Close Menu

Busque por Palavra Chave

Na Essência | A metáfora do elefante e a vida de muitos

Por: Júnior Chisté
21/11/2018 09:30

Você lembra quando no circo, o elefante fazia mil e uma demonstrações evidenciando diversas habilidades em meio a sua estonteante força. Antes de entrar em cena, porém, este estrondoso animal permanece apático, contido em seus movimentos, preso por uma pata em apenas uma ínfima corrente que o aprisiona à uma pequena estaca de madeira cravada ao solo. Mesmo se a corrente fosse mais grossa, o que não é o caso, certamente ele teria a capacidade de derrubá-la com um mínimo esforço, podendo resgatar instantaneamente a sua capacidade inata de movimentar-se livre e espontaneamente para onde seus instintos o levassem. O ponto é que ele não toma nenhuma atitude neste sentido. Por que será?

Desvendando o enigma: O elefante não escapa de seu cativeiro por um motivo bastante óbvio e dramático, ele foi preso àquele pedacinho de madeira em sua mais tenra idade. Naquele tempo tentou arduamente se livrar do que o prendia, mas não tinha força suficiente para tanto e apesar de todo o seu esforço, foi vencido pelo que o amarrava naquela situação. Por fim, exausto, desistiu de tentar entendendo que a sua existência seria restrita daquele modo. Estaria praticamente livre apenas quando os seus donos assim o permitissem. Ansioso e entristecido com o seu destino, passava horas e horas a espera de poder ter uma pequena brecha de liberdade e movimento.

O ciclo da dependência e da falta de contato com a própria força, tanto para os elefantes como para os humanos, começa desde muito cedo e se não for devidamente tratado, passará pelo risco de repetir-se no mesmo padrão em relacionamentos que fatalmente terão características abusivas.

Assim, são milhões de pessoas que hoje sofrem porque um dia, na infância, na adolescência, alguém disse algo como "você é incapaz", "você não nasceu para o sucesso", "você nasceu para ser um empregado pelo resto de sua vida", ou tantas outras expressões que ficaram na mente e essas pessoas não sabem a força que possuem. Por isso que vemos tantas pessoas passarem por essa vida e romperem com suas existências se drogando, se suicidando, se maltratando, matando os outros, sendo ruins com si próprios e marginalizando tantas e tantas pessoas.

E saberem que é só uma pequena estaca e uma pequena ajuda para se livrar de todo este sofrimento!


Covidômetro - Florianópolis - Maio
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro