Close Menu

Busque por Palavra Chave

Raimundo Colombo busca aproximação com Merisio; Amin pode balançar do projeto; Décio Lima afirma-se novidade eleitoral; Maurício Eskudlark no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
02/08/2018 20:56

Décio Lima aposta-se na renovação

Olhando o crescimento da miséria que afirma ter visto em suas andanças em todos os municípios, o marido de Ana Paula Lima tem números animadores que afirma ser o combustível de sua candidatura ao Governo. Tem leitura de que a militância do PT, reconhecida como guerreira até por seus opositores, vai levar sua capacidade de raciocínio ao 2° turno. Preparado para enfrentar os seus adversários, nominando-os como iguais, quer ser a diferença que vai apresentar ao eleitor. Diz que as circunstâncias da soma perfeita entre fome, insegurança e abandono de cidadania, será o gratuito recado que vai enviar ao catarinense, fazendo-o perceber-se nestas condições. Quer fazer o debate amargar na boca de seus oponentes na amostragem da realidade vivida por cada um. O presidente dos petistas diz que vai ser o diferente entre os mesmos.


De Florianópolis (SC).

Qual caminho o PR está tomando para domingo?

O PR foi um partido que com o comando do deputado federal Jorginho Mello, nosso presidente, e com a participação dos deputados e lideranças, se transformou e fortaleceu nos últimos anos passando de um prefeito para 12 prefeitos e de um vice-prefeito para 40 vice-prefeitos e quase 200 vereadores, preparando-se assim para as eleições estaduais. Nosso caminho hoje, e pelas tratativas e compromissos já existentes, é com o MDB para disputar o Senado, com o nosso candidato Jorginho Mello. Esse é o caminho que o PR deverá tomar na convenção do próximo domingo.

Sua candidatura está fortalecida para a reeleição?

Estou com a pré-candidatura a deputado estadual lançada e preparada para ser homologada na convenção do PR no próximo domingo. Procuramos atender todos os municípios do Estado, já que na última eleição fizemos votos em 289 municípios, razão pela qual nos fez ter uma eleição e trabalho estadualizado. Tivemos como prioridade a Segurança, Saúde, Educação, Agricultura e Infraestrutura, mas como a prioridade inegável para com as pessoas. As pessoas são importantes, somos reconhecidos pela atenção e luta pelas necessidades das pessoas, não as deixando e situações sem resposta. Sempre digo para nossa equipe que somos pessoas de bem, para o bem das pessoas. As pessoas estão decepcionadas com a maioria dos políticos e por isso vão escolher pessoas de bem, acima de políticos.


Balançando

Esperidião esteve em Brasília na abertura dos trabalhos da Casa e aproveitou para fortalecer seu projeto político de outubro. Em uma costura ali e outra lá, não conseguiu ganhar luz em seus interesses. E está repensando.

Repensando
O deputado federal tem recebido um bombardeio de cobranças sobre sua ida para a disputa paralela que, se for consolidada, vai colocar em xeque uma projeto em favor do MDB, seu inimigo de urna.

Inimigo
Esperidião tem no MDB, e com razão, seu mordaz inimigo. Foi nesta sigla que, acima do fator histórico, teve duas derrotas para governo e prefeitura da capital. Diante disso, tem raciocinado para sensibilizar-se em se retirar do processo.

Testemunha
Pedro Bittencourt Neto esteve presente no telefonema que Raimundo Colombo teria feito a Amin no sentido de refletir sua guinada para a disputa, abandonando o acordo feito em agosto de 2017. Para tirar a dúvida de que é o maestro do estrago.

Barrichello
Bombardeado em todas as direções, o ex-governador buscou, neste telefonema, limpar a reconhecida fama conquistada de Judas que está expresso em suas atitudes de desconstrução. Quis, neste gesto tarde, reafirmar fidelidade.

Perdão
Para retornar ao céu de brigadeiro do PSD, Colombo não somente precisa ligar para Amin testemunhadamente, mas escancarar seu respeito pela coligação que nunca respeitou. Com um punhal e uma pena em cada mão, tornou-se desafeto preferido.

Sensibilização
Para ganhar a confiança perdida, Raimundo Colombo tem que fazer bem mais que um mero telefonema pré-ajustado com Amin. A lealdade que deveria demonstrar está bem abaixo do nível do mar. Se trazer Amin de volta, ainda fica devendo.

Ajustes
Se a ida de Ana Amélia Lemos para a chapa com Geraldo Alckmin pesar em SC, está feito o entendimento que Esperidião precisa para manter sua candidatura ao Governo. Terá que sensibilizar Paulo Bauer a repetir 1998 em repete cansativo.

Mesmice
Esperidião tem uma mente reconhecidamente inteligente, muito acima do normal, sabe que tem sido questionado de sua postura diante de uma coligação que fragiliza, muito, sua bancada estadual, tirando o sono daqueles já com mandato.

Retorno
Leodegar Tiscoski está repensando em voltar à disputa e assumir a candidatura abandonada por Jorge Boeira, que deseja ir ao Senado. No Sul, onde o partido tem muitas prefeituras, o ex-deputado está construindo seu retorno.

Força
Carlos Chiodini reuniu apenas lideranças com potencial de votos para uma janta de avaliação de seu projeto rumo à Brasília. O evento animou aos presentes dando um quadro do tamanho do traçado. Quem esteve lá entrou ciente e saiu convencido.

Lutador
Lucas Esmeraldino está se preparando fortemente ao Senado. Vereador em Tubarão, é aposta de Jair Bolsonaro em SC. O rapaz está animado como a primeira vez. E tem contado com apoios significativos. Dando certo ou não, é futuro.



Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro