Close Menu

Busque por Palavra Chave

A DOR DE UMA PAIXÃO

Esporte de Xaxim lamenta tragédia com a Chape

Profissionais destacam exemplo de superação deixado pelo clube
Por: Felipe Giachini
30/11/2016 11:26 - Atualizado em 01/12/2016 16:34

Xaxim - Sensibilizados com amigos, familiares e torcedores da Associação Chapecoense de Futebol (ACF), que na madrugada de ontem (29) trouxe tristeza e comoção ao se envolver em um trágico acidente aéreo na Colômbia, quando seguia rumo à Bolívia, onde hoje disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. No voo, além dos nove tripulantes, 72 passageiros, entre jogadores, diretoria e jornalistas, carregavam consigo o sonho de um título inédito.

O clube que começou a ganhar destaque em âmbito nacional após a classificação para a série A do Campeonato Brasileiro, exaltou os ânimos dos torcedores que eram multiplicados a cada partida. A trajetória de luta do clube para se consolidar nacionalmente é reconhecida por todos, que não pouparam as cordas vocais a cada grito impulsionado a cada lance nas disputas pelo País.

Em Santa Catarina, desde sua fundação, em 1973, a Chape já chegou a dez finais do Campeonato Catarinense, conquistando cinco títulos, inclusive o deste ano. Venceu duas vezes a Taça Santa Catarina e uma vez a Copa Santa Catarina. A nível nacional, o clube ficou em terceiro lugar na série D, em 2009, e também na série C, 2012; em 2º na série B, de 2013, o que garantiu a vaga na série A do ano seguinte. Ao conquistar o acesso à Copa Sul-Americana, o clube fez bonito e chegou à final. A trajetória do clube catarinense, sem dúvida aflorou o carinho e admiração do torcedor.

Diante da fatalidade, profissionais do Esporte em Xaxim se solidarizaram e demonstraram apoio à Chape, familiares, amigos e torcedores.

Eduardo Roncaglio, diretor do Departamento de Esportes e Lazer da Prefeitura de Xaxim

Foi uma grande perda para o esporte catarinense e para o Brasil. Não só por ser a Chapecoense aqui da nossa Chapecó, mas pela equipe ter muitos amigos e pessoas de Xaxim, que também estavam no acidente. A maior tristeza é essa, por ser um clube de amigos e colegas. Tudo foi muito ruim para o esporte não só na região, mas no Estado e em todo o Brasil. Foi uma perda muito grande e acredito que vai ser difícil a remontagem da equipe, pois tudo ficou abalado. Perdeu-se uma diretoria quase completa, uma equipe que sempre trabalhou bem para a consolidação do clube. É lamentável, não tem o que falar.

Rodrigo Ferretti, técnico da C.R.E. Xaxiense

Hoje essa notícia me pegou de surpresa. A gente fica comovido, consternado com o que aconteceu com o time da Chapecoense. É uma situação que com certeza ninguém gostaria de estar passando. A gente fica solidário às famílias, aos torcedores e à própria instituição, afinal isso caiu como um baque. Nesse momento o que a gente pode fazer é deixar nossos votos de solidariedade, nossos pêsames e torcer para que a Chapecoense consiga se reerguer depois desse fato trágico.

Roque Sartori, capitão da C.R.E. Xaxiense

Não dá para acreditar no que está acontecendo. Acordar de manhã e receber uma notícia dessas de uma equipe, seja ela qual for, que sofre um acidente aéreo é muito chocante e nos comove com certeza, ainda mais sendo vizinhos à nossa cidade. O País e o mundo estão abalados com isso e nós ainda mais, por ser na nossa região, e uma cidade que conquistou o respeito Brasil afora. Da mesma forma que conquistou, sofre um tremendo abalo. É uma situação complicada, porque uma tragédia dessas interrompe a vida de atletas, interrompe carreiras que teriam muito a crescer. A Chape passou de uma equipe em ascensão para um noticiário de tragédia, uma explosão de sentimentos que passa da euforia para um sentimento de muita tristeza.

Avelani dos Reis, coordenador da escolinha S.E.R.C. Guarany

Para nós é bem triste porque a gente vive no mundo do esporte e trabalha dia a dia com isso, inclusive com crianças. Era um sonho dos atletas, de conquistar algo em que eles estavam no caminho certo, no último degrau para conseguir, mas infelizmente a gente não escolhe o dia nem a hora. Só o Pai lá de cima sabe o momento certo de cada um. Isso mexe com todos, principalmente dentro do esporte, em qualquer modalidade esportiva. Até então a Chape era um exemplo para as crianças e adolescentes, pois ela ajudou a formar vários polos de aprendizagem desses jovens na nossa região e sem dúvida servia de inspiração para essas crianças, assim como os alunos do Guarany, que estão começando no esporte e que tinham os jogadores da Chape como ídolos.

Rodrigo Brunetto, jogador do S.E.R.C. Guarany e do E. C. Fazendinha Farina

Pra nós que convivemos no meio esportivo, seja jogando ou apenas como torcedor, o sentimento é de dor e tristeza. É o mesmo sentimento de perder um familiar, pois o amor que a gente nutre pelo esporte se equipara ao mesmo amor que sentimos por nossos familiares. Sem sombra de dúvidas a Chapecoense representa uma inspiração aos atletas, inclusive amadores, pois é um time que passou por várias dificuldades financeiras e não tinha nem condições de competir a nível estadual, mas ganhou espaço na elite do futebol nacional após conquistar vários títulos. Certamente este seria o nosso primeiro título internacional. Isso serve de inspiração não somente para o esporte, mas para nossas vidas, pois a Chape nos mostrou que precisamos lutar e ter persistência para se chegar à glória.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Fiesc Setembro
Zagonel
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro