Close Menu

Busque por Palavra Chave

Guarujá - SP - Mobile

Na Essência | Quando as pessoas começam a ser iguais

Por: Júnior Chisté
13/08/2018 10:09

Sim, vivemos em grupos, aliás, a própria Psicologia, os últimos estudos no mundo inteiro comprovadamente diz isso, que quanto mais você se socializar e conseguir ser empático nos dias de hoje, melhor você viverá.

Há pessoas, porém, que possuem algo de muito relevante em suas vidas, em suas essências, em suas origens. Pessoas que são socialmente estáveis, que possuem um alto grau de comunicação e que decididamente sabem escolher onde estar, com quem estar e por que devem estar. Mas há também aquelas pessoas que são muito facilmente deixadas se levar, persuadidas tão facilmente por algumas pessoas e lá se vão todas as suas características. Pessoas que até ontem exatamente abominavam determinados locais e hoje estão lá rindo e evidente são risos momentâneos, são momentos que passaram logo, como um efeito placebo, porque no outro dia a realidade muda, o horário do trabalho será o mesmo, os colegas da empresa, a família, os obstáculos, tudo mais....

Mas evidente os jovens de hoje optam por terem e se darem esses prazeres. Mesmo que passem a semana inteira se programando, pensando na roupa, no calçado, nas entradas, na hora, em como irão com seus cabelos. Costumo dizer que tudo é um fluxo e que sim, é bacana passar por essas experiências, haverão como qualquer outros eventos, momentos bons e ruins, momentos enfadonhos e momentos inesquecíveis.

O que não se pode deixar de ser é o que se quer ser verdadeiramente. Se esconder. Seja você realmente o que na verdade sempre quis ser e não o que os outros quiseram que você fosse. Eis a questão. Tenho certeza que só assim as pessoas ficarão muito mais felizes e libertas de você verdadeiramente, pois estarão na mais repleta paz por ver que você finalmente encontrou o seu verdadeiro caminho, sua verdadeira essência, sua verdadeira felicidade, ou seja, de estar ao lado de suas grandes companhias, seus copos, bebidas, baladas, conhecendo em todos os finais de semana pessoas novas e incrementando seu WhatsApp e suas redes sociais, afinal o cardápio da vida e o rodízio tem que ser implementando não é verdade?

Infelizmente, poucas dessas pessoas continuam com o mesmo interesse que possuíam em suas carreiras, e logicamente em tudo mais, pois se torna um fator lógico. Se está desprendendo-se de tempo para fatores que antes não cabia em sua vida.

É como aquela mãe e aquele pai que se depara com seu filho ou filha de 16, 17 anos que pede pela primeira vez para ir em uma balada ou festa qualquer. Começa aí o verdadeiro corte umbilical, começa aí uma nova trajetória de conquistas, de olhares, de novas experiências que talvez não cessarão jamais.

O bom seria que essas pessoas conseguissem gerenciar quem são na verdade, poucos conseguem e se tornam iguais a todos e todas outras.

Eu contínuo e sigo acreditando em pessoas EXTRAORDINÁRIAS, essas me tiram o fôlego!


Alesc - Outubro - Mobile
Fiesc Outubro - Mobile
Zagonel - Outubro - Mobile
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro