Close Menu

Busque por Palavra Chave

Gelson Merisio mexe no tabuleiro; MDB fica com Meirelles; A reação do posicionamento; Rumo das mulheres; Adrianinho do PT no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
28/09/2018 09:35

Recado e posicionamento

As notas do PSL e PCdoB, principalmente este que é vice na chapa de Fernando Haddad, não vai alterar a relação dentro da chapa. Como é a força das mulheres que vai definir o presidente da República, a manutenção do PCdoB apoiando Gelson Merisio é a sinalização para que, no segundo turno, embora apoiando Jair Bolsonaro, serão os porta-vozes do candidato a governador do PSD. O jogo eleitoral agora será feito no termômetro do posicionamento. Longe, e agora distanciando-se, Décio Lima já aguardava o posicionamento de Gelson Merisio. Sabia que a isenção nacional sempre foi uma fantasia. O parceiro de chapa de João Paulo Kleinübing sabe que, aproximando-se aos opositores lulistas, atrai muito mais. Se fez isso é porque sabe dos riscos e o que está fazendo. Cabe ao MDB descobrir o Calcanhar de Aquiles.


Como você observa a democracia brasileira?

A nossa democracia está em risco. Está recebendo um duro golpe nos últimos anos, inclusive com alguns movimentos que até mesmo pedem a volta da ditadura militar. Agora é tempo de mantermos a vigilância e a luta constante pela defesa da democracia. As eleições de 2018 serão o divisor de águas. Não podemos aceitar projetos e candidatos que, pela via democrática e fragilidade da conjuntura atual, implantem um modelo antidemocrático de governo. Para fortalecermos a democracia precisamos nos afastar do autoritarismo e de propostas assim, por isso estamos juntos, nos colocando à disposição para fortalecer um programa e projeto coletivo e democrático para que o Brasil volte a ser feliz.

Quais são os principais sonhos do cidadão para a próxima década?

Eu tenho rodado por todo o Estado de Santa Catarina. Ser candidato é uma experiência incrível de escuta e diálogo com as pessoas, isso fez com que eu pudesse conhecer melhor os anseios e sonhos do povo catarinense. O sonho da mãe e do pai, que acordam às 5h da manhã e retornam para casa apenas à noite, é voltar a ter a chance de conquistar a casa própria. É ver os seus filhos crescerem com dignidade e condições de entrarem e permanecerem em uma universidade e também possam ser doutores. A juventude sonha em ter educação de qualidade, uma boa profissão, um bom emprego e também espaços onde possa se divertir de maneira saudável e com segurança. As famílias agricultoras sonham em ter incentivo e condições de permanecerem no campo, com acesso à informação e meios para que possam produzir e comercializar e assim tirarem seu sustento. A maioria das pessoas sonha em uma vida melhor para sua família e para todos, e com esse sentimento de coletividade acreditamos que é possível recolocar o Brasil no caminho certo, no caminho do desenvolvimento sustentável, da solidariedade e de oportunidade para todos os brasileiros e brasileiras. Juntos e juntas vamos fazer o Brasil voltar a ser feliz.





Pavor

Os próximos do candidato a governador do PSD, sem entender a lógica, passaram todo o dia de ontem buscando compreender porque, naquele momento, Gelson Merisio tomou posicionamento em favor do presidenciável do PSL.

Lógica

Através de números internos, bem longe dos mortais que buscam entender o procedimento, Gelson Merisio seguiu a linha que a leitura interna lhe conferiu. Não tomou nenhuma atitude fora de sua estratégia. Agora é esperar os resultados.

Caminhos

Quando o MDB buscou, via Rogério Peninha Mendonça, se aproximar do candidato líder das pesquisas presidenciais, a intenção era que os ulyssistas ocupassem o espaço de Carlos Moisés, assumindo-se como candidato a governador de Bolsonaro.

Efeito

O bombeiro do PSL está subindo nas pesquisas e a leitura interna era de que, se não fosse tumultuado o processo, confundindo quem é quem na corrida presidencial, Carlos Moisés estaria capitalizando, subindo nas intenções de votos. Tirou o rumo.


Pois

Como Eduardo Moreira depositou apoio a Geraldo Alckmin, em decadência, e o candidato a governador ulyssista a Henrique Meirelles, Gelson Merisio correu para um processo que, olhado apenas no 2º turno, foi antecipado.

Antecipação

À medida que disse em quem vai votar, Gelson Merisio impede que o MDB faça o mesmo. Ariscada a jogada, afastou de vez o PT de um possível apoio branco no 2º turno. Como em política a palavra somar é a porta da vitória, deve ter o traçado.

Baixo

Quando Mauro Mariani afirma que vai de Henrique Meirelles, ele tenta mandar um recado ao PT de que o seu adversário no plano nacional é Gelson Merisio. Se ele não pode dar voto a Fernando Haddad agora, ao menos segura intenções.

Intenções

O rumo que Mauro Mariani vai tomar no 2º turno, seria o de manter o silêncio de apoio para buscar luz petista em suas intenções. Como o PSDB está em sua chapa e quer ver o PT perder para Bolsonaro, os petistas deverão seguir só.

Reclamação

Carlos Moisés emitiu uma Nota Oficial que, embora tenha buscado dizer, não falou absolutamente nada. Reclamando ser ele o nome do Bolsonaro em SC, reivindica a individualidade. Descapitalizando votos, quer o terreno.

Óbvio

A Nota Oficial do PCdoB segue a direção de afinação com o projeto de Gelson Merisio, reclamando do posicionamento de seu líder. O acerto antes das convenções, buscando na direita, apoio à esquerda, é um processo longe de entendimento.

Correção

Se o PCdoB, vice na chapa de Fernando Haddad, segundo colocado na pesquisa nacional, tem chances reais de ir para o 2º turno, vencer é outra situação. MDB e PSD, agora ou depois, terão que tomar posição. GM fez sua estratégia.

Consequências

Ao abraçar Jair Bolsonaro, já desenhado nas manifestações de vários prefeitos ligados à sua liderança, mostra que a declaração feita tem perdas e ganhos. O peso desta balança será nos próximos dias. Se subir, deu certo. Se cair, são as mulheres.



Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro