Close Menu

Busque por Palavra Chave

TRAGÉDIA

Queda de avião da Chape deixa 76 mortos

Cinco pessoas, entre elas jogadores, sobreviveram
Por: LÊ NOTÍCIAS
29/11/2016 07:13 - Atualizado em 29/11/2016 07:56
Delegação da Chapecoense está sendo resgatada; cinco vivos já foram confirmados (Foto: Fabricio Crepaldi) Delegação da Chapecoense está sendo resgatada; cinco vivos já foram confirmados (Foto: Fabricio Crepaldi)

A delegação da Chapecoense saiu de Guarulhos rumo à Bolívia com 72 passageiros e nove tripulantes. Após escala técnica, a Chape deixou Santa Cruz de La Sierra em um voo comercial e seguiu para Madelliín. Porém, na madrugada de hoje (29), fez pouso forçado na região de Antióquia, na Colômbia. A causa do acidente, que já teria vitimado pelo menos 25 pessoas - conforme o prefeito Frederico Gutierrez, teria sido uma pane elétrica. Conforme a imprensa local colombiana, o piloto teria liberado combustível no ar para evitar a iminente explosão durante o pouso.

De acordo com o aeroporto José Maria Córdova, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 21h33 locais (0h33 de Brasília) e teria caído às 22h15 (01h15 de Brasília). O avião transportava a delegação para primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. Devido ao difícil acesso e às condições climáticas de baixa visibilidade, está sendo difícil o trabalho de resgate dos feridos.

Em nota oficial, a Conmebol suspendeu todas as atividades envolvendo a Confederação, inclusive a partida, duelo de ida pela final da Sul-Americana, que estava marcada para quarta-feira às 21h45 (de Brasília) em Medellín.

“A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que há sido notificada por autoridades colombianas que o avião em que viajava a delegação do Atlético Chapecoense do Brasil sofreu um acidente em sua chegada à Colômbia. Estamos em contato com as autoridades e à espera de informações oficiais. A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido. Todas as atividades da Confederação ficam suspensas até novo aviso.”

Confira a lista dos jogadores que viajaram para a Colômbia:

Jogadores
Goleiros: Danilo e Follmann;
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo;
Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto;
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco;
Meias: Cleber Santana e Arthur Maia;
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Comissão técnica
Treinador - Caio Júnior
Auxiliar técnico - Duca
Preparador Físico - Anderson Paixão
Preparador de Goleiros - Boião
Fisiologista - Cezinha
Médico - Dr. Marcio
Fisioterapeuta - Rafael Gobbato
Analista de Desempenho - Pipe Grohs

SOBREVIVENTES

Os goleiros Danilo e Follmann e o lateral Alan Ruschel estão entre os sobreviventes confirmados. Além de jogadores e comissão técnica, embarcaram jornalistas e dirigentes.

NÃO EMBARCARAM

Nem todos os jogadores da Chapecoense estavam no voo. Ficaram no Brasil: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima.

MORTOS

Não há, por enquanto, identificação das 76 vítimas fatais.


Outras Notícias
Fecam
OktoberFest
CORAÇÃO DE SC
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro