Close Menu

Busque por Palavra Chave

Juventude do MDB de SC chama Meirelles; Fumaça branca entre Merisio e Amin; Deputado tucano se manifesta; A preocupação de Udo Döhler e o telhado de Paulo Afonso

Por: Weliton G. Lins
03/08/2018 19:42 - Atualizado em 03/08/2018 20:26

CHAMA O MEIRELLES

Catarinense Fernando Fernandes, tesoureiro da JMDB Nacional e secretário-adjunto da Juventude do MDB de Santa Catarina, esteve presente na Convenção Nacional do MDB, ontem em Brasília. Aproveitou o jantar oferecido aos convencionais para tirar uma foto com o agora, pré-candidato do partido à Presidência da República Henrique Meirelles.

FUMAÇA BRANCA

Uma semana depois de surpreender, e anunciar que seria candidato ao governo mais uma vez, Espiridião Amin voltou a ser o protagonista da política em Santa Catarina, nesta sexta-feira. Reunido com Gelson Merisio, Raimundo Colombo, João Paulo Kleinübing e Silvio Dreveck, o esposo de Angela Amin, ao que tudo indica, não será candidato ao governo, e sim ao Senado, tendo como companheiro, Raimundo Colombo. Dessa forma, Merisio atinge o objetivo que sempre teve, desde que planejou calculadamente, como seria sua candidatura ao Governo do Estado. O oestino, será o principal nome da ampla coligação que se formou.

MISSÃO CUMPRIDA

A primeira missão, ao qual Amin e Merisio se mostraram dispostos, foi cumprida. Permaneceram durante todo o processo, como a principal incógnita, das eleições desse ano, o que os ajudou a ficar em evidência o tempo todo. Com o ego inflado, no primeiro momento nenhum dos dois aceitou abrir mão. O entendimento do momento, passa pela persistência de Merisio, e a insegurança de Amin, pressão dos dois lados, Espiridião afrouxou.

DEPUTADO TUCANO SE MANIFESTA

O deputado federal Marco Tebaldi se manifestou na tarde desta sexta-feira a respeito da informação, que coloca liderados de Gelson Merisio, Espiridião Amin e João Paulo Kleinübing juntos. Numa mensagem enviada a tucanos de todo o estado, o deputado diz o seguinte:

"Esta informação que o Espiridão Amin desistiu da candidatura ao governo e vai para o Senado para apoiar o Gelson Merísio, é a melhor das notícias para nós Tucanos. A maior parte dos votos do Amin vão migrar para o Paulo Bauer. Com certeza estaremos no segundo turno, e aí, dificilmente perdemos esta eleição. Vamos ficar firmes. Não vamos afrouxar.

Sugestão de chapa:

Governador: PAULO BAUER - representando o NORTE.

Vice: Beto Martins - representando o SUL.

Senador 1: Napoleão - representando o Vale do Itajaí.

Senador 2: M. Vieira Vieira ou L. Pavan - representando o litoral e o Oeste.

Ainda temos o senador Dalírio, a Geovania, o Doia, o Vicente, o Venzon... e se precisarem podem contar comigo. Pois o projeto mais importante para o PSDB é ganharmos o governo de SC.

Lógico. Junto com Alckmin presidente.

Um forte abraço a todos. Dep. Tebaldi.”

A PREOCUPAÇÃO DE UDO

Prefeito de Joinville e responsável por cuidar do Executivo da maior cidade do Estado, o prefeito Udo Döhler está é mesmo preocupado com o Legislativo. A informação de que o ex-vereador, e atual suplente, João Carlos Gonçalves assumiria uma cadeira na Câmara de Vereadores, após o vereador e pré-candidato a deputado federal, Richard Harisson, se licenciar por 60 dias, deixou algumas pessoas da política joinvilense, preocupadas. O colunista conversou com Richard Harisson, que confirmou que iria se ausentar do Legislativo, para buscar uma cadeira na Câmara federal, e que João Carlos entraria no seu lugar. Acontece que essa semana, o jornalista Jefferson Saavedra, disse que é zero a chance de João Carlos voltar a Câmara de Vereadores, isso porque Richard Harisson não irá renunciar. Nos corredores da prefeitura e da câmara, a informação é de que Udo colocou o dedo. A amigos próximos, João Carlos disse que Udo está sendo ingrato, com quem o ajudou a se eleger. Lembrou de Luiz Henrique da Silveira, que foi quem o chamou para apresentar o programa eleitoral, do atual prefeito joinvilense, que no segundo mandato, administra a maior cidade do estado.

ALIANÇA IMPROVÁVEL

Desejada por emedebistas de todos os cantos do estado, a aliança entre o PSDB e o PMDB, é improvável. Mesmo depois de várias tentavias para unir tucanos e emedebistas, é muito difícil que os dois partidos estejam juntos. Mauro Mariani não abre mão da cabeça de chapa, Paulo Bauer também não. Os dois partidos lançaram essa semana seus presidenciáveis, o que fará, com que cada um, tenha que garantir palanque presidencial no estado. Os tucanos estarão reunidos na manhã de domingo, para decidir de vez, qual caminho irão seguir. Já o PMDB, tem convenção marcada para este sábado, também para decidir, qual será seu futuro nestas eleições. Apoio de um para o outro, apenas no segundo turno.

O TELHADO DE PAULO AFONSO

Começou a circular nas redes sociais na tarde dessa sexta-feira, um vídeo onde o ex-governador Paulo Afonso, que busca a indicação para ser o nome do PMDB ao senado, nas eleições deste ano, é ridicularizado. Emedebistas de todo o estado relataram receber o conteúdo, o que preocupou a assessoria do ex-governador. Prestes a disputar a indicação ao senado, na convenção emedebista, o telhado de Paulo Afonso, tem sido alvo.




Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro