Close Menu

Busque por Palavra Chave

O atentado a Bolsonaro; A memória de Eduardo Campos; Segundo turno; Democracia em risco

Por: Weliton G. Lins
10/09/2018 10:02

Radicalização extrema

Depois do atentado, sofrido por Jair Messias Bolsonaro, na última quinta-feira, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais, o temor pela radicalização voltou. O processo eleitoral desse ano, até que estava tranquilo, se considerarmos o respeito entre os presidenciáveis, e a forma como os partidos estavam se comportando até aqui.

Atentado à democracia

Poderia ser qualquer um, mas foi Bolsonaro. Um atentado que já entrou pra história da política brasileira, e logo fez vir a memória, a morte de outro presidenciável, que bem cotado em 2014, também foi alvo de algo ainda não explicado.

A memória de Eduardo Campos

Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, voltou a ser lembrado, depois do que aconteceu na tarde da última quinta-feira com Bolsonaro. Eduardo vítima de uma queda de avião, Bolsonaro vítima de uma faca, que enfiada em seu tórax por um da multidão que seguia a caminhada do presidenciável, quase matou o sonho de muitos que querem votar 17.

Segundo turno

Há quem diga, que Bolsonaro já está no segundo turno, que o episódio alavancou sua campanha, e que se tinha apenas alguns segundos na TV e no rádio, passou a ter 24 horas.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro