Esperidião, também não vai estar presente no evento. Embora o tsunami criado com o desejo, Ninfo König vai assobiando o jingle.



Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro