Close Menu

Busque por Palavra Chave

RESGATE HISTÓRICO

Brinquedos antigos são tema de projeto do Gomes Carneiro

Alunos do 6º ano trocaram experiências com os pais e avós
Por: Felipe Giachini
25/11/2016 10:55 - Atualizado em 25/11/2016 13:44
Proposta pedagógica que enfatizou a história do brinquedo através do tempo (Fotos: Felipe Giachini/LÊ) Proposta pedagógica que enfatizou a história do brinquedo através do tempo (Fotos: Felipe Giachini/LÊ)

Carrinhos de rolimã e bonecas de pano são alguns dos brinquedos utilizados pelos pais e também avós dos jovens de hoje. As criações que antigamente eram motivo de alegria e diversão não estão mais tão presentes na rotina de crianças e adolescentes. Com a mudança de gerações e a confecção de novos meios de divertimento, poucos meninos e meninas conhecem das vivências de seus antecessores. Para resgatar a história vivida por eles, os alunos do 6º ano da Escola de Educação Básica Gomes Carneiro tiveram como atividade, além de sentarem-se com os mais velhos e conversarem sobre a infância e adolescência deles, reproduzir os brinquedos que faziam o sorriso brotar a cada vez que tinham os pequenos objetos nas mãos.

O projeto faz parte da proposta pedagógica que enfatizou a história do brinquedo através do tempo, desde a pré-história até os dias atuais, e foi desenvolvida na disciplina de Artes, sob coordenação da professora Leonita Alves Zilli. “Resgatamos três gerações, a dos avós, dos pais e dos nossos alunos. Realizamos pesquisas, por meio de desenhos e até mesmo com os pais e avós, e eles ficaram de reconstituir os brinquedos. Constatamos que na época dos avós, por exemplo, que eles usavam muito da criatividade, pois tudo era feito por eles; a dos pais eles puderam comprar os brinquedos e percebemos que hoje o brinquedo deles é a tecnologia”.

A professora ainda destaca que as atividades foram fundamentais para aproximar ainda mais os jovens dos idosos. “Se a avó fazia uma boneca de pano, o aluno construiu a boneca junto com a avó; se o pai tinha um carrinho de rolimã, o aluno construiu um junto com o pai. Isso sem dúvida foi uma troca de conhecimento que juntou a família”, expôs.

Kailany Marafon tem 12 anos e reconhece que o projeto a fez refletir sobre o passado vivenciado pelos pais. “Foi algo diferente do que estamos acostumados a ver hoje. Foi uma experiência muito boa poder resgatar os brinquedos e é importante conhecermos a história deles”.

O diretor Moacir Nalin salientou que “a ideia foi de resgatar os valores familiares, que muitas vezes acabam sendo esquecidos, e conhecer a infância dos pais e avós por meio dos brinquedos e das histórias contadas por eles”. Ainda na quarta-feira, os alunos visitaram o grupo Aconchego, onde puderam conversar e trocar experiências com os idosos do grupo, para obterem mais informações sobre a infância deles e reproduzir os brinquedos, que, junto à fotografias antigas, ficarão em exposição amanhã (26), no Dia da Família na Escola, que todo ano traz os familiares para dentro do ambiente escolar e mobiliza alunos, pais, professores e coordenadores da instituição com diversas atividades. “Neste ano, terá a participação dos avós, que farão uma roda de conversa com os jovens, acompanhados, claro, de chimarrão e pipoca. Inclusive terá oficinas de tricô, crochê e jogos de mesa dos avós”. Também haverá atividades de dança, skate, patinete e slackline (corda bamba).


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro