Close Menu

Busque por Palavra Chave

Ainda o efeito declaração de Merisio; Carlos Moisés e a sombra; Irio Grolli questiona bens de Merisio; A Amai na Educação; Carmen Zanotto no Duas Perguntas

Por: Marcos Schettini
29/09/2018 12:07 - Atualizado em 29/09/2018 12:30

Educação que gera cidadania

Ao comemorar 40 anos de formação colegiada, a Associação dos Municípios do Alto Irani, em conjunto com a Fecam e UFSC, elaborou um projeto inteligente de envolvimento dos estudantes municipais como forma de conhecer o passado, presente e futuro no que diz respeito às conquistas regionais, turismo, entrosamento com o meio ambiente e tecnologia. Games, com entretenimentos de alto valor instrutivo e competitivo, serão utilizados para fortalecer o conhecimento, vigorar a cidadania e formação no campo da tecnologia. O interesse deve ser levado às redes de educação do Estado para o mesmo fim. A secretária-executiva Ingrid Piovesan, com o prefeito de Marema, Adilson Barella, e professores universitários, que elaboram o projeto, caminham no rumo ideal para mudar o Brasil. Não há outra certeza que a Educação para fortalecer a cidadania e levar o país para luz do conhecimento. O que se vê, entre a polarização política presidencial, já é o bastante para se saber disso.


Quais são as maiores dificuldades para pedir voto ao cidadão?

Não vejo dificuldade em pedir voto, sou bem acolhida. No entanto, a campanha é mais curta e com muitas limitações legais na forma de divulgação da candidatura. O que estamos vivendo é um descontentamento geral com a situação política do nosso país. Nosso desafio é enfrentar essa barreira e mostrar que existem políticos preocupados com o bem comum. Destacar o nosso empenho em representar os anseios da sociedade, trabalhando para avançamos na elaboração de projetos que melhoram a vida das pessoas e na efetivação dos direitos e das políticas públicas já existentes. E que esta ação fortaleça o poder político responsável pelas grandes mudanças que o Brasil precisa.

Seu mandado foi baseado em quais áreas em favor de SC?

Minha principal área de atuação na Câmara Federal é a Saúde. Como, por exemplo, a Lei dos 60 Dias, que garante aos pacientes com câncer iniciarem o seu tratamento em até 60 dias após o diagnóstico, que está permitindo novos serviços no Estado como a cirurgia do câncer e a quimioterapia de Rio do Sul e São Bento do Sul. O que resultou no Plano de Expansão da Radioterapia no país. Em Santa Catarina estão sendo instalados mais quatro aparelhos para Chapecó, Joaçaba, Itajaí e Tubarão. Desta forma, reduzindo o tempo de espera e as distâncias. Representando o Fórum Parlamentar Catarinense apoiamos a Secretaria de Estado da Saúde, secretarias municipais e hospitais no credenciamento de novos serviços para população catarinense junto ao Ministério da Saúde. Com este trabalho Santa Catarina passou a receber mais R$ 220 milhões/ano, destes valores R$ 100 milhões para habilitações de novos serviços, como AVC, cardiologia, oncologia, e ampliação de leitos em todas as regiões. Os outros R$ 120 milhões foram incorporados ao teto financeiro de Santa Catarina. Mesmo a saúde sendo prioridade, não descuidei das demais áreas, como infraestrutura, educação, agricultura e assistência social.


Rumo

Embora as manifestações de alguns dos partidos pró-Gelson Merisio em contrariar sua decisão de apoio a Jair Bolsonaro, ele segue na construção disso. O candidato do PSD trabalha na equação de resultados que, nas internas, dão-lhe rumo.

Real

Natural que as movimentações feitas ao redor do candidato Jair Bolsonaro deixem, inclusive, Carlos Moisés indignado. Mas não condiz com o interesse do presidenciável de buscar todas as forças para fortalecer seu nome na busca pelo poder.

Soma

Carlos Moisés, de olho em sua subida eleitoral, inclusive ganhando força nesta reta final, não aceita que Gelson Merisio assuma seu candidato a presidente. O bombeiro quer capitalizar os votos e, vendo-se diminuído, grita. Não existe curral eleitoral.

Sombra

Ao contrário de se ver ameaçado pelo apoio a Jair Bolsonaro, o candidato a governador pelo PSL deveria buscar luz nesta declaração. Reclamando, mostra-se frágil. Não há o menor problema em ser de um partido e apoiar outro.

Porção

Como Geraldo Alckmin foi dividido em pedaços e jogado às feras, as declarações de Gelson Merisio pró-Bolsonaro é uma fração disso. O PSDB nacional, morto em Aécio Neves, criou este macabro banquete eleitoral visto nos Estados.

Também

A lealdade de Eduardo Pinho Moreira em fazer um vídeo de apoio a Geraldo Alckmin é um ato mais solidário que necessariamente político. A coligação que Mauro Mariani lidera, com o PSDB junto, é quem conduz, pelas alças, o corpo do tucano.

Visão

A calculadora eleitoral que Gelson Merisio tem no peito, são as causas do apoio ao candidato do PSL. Se na política oportunismo não é uma célula benigna de vitória, LHS ensinou errado quando, abandonando Serra, apoiou Lula da Silva.

Jogada

É durante o jogo que Gelson Merisio vê os gritos da torcida. Orientado pelo técnico Fábio Veiga, escutou. No segundo tempo, trocada a chuteira, está com a panturrilha protegida. Como quer agradar a maioria do estádio, abraçou.

Atrasado

Quando Mauro Mariani segura o palito Henrique Meirelles, fragiliza junto. Seja com o presidenciável do MDB ou do PSDB de Alckmin, contamina-se pelo cheiro que ambos exalam nas pesquisas. Merisio viu isso e antecipou apoio.

Melhorou

O resultado positivo de Marcos Braga no visual de Mauro Mariani já é sentido. O material melhorou fortemente e colocou um candidato a governador em simpatia com o eleitor. O marqueteiro anterior trabalhou pelo sucesso do adversário.

Ele

Irio Grolli é pivô de questionamentos sobre os bens de Gelson Merisio. O ex-juiz de Direito, agora aposentado e ligado ao MDB, colocou uma pedra no sapato do candidato a governador para, nesta reta final, dizer como enriqueceu.

Dossiês

Até o momento, os chamados documentos que tiram o sono dos candidatos para explicações aos eleitores, ainda não apareceram. Mas estão prontos. Provavelmente nesta semana, vão encher as redes sociais e caixas dos Correios.





Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro