Close Menu

Busque por Palavra Chave

O pedido de Ninfo König; Eleição de dois turnos; A teimosia de tucanos e progressistas

Por: Weliton G. Lins
01/08/2018 09:19 - Atualizado em 01/08/2018 16:02

O PEDIDO DE NINFO KÖNIG

Cotado pra ser o vice de Gelson Merisio durante boa parte do tempo no jogo eleitoral, o empresário e vereador de Joinville Ninfo König, que saiu de cena, depois de se sentir desprestigiado, usou suas redes sociais na última segunda-feira, para fazer um pedido, através de uma nota postada em seu perfil. ‘’A política no Brasil desandou especialmente porque você, eu, nós não nos envolvemos com política. Nós trabalhamos a metade da vida só para alimentar o governo. Isso não é justo. Nós precisamos reduzir a máquina pública. Acabar com as estatais. Acabar com a roubalheira que ai está. Mas só é possível fazê-lo se tivermos pessoas com integridade, com responsabilidade, e acima de tudo honestas, dirigindo o Brasil. Envolva-se com política, ou você será eternamente comandado por quem não tem, nem sempre, os melhores princípios. Pense nisto. Ajude a resgatar o Brasil. Vamos fazer com que tenhamos novamente orgulho de sermos brasileiros.” O pedido de Ninfo é pelo envolvimento das pessoas com a política, principalmente no cenário que se aproxima. O que todos querem saber, é como Ninfo vai se envolver. A conferir.

TEIMOSIA TEM O SEU PREÇO

Tucanos e progressistas estão empolgados. Antes tido como excelentes partidos para ocupar o cargo de vice em uma chapa majoritária, os liderados de Marcos Vieira e Silvio Dreveck se dizem prontos para disputar a eleição como cabeça de chapa. Confiando na força do próprio braço, o PSDB tem em Paulo Bauer sua grande esperança, enquanto que, o PP vê em Esperidião Amin, o nome certo para voltar a governar o Estado. Teimosos em manter o projeto de poder, podem pagar caro ao final da disputa, ou não.

ELEIÇÃO DE DOIS TURNOS

Dificilmente o processo eleitoral em Santa Catarina será decidido no primeiro turno. Com 5 grandes candidaturas, a eleição de 2018 tem tudo pra ser a mais acirrada dos últimos anos. O processo que era muito claro a partir do resultado de 2014, escureceu, o jogo mudou, quando em 2015, Luiz Henrique da Silveira faleceu. Nome certo com o MDB, o PSD, através de Gelson Merisio, se afastou. Como ele sempre disse, o ciclo terminou. Sonhando com o apoio dos pepistas, rivais históricos da turma do manda brasa, Gelson Merisio agora não terá nem um, nem outro, vai ter que seguir seu próprio rumo, ou buscar outra alternativa. O tempo é curto.

O NOME DA SEGURANÇA PÚBLICA

Depois de atuar por mais de uma década como diretor penitenciário, na maior cidade do estado, o vereador Richard Harisson, que está em seu primeiro mandato, encara agora o maior desafio da sua vida, disputar uma cadeira na câmara federal por Joinville. Em rápido bate papo com o colunista no último sábado, ao final de uma participação em um programa da Rádio FM Litoral, de Balneário Barra do Sul, o vereador e pré-candidato a deputado federal, acredita que poderá surpreender, no vácuo do espaço deixado por Mauro Mariani. Richard garante que em 2019 seu gabinete será outro, dessa vez em Brasília.

BUSCANDO A ALESC

Vereador em segundo mandato em Joinville, Rodrigo Fachini (MDB) é o primeiro parlamentar da cidade, entre os 19, a se licenciar do cargo. Na última segunda-feira, Rodrigo anunciou seu afastamento para agora se dedicar exclusivamente à pré-campanha e, posteriormente, à campanha de deputado estadual. O objetivo do vereador é ficar 70 dias afastado, e a partir de 2019, não voltar mais.



Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro