Close Menu

Busque por Palavra Chave

Na Essência | Perguntas: elas nos fazem pensar!

Por: Júnior Chisté
12/11/2018 09:41 - Atualizado em 12/11/2018 09:44

Continuo com perguntas pertinentes, que sempre nos trarão algo de novo para o nosso mundo, para nossa vida: se alguém lhe perguntar “você mudaria algo em você?”, qual seria a sua resposta? A minha, evidentemente, seria “sim”.

Ainda mais neste mundo de transformações em que somos inseridos permanentemente. É como se fosse algo como respirar, comer ou saciar nossa sede. Quem iria concordar em permanecer sendo sempre a mesma pessoa, sem novos conhecimentos, sem adquirir hábitos que fazem com que suas habilidades sejam melhores e tornem suas atividades mais hábeis e dinâmicas? Preferiria passar meramente como se fosse uma estátua do tempo ou alguém que, em vez, de aprender com as experiências indubitavelmente diminuiria através delas? Isso seria um retrocesso sem tamanho!

E, quando escrevo sobre este assunto, não tem como não fazer com que você lembre e a gente beba mais um pouco da Filosofia. Imaginemos que a mente em nossos primeiros dias de vida seja uma folha em branco, sem nenhuma sílaba sequer, muito menos sem ideia nenhuma.

Como ela será suprida? Agora você imagina como esta mesma folha está hoje, de onde veio tantas ideias, tanto conhecimento, sonhos? De onde se aprendeu todos os materiais da razão e da emoção? A isso respondo, numa palavra: vivência. Todo o nosso aprendizado está nela fundado, e dela deriva fundamentalmente o próprio conhecimento. Empregada tanto nos objetos sensíveis externos como nas operações internas de nossas mentes, que são por nós mesmos sentidas e refletidas, nossa observação supre nosso entendimento com todos os materiais do pensamento. Dessas duas fontes de conhecimento jorram todas as nossas ideias, ou as que possivelmente teremos ainda, até os nossos últimos dias de vida.

Nós nos moldamos de acordo com o mundo, com o nosso habitat, com o que nossos pais vivenciaram, aprenderam e obviamente repassam a cada um de nós. Aprenderemos de acordo com a cultura do lugar em que estivermos inseridos, isso não é novidade para ninguém. Mas cabe a cada um discernir o que quer mudar, o que acredita ser polivalente ou não para sua vida. Você seria capaz de ter esse discernimento? Quantas pessoas carregam determinadas culpabilidades durante uma vida inteira porque da infância até a pré-adolescência receberam aprendizados ortodoxos de seus pais, de seus familiares, que já os cultivaram quando herdados de outras gerações e continuam a perpetuá-los? Cabe a você quebrar essas amarras e essas correntes!

Viver a vida que queremos por vezes não é tarefa fácil, temos que responder a difícil pergunta “Quem sou eu?” Não por acaso, Sócrates, um dos pensadores mais conhecidos de todos os tempos, disse a memorável frase: “Conhece-te a ti mesmo”.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro