Close Menu

Busque por Palavra Chave

DIA DO PROFESSOR

Acadêmicos da Unochapecó expressam admiração e respeito por docentes da instituição

Por: LÊ NOTÍCIAS
15/10/2018 16:03 - Atualizado em 15/10/2018 16:04
Unochapecó A estudante de Psicologia, Kaliandra Marta, tem o professor Edivaldo como uma de suas maiores inspirações A estudante de Psicologia, Kaliandra Marta, tem o professor Edivaldo como uma de suas maiores inspirações

Durante toda a vida, somos rodeados de pessoas que sempre têm algo a nos ensinar. Mas algumas delas vão além. Nos mostram caminhos, dão exemplos e fazem crescer. No ensino médio, minha professora favorita sempre foi a de Língua Portuguesa. Suas aulas eram um motivo para ir à escola, o que fortaleceu o meu gosto pelas palavras e teve influência na minha escolha pela graduação em Jornalismo na Unochapecó.

omo sempre temos algo a aprender, durante o meu curso tive contato com uma das minhas maiores inspirações na profissão, o professor Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira. Ele lecionou algumas matérias durante a minha graduação. Mas ouvir a sua avaliação do meu Projeto Experimental (PEX) foi um dos momentos mais satisfatórios da minha jornada acadêmica. Isso porque, ao longo do curso, além de todo seu conhecimento voltado ao texto jornalístico, ele conseguiu cativar a todos. Cobrou, ensinou e me inspirou a ser um profissional melhor.


Professor Hugo Gandolfi de Oliveira, do curso de Jornalismo da Unochapecó.


Nesta segunda-feira (15/10), quando comemoramos o Dia do Professor e do Técnico Administrativo, alguns estudantes da Unochapecó contam suas histórias de inspiração com professores que marcaram suas vidas. Assim como o professor Hugo foi importante na minha trajetória, para a estudante do curso de Psicologia, Kaliandra Marta, o professor Edivaldo José Bortoleto representa um novo ponto de vista da vida.

"Poderia falar de todos os meus professores, mas este é especial. Ele deu apenas uma disciplina, no início da graduação, mas me ensinou e fez pensar sobre várias coisas, não só sobre o meu curso, mas sobre a minha postura como pessoa no mundo. A psicologia sempre procura fazer muitas reflexões sobre o cotidiano e como nós, sujeitos, estamos vivendo. Mas o professor Edivaldo me ensinou que existem muito mais coisas envolvidas nestas relações", lembra.

Na primeira aula do professor para a turma da estudante, a impressão que predominou foi a admiração e receptividade. "Você olha pra ele e já se sente abraçado, esse é o perfil do professor. Independente de precisar ou não do abraço, ele acolhe sua dor e sua dúvida em sala de aula. Não importa quanto tempo você passe sem ver o professor. Por exemplo, durante a minha graduação eu fiquei dois anos sem ver ele e sempre me sentia acolhida quando o encontrava", explica.

"O PROFESSOR EU SONHO SER"

A disciplina que o professor lecionou para a turma de Kaliandra transpassou as paredes da sala de aula e trouxe lições para toda a vida pessoal e profissional. "Ele tem muitos cursos, alguns fora do Brasil, e é pós-doutor. Mas o maior ensinamento que ele nos passou foi de que não importa o título que você tem, não importa a pessoa que você é, se não tiver essência, princípios e valores, não é nada".

A estudante conta, também, que apesar de estudar psicologia e ter contato direto com pessoas, Edivaldo motivou ela a acreditar na sociedade. "Toda vez que eu precisar pensar em religião, cultura e como estamos vivendo enquanto sujeitos, eu sempre vou lembrar do ensinamento dele, de que todos somos iguais e temos coisas para contribuir, mas precisamos estar dispostos a compartilhar isso".

Quase completando a graduação, a estudante, que está no último período, teve um reencontro com o professor em sua banca de qualificação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). "Ele era membro da banca do meu TCC e fez muitas contribuições, tanto para o meu curso, como para minha vida. O meu trabalho foi sobre professores, pois, depois de me formar, pretendo ser professora. E se um dia eu precisar dizer quem é o meu exemplo e quem eu gostaria de ser como professora, vou falar com orgulho que eu gostaria muito de ser o professor Edivaldo", conclui.

"ÓTIMA PROFESSORA E EXEMPLO PARA MIM"

A busca que o professor Edivaldo faz para que os alunos também sejam protagonistas no processo de aprendizagem, é um dos pontos que faz o estudante Cássio Reis, do curso de Publicidade e Propaganda, ter a professora Dafne Reis Pedroso da Silva como uma de suas inspirações. Também em fase de término de curso, Cássio conta que neste ano, a relação com a professora foi ainda mais enriquecedora.

"A professora Dafne deu algumas matérias para minha turma durante o curso. Ela foi minha orientadora em um artigo e neste semestre também escolhi ela para ser minha orientadora do TCC. Até o momento em que tive a primeira aula com ela, não a conhecia, mas depois fui me identificando. Como suas disciplinas envolvem muita teoria, sempre fui muito bem. Desde o início, de alguma forma, ela me estimulou a desenvolver meu lado pessoal e profissional", destaca.

O pensamento crítico, segundo Cássio, é um dos pontos que a professora mais desperta nos estudantes. O que foi fundamental para admirar ela ainda mais. "Ela tenta fazer com que a gente tire a nossa lente e coloque a lente de outra pessoa ou de um grupo, para ressignificar questões e reelaborar tudo que temos enraizado dentro da gente. Nas aulas que tive com a Dafne isso fica muito claro, até porque as teorias da comunicação alimentam esse pensamento cognitivo da gente".

A graduação é apenas uma etapa, porém, uma etapa transformadora. E é graças aos professores que conseguimos passar por ela, nos tornando pessoas e profissionais melhores. "Eu sempre admirei muito a dedicação dela, o esforço que ela tem comigo. Para mim, sempre ficou muito claro o conteúdo das aulas, ela sempre nos estimulou a sair da caixinha. Entre os ensinamentos que vou levar para vida, é que a produção de conhecimento é muito importante. Quanto mais a gente conseguir se aproximar de conhecimentos de maneira geral, crescemos profissionalmente e isso nos enriquece enquanto pessoas", finaliza Cássio.


Professora Dafne Reis Pedroso da Silva, do curso de Publicidade e Propaganda da Unochapecó.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro