Close Menu

Busque por Palavra Chave

Convergência e inteligência

Por: LÊ NOTÍCIAS
14/12/2016 13:50

A divisão vivida pelos partidos antes identificados teve uma causa subliminar que, sabe-se, contou com objetivos particulares, nunca de projeto de poder. Antes afinado para este fim, juntando todos para a recuperação do que se dizia um município entregue a ninguém, todos visualizavam estarem juntos.

Mas como em política e em tudo na vida tem sempre aquele que, pensando ser mais esperto, imagina-se inteligente. Esperteza não é inteligência. Um não tem nada a ver com o outro conceito.

Esperteza é sinônimo de vulgaridade. Inteligência de capacidade de raciocínio, estrategismo, liderança do pensamento e outros adjetivos positivos que, ao contrário, a espertice imagina ter.

A campanha eleitoral começou ainda em 2004 quando, sabia-se, 32 anos de poder contínuo, o PMDB poderia, pela novidade e racha observados, perder o controle municipal. Estava amadurecido. A sociedade já não aceitava mais os mesmos no controle e mudou geral.

Do mesmo modo aconteceu agora. Com um diferencial que, em 2004 quando todos juntos, e contrariando quem, na chapa de 2016 estava presente, Lírio venceu. E tomou muito pau no governo. E mesmo assim, não tendo a maioria, acabou tendo o suficiente para governar.

Agora, com os derrotados que, em 2004 imaginava-se poder rachar o coletivo vencedor naquele ano, tirou o PP do grupo e construiu alternativa que, em sua espertice, observava-se vencedor e perdeu novamente como foi em 12 anos atrás.

Não foi somente Lírio Dagort que venceu, contou com um jovem inteligente que, no grupo antes pertencido, provocou sua chegada com êxito. Isso é inteligência e venceu porque é abnegado, capacitado, arrojado nas mexidas.

À toa não foi que, embora negado à sua relação com Carmen Zanotto, foi ela mesma quem, por sua amizade e inteligência, indicou a secretária de Saúde do futuro governo. Perdendo novamente, fica de vez a tese de terceira via enterrado e com eles, seus idealizadores espertos e não inteligentes. Estes últimos, sabendo que não dá para perder sempre, estão se ajeitando para voltar aos velhos tempos. Isso é inteligência.


Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro