Close Menu

Busque por Palavra Chave

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

Programa Guardião Maria da Penha ampara mulheres chapecoenses

Por: LÊ NOTÍCIAS
08/12/2016 10:54 - Atualizado em 08/12/2016 10:55
Membros do Programa e vereadores chapecoenses explanaram ações (Foto: Câmara de Chapecó) Membros do Programa e vereadores chapecoenses explanaram ações (Foto: Câmara de Chapecó)

Chapecó/SC – Desde o início de novembro, o Programa Guardião Maria da Penha foi implantado no município de Chapecó, atuando na segurança das mulheres que sofreram algum tipo de violência e estão amparadas por medidas protetivas. A partir de requerimento apresentado pelo vereador Neuri Mantelli, e aprovado por unanimidade pelos demais edis, o Poder Legislativo de Chapecó recebeu, na tarde de segunda-feira, (05), a Sargento Cristiana Teles e a Soldado Dayse Mascarello, representantes do Programa Guardião Maria da Penha, implantado no 2º Batalhão da Polícia Militar de Chapecó (BPM). As convidadas explanaram acerca do serviço realizado pela BPM, através desse Programa. Também esteve presente, o Major Ademir Bacarollo.

O objetivo do serviço é realizar o acompanhamento tanto das vítimas que receberam medida protetiva quanto dos agressores. “O Programa funciona da seguinte forma: o juizado de violência doméstica relata ao BPM acerca das medidas protetivas que forem efetivadas. Após este aviso, os policiais “guardiões”, entram em contato com a vítima, realizam seu cadastro e fazem o acompanhamento”, explica Dayse.

NECESSIDADE INCONTESTÁVEL

A demanda de atendimento, desde a implantação do Programa, é significativa. “Recebemos o relatório de 80 medidas protetivas registradas e temos 27 cadastradas. Também já realizamos uma detenção por descumprimento”, assinala Cristiana. Ainda, as policiais divulgaram o número do telefone disponível para o caso de emergência - (49) 99990 2929 – e, também, o 190, número de urgência da Polícia Militar. Em sua fala, Cristiana destaca a importância do registro de boletim de ocorrência, no caso de agressão. “É muito importante que a vítima entre em contato conosco e faça o registro da ocorrência. Esse ato agiliza o processo para obter a medida protetiva”, destaca.

Muitas mulheres são vítimas de agressões, tanto físicas quanto psicológicas. Porém, têm medo de fazer a denúncia ou, até mesmo, são dependentes financeiramente dos agressores e temem pelo seu sustento e dos filhos. “Em Chapecó, temos uma Casa que abriga essas vítimas, na qual elas encontram um acolhimento inicial até que possam se reestruturar”, afirma a sargento.

De acordo com Neuri Mantelli, esse Programa é um grande passo para garantir a segurança das vítimas de violência. “Sem dúvidas, fizemos um importante avanço na área de Segurança Pública do Município. Batalhamos, junto ao Poder Judiciário, Ministério Público e as Polícias Militar e Civil, para que essas mulheres contassem com esse amparo. Agradeço a todos os envolvidos nesse Programa e colocamos o Poder Legislativo à disposição de todos”, finaliza o vereador.


Outras Notícias
Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro