Close Menu

Busque por Palavra Chave

Escola de Chapecó ensina reaproveitar óleo de cozinha para fazer sabão

Prefeitura de Chapecó A EBM Lajeado Veríssimo desenvolve projeto de produção de sabão a partir de óleo de cozinha, envolvendo cerca de 55 alunos A EBM Lajeado Veríssimo desenvolve projeto de produção de sabão a partir de óleo de cozinha, envolvendo cerca de 55 alunos

Nas últimas décadas vêm se intensificando as preocupações inerentes à temática ambiental e com isso as iniciativas dos vários setores da sociedade para o desenvolvimento de atividades e projetos com o intuito de educar as comunidades, procurando sensibilizá-las para as questões ambientais e mobilizá-las para a mudança de atitudes e a apropriação de posturas que possibilitem o equilíbrio ambiental.

O óleo vegetal é um item bastante utilizado na cozinha para preparação dos alimentos. Entretanto, nem sempre esse óleo recebe uma destinação correta após o uso. Aquela pequena quantidade restante de uma fritura pode acabar indo para o ralo da pia, contribuindo para impactos indesejáveis ao meio ambiente, além de entupir as tubulações e prejudicar o sistema de tratamento de água e esgotos. Um litro de óleo descartado de maneira incorreta é o suficiente para contaminar cerca de 20 mil litros de água.

Visando ensinar as crianças a destinar o óleo corretamente, surgiu um projeto para atender a necessidade da consciência de preservação do meio e de como reutilizar materiais de uso diário para auxiliar na limpeza de casa. Devido a relevância deste assunto, a Escola Básica Municipal Rodeio localizado na área rural de Chapeco, com as turmas multiseriadas de 04a 10 anos da disciplina de Educação Financeira e Sustentabilidade juntamente com a comunidade escolar, uniu-se para dar finalidade adequada ao óleo de cozinha, amenizando os danos ao meio ambiente. As crianças tiveram acesso ao processo de fabricação de sabão, bem como noções financeiras. Este projeto também conta com a participação da EBM Lajeado Veríssimo à localidade Lajeado Veríssimo com um número aproximado de 55 alunos.

Para a professora Malgarete Debastiani de Educação Financeira e Sustentabilidade, a falta de reutilização dos produtos poluidores se torna excessiva a cada dia, trazendo graves consequências para a sociedade. “É necessário que os alunos compreendam que pode ser feita a reutilização do óleo de cozinha por meio de reciclagem para que possam em ações, ajudar no sentido de minimizar a sua influência como agentes poluidores”, comentou.

A aluna Eduarda Jung, de 10 anos, gostou do projeto e aprimorou seus conhecimentos. “Achei bem legal esse projeto, pois aprendemos a não jogar o óleo em qualquer lugar e sim reutilizar ele. Já sabia fazer um tipo de sabão com a minha vó, mas esse é diferente, fica líquido”, explicou. Para a Secretária de Educação de Chapecó, Sandra Maria Galera, é importante a escola despertar a consciência ecológica em cada ser humano, oportunizando um conhecimento que permita uma mudança de comportamento. “Importante começar desde cedo a despertar a consciência ambiental, voltada à proteção do meio ambiente, pois eles são nossa esperança de um mundo melhor”, finalizou.

Outras Notícias
Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro