Close Menu

Busque por Palavra Chave

A volta dos que não foram; Polarização na política catarinense; A terceira via

Por: Weliton G. Lins
10/08/2018 14:23 - Atualizado em 10/08/2018 14:23

A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM

O processo eleitoral ainda não terminou, mas já entra pra história como um dos mais surpreendentes do tempo recente da política de Santa Catarina. Marcada pela volta dos que não foram, a corrida eleitoral no Estado está tendo as suas particularidades. Quem ensaiou a candidatura, apresentou, dialogou, mas não voou, torna-se o destaque do processo, até aqui, leia-se Espiridião Amin e Paulo Bauer.

NOMES DE PESO

Outros nomes de peso da política catarinense, também ameaçaram se lançar, se jogar, alçar voos maiores, mas recuaram, recolhendo as asas, encolheram, caso do prefeito de Joinville Udo Döhler e do atual governador do Estado Eduardo Pinho Moreira. Udo possuía o recall de ser prefeito da maior cidade do estado, querido e amado pela FIESC, abraçado pela classe empresarial catarinense, mas o que buscou, não conseguiu concretizar, ser o nome de consenso dentro do partido. Ungido pelas mãos de Luiz Henrique da Silveira para ser prefeito de Joinville, pensou que isso seria o suficiente para ocupar o lugar do outro ungido, Mauro Mariani, e ser o nome do partido na disputa, enganou-se. Eduardo Pinho Moreira, vice-governador, ex-deputado, ex-presidente do MDB, grande líder do manda brasa, muito querido pela militância, levou até onde pôde a sua candidatura, na queda de braço, Mauro Mariani venceu.

Mais uma vez teremos uma eleição polarizada no estado. Isso pode se afirmar, pelo fato de que Mauro Mariani e Gelson Merisio conseguiram trazer consigo o maior número de partidos, o maior número de aliados, dividirão o centro do palco.

Apontado como a terceira via do processo eleitoral no estado, o Partido dos Trabalhadores aposta no discurso de renovação, dizem que MDB e PSD são farinha do mesmo saco, e já administram o Estado há muito tempo. Décio Lima é o nome, com um vice do Oeste, tentam dividir os votos de Gelson Merisio, com um cabeça de chapa de Blumenau, tentam enfraquecer Mauro Mariani, que tem em Napoleão Bernardes o nome do maior colégio eleitoral do estado.

PRIMEIRO DEBATE

Amanhã, os principais candidatos ao governo do Estado estarão frente a frente pela primeira vez, para debater os principais projetos e as apresentar as principais propostas para o futuro de Santa Catarina. Reunidos em Criciúma, apresentarão em uma rádio da cidade, o que pretendem fazer caso assumam o governo.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro