Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Debates Sociais | Nicolás Maduro e a abundância tapeando a fome

Por: Axe Schettini
21/09/2018 17:15

Presidente de uma nação que passa por difíceis e tristes problemas sociais, Nicolás Maduro esteve saboreando, nesta semana, um prato preparado pelo chef Salt Bae, durante rápida passagem pela Turquia. Pelo ponto de vista em ser um chefe de Estado, tudo bem, mas o problema em questão é rir da cara do povo venezuelano que, diariamente, atravessa as fronteiras do país latino-americano em busca de uma melhor qualidade de vida.

Deliciando-se com costelas de cordeiro e bons charutos, o sucessor de Hugo Chávez afunila-se no caminho rumo à intervenção militar que está sendo articulada e noticiada há alguns dias. De olho na rica quantidade de petróleo venezuelano, as nações mais poderosas retaliam, de várias formas, o Governo Maduro para que, de alguma maneira, conceda o tão desejável ouro negro.

A questão da dificuldade venezuelana é apenas e tão somente o petróleo. Acontece o mesmo nos países do oriente médio, onde a guerra é muito maior que algum contra ataque de alguma potência mundial. A antes grandiosa Venezuela, aos poucos, transforma-se em caos e farelo.

Mas nada, em hipótese alguma, pode servir de argumento para o presidente da Venezuela. Ele deveria, como ser humano, pedir desculpas aos cidadãos que agonizam na fome e miséria. Sua passagem pelo Nusr-Et, em Istambul, deve ser uma das suas últimas refeições internacionais como chefe do Executivo, pois como bem explanou o embaixador da Venezuela nos EUA, Francisco Santos, o país se transformou numa bomba prestes a explodir.


Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro