Close Menu

Busque por Palavra Chave

Na Essência | O golpe foi assimilado!

Por: Júnior Chisté
19/10/2018 10:16

Ontem, quinta-feira, estive em alguns municípios da região e falei com muitos prefeitos, vices e pessoas ligadas ao mundo das administrações públicas de diferentes partidos, pois como sou apolítico e a vida me ensinou a ser assim, graças ao contato com maus políticos que tive no passado não muito distante.

Todos, todos estão sendo unânimes em dizer, mesmo que jamais irão afirmar publicamente que tanto em nível de Brasil como em nível de estado, os pleitos estão praticamente decididos, a não ser que ocorra algo de extrema relevância nestes últimos dez dias de campanha eleitoral.

Vejam bem! O eleitorado, a maioria dele, e isso as próprias pesquisas dizem, no máximo cerca de 10 a 15% mudariam seu voto. Tanto na esfera federal como na estadual, presume-se que a diferença será maior do candidato vitorioso. Então, repito, somente uma tragédia para que os determinados candidatos que hoje estão à frente não podem se considerar já presidente e governador do Brasil e de Santa Catarina respectivamente. Quem são eles nos quais estou me referindo? Basta que você saias às ruas, veja a manifestação nas redes sociais e se pergunte por que Santa Catarina até agora oficialmente não teve nenhuma pesquisa divulgada no segundo turno?

É fácil virar uma eleição quando se trata de 3000, 5000, 10.000 votos, agora virar uma eleição quando se trata de 500.000 votos? 700.000 votos? Em uma semana? E mesmo correr-se o risco de "gastar subsídios" e mesmo assim morrer na praia? É melhor levantar a bandeira da paz, ver onde estão os melhores hotéis fazendas, viagens ao nordeste e já ir programando algumas viagens para esfriar a cabeça.

Sim, tive acesso a três pesquisas evidentemente de diferentes institutos e de diferentes partidos e a pedidos de diferentes "clientes". Pude sim ver o cenário nacional e estadual e posso lhes garantir que dificilmente o cenário vai se mudar. Consumado? Não! Até porque o jogo está sendo jogado ainda e ele terminado somente às 17h do dia 28 de outubro de 2018.

Não sou nem um adivinho, muito menos acredito em milagres ou lago parecido. Gosto da informação fidedigna e lhes garanto que percebo de longe a preocupação de alguns setores da política catarinense e com toda a razão, os números estão lhe dizendo que o território está sob ameaça e qualquer passo que derem pode ser explosivo.

Como já escrevi, de agora em diante, campanha eleitoral será assim. O eleitoral se informará, vai querer saber quem será o candidato, o que fez no passado, no que está envolvido, se é que pode confiar piamente em todos os sentidos, se realmente tal candidato lhe passa confiança. Chega de lhe dar vale combustível, migalhas. O povo se cansou das velhas práticas e da velha politicagem.

A partir de 1º de janeiro que nasça com uma nova esperança no céu azul do Brasil junto um novo recomeçar repleto de justiça, disciplina, idoneidade e austeridade.

Ordem e progresso a todos!


Alesc - Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro