Close Menu

Busque por Palavra Chave

Li, Vi e Ouvi | Ética, hip hop e barulho

Por: João Lamarque de Almeida
04/09/2018 10:53 - Atualizado em 01/07/2020 11:11

O Lugar da Ética

Para o cuidado com a ética, vale demais algo que Corpo de Bombeiros sempre costuma alertar: “nenhum incêndio começa grande”. É sempre uma pequena faísca que dá início a tudo. No terreno da ética, é a mesma coisa. A delinquência do cotidiano, isto é, pequenos atos individuais, aparentemente inofensivos, provocam a devastação. Parar o carro em fila dupla, esquecer-se do candidato, em quem votou para o deputado., não pedir nota fiscal, deixar a água escorrer enquanto se ensaboa no chuveiro, permitir que os alimentos se estraguem por preguiça de guarda-los a tempo, aceitar diminuição do custo de um serviço, em troca da não emissão do recibo, e piadas racistas. É preciso apagar esses “focos de incêndio”, que queimam nossa decência.

Esqueça o ballet

Em vez do ballet, um estudo da Universidade da Califórnia sugere que os pais matriculem os filhos em aulas de hip hop. Isso porque o Departamento de Saúde dos Estados Unidos recomenda que os jovens pratiquem uma hora de atividade física ou vigorosa por dia, as meninas costumam ficar abaixo disso.

Coisas da alma

Construir dignidade é uma tarefa intransferível e urgente. Quem constrói uma trajetória assinalada pela bondade e justiça, torna-se importante para si e para os outros. A alma precisa de uma atenção e de um espaço maior do que o ego. Cultivar a alma é garantir o melhor retorno: a felicidade.

Evite o barulho

Estudo publicado na área de Medicina mostra que moradores de Estocolmo, na Suécia, expostos regularmente ao ruído de trens, ônibus e aviões tiveram um aumento de 25% na linha de cintura. O estudo foi realizado entre 2002 e 2006, com mais de 5 mil residências.

Pensamento

E sempre leve a carga que se suporta com paciência.

- Ovídio


Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro