Close Menu

Busque por Palavra Chave

Tucanos revoltados; A paciência de Mauro Mariani; A vez do oeste; A geografia política

Por: Weliton G. Lins
06/08/2018 10:16 - Atualizado em 06/08/2018 10:16

TUCANOS REVOLTADOS

O resultado das conversas, reuniões, articulações, que aconteceram durante todo o final de semana, trouxe alguns desfechos que até certo ponto pareciam difíceis de se concretizar. Depois de realizar uma mega convenção para mais de três mil pessoas, no último domingo, em Joinville, o PSDB, que tinha em Paulo Bauer seu candidato a governador, recuou, e resolveu se aliar ao MDB, antigo aliado, com o qual novamente estará junto. Acontece que, na base tucana, a informação não foi bem recebida, o que gerou revolta entre lideranças do partido em todo o Estado, principalmente, no Norte de Santa Catarina, reduto do senador Paulo Bauer.

REVOLTA NO NINHO

O presidente do PSDB de Joinville e candidato a deputado estadual, Odir Nunes, foi um dos primeiros a se manifestar. “Sempre falei para os nossos correligionários, é melhor ser sardinha, do que rabo de baleia, ainda mais com o MDB. Eu não servirei como boi de piranha.”

O OUTRO LADO DO MAR

Do outro lado do mar, como que se esperassem por um milagre, emedebistas esperavam ansiosos o acerto com o PSDB. Valeu a pena esperar, depois de muita insistência, pressão, e até influência de presidenciável, os tucanos declinaram e se aliaram ao MDB para disputar o Governo do Estado. Final feliz para o manda brasa, que monta uma chapa competitiva, contando ainda com o PR, representado por Jorginho Mello, e o PPS, na figura de Carmen Zanotto, mesmo que não seja a vice de Mauro Mariani.

A FORÇA DO OESTE

Bem representado nas eleições deste ano, o Oeste catarinense terá o protagonismo que merece. A região não sabe o que é ter um governador, e deseja ter um, e vê em Gelson Merisio, candidato do PSD, essa realização. Mas não é somente ele, que representará o interior do Estado, nesse processo eleitoral. O PT, liderado por Décio Lima, resolveu chamar o ex-prefeito de São Domingos, para ser o nome de vice-governador, e dessa forma contemplar a região.

A GEOGRAFIA NECESSÁRIA

Para vencer uma eleição estadual é essencial contemplar todas as regiões do Estado, e as duas principais candidaturas buscaram fazer isso. A chapa liderada pelo MDB terá Mauro Mariani, do Norte; Napoleão Bernardes, do Vale do Itajaí; Jorginho Mello, da região Oeste e Paulo Bauer do Norte outra vez. Faltou o Sul, a Serra, e a Grande Florianópolis. Já a chapa liderada pelo PSD terá Gelson Merisio, do Oeste; João Paulo Kleinübing, do Vale do Itajaí, Esperidião Amin, da Grande Florianópolis e Raimundo Colombo da Serra. Faltou o Sul e o Norte.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro