Lê Notícias - Xaxim - Para governar precisa-se ter sentimento, afirma Dagort
Close Menu

Busque por Palavra Chave

Sebrae

Para governar precisa-se ter sentimento, afirma Dagort

Por: LÊ NOTÍCIAS
21/12/2018 11:16 - Atualizado em 08/01/2019 15:41
Axe Schettini/LÊ Prefeito Lírio Dagort conta sobre as ações realizados como prefeito desde que assumiu, em janeiro de 2017 Prefeito Lírio Dagort conta sobre as ações realizados como prefeito desde que assumiu, em janeiro de 2017

Em entrevista exclusiva concedida ao LÊ NOTÍCIAS, o prefeito de Xaxim, Lírio Dagort (PSD), falou das ações realizadas nestes dois anos de mandato e das obras que irá realizar a partir de 2019. Agradeceu a parceria com a Câmara de Vereadores, enalteceu a confiança dos munícipes e se disse esperançoso com os governos de Bolsonaro e Moisés. Confira:

LÊ NOTÍCIAS: Quais foram os resultados do Programa Aqui a Fila Anda?

Lírio Dagort: O Projeto Aqui a Fila Anda foi iniciado na minha primeira gestão, de 2005 a 2008, onde fizemos 551 cirurgias na época. Os últimos dados mostram que estamos com 1.177 cirurgias. O nosso objetivo daqui para frente é realizar 295 cirurgias de coluna e 20 próteses para joelho, para nós zerarmos a fila até o final do mandato. Recentemente realizamos as últimas cirurgias de quadril, com investimento próprio, totalizando R$ 480 mil. Nestas cirurgias de coluna, realizamos as tomadas de preço e verificamos que custam de R$ 19 mil a R$ 23 mil, dependendo da quantidade de parafusos utilizados na operação. Será feita a licitação e esse valor pode baixar, para que já no início de 2019 possamos dar celeridade nesta demanda tão grande que temos. Compramos diversas camas hospitalares, 25 andadores e vamos adquirir mais cadeiras de banho e muletas, numa parceria firmada com o Rotary Club. Isso é uma coisa inédita no país. Pode ter certeza que nenhum município do Brasil, com a nossa arrecadação, está fazendo o que fizemos aqui. Sabe por quê? Porque temos sentimento, trabalhamos com as pessoas, gostamos das pessoas e queremos estar perto das pessoas. É uma alegria enorme ver uma pessoa ser atendida, sendo que estava esperando uma cirurgia há anos. A gente tem o orgulho de fazer essas pessoas felizes. Entregamos também 90 aparelhos auditivos, sendo que temos apenas quatro pessoas na fila. Então estamos dando prioridade para a Saúde. Para se ter uma ideia, em 2017 foram investidos R$ 508 mil em remédios, e neste ano esse valor vai passar de R$ 1,1 milhão.

LÊ: Quais foram os investimentos realizados na Infraestrutura?

Lírio: Fizemos um projeto já no início do ano e, com economias feitas, conseguimos investir em torno de R$ 2 milhões em recursos próprios em asfalto e calçamento. Não concluímos em alguns locais devido à falta de entrega de material por parte da empresa que venceu a licitação. Estamos com muita dificuldade de recebimento de materiais, não por falta de pagamento, mas sim porque a empresa está com dificuldade em receber a matéria-prima. Agora iremos fazer uma parceria muito grande com os munícipes onde, em determinadas ruas, os moradores irão comprar o asfalto e a prefeitura irá entrar com a mão de obra e tubulação. Em outros locais, os xaxinenses irão comprar calçamento e nós entraremos com a mão de obra e o meio-fio. As parcerias estão sendo feitas e a gente quer agradecer essas pessoas que estão ajudando no crescimento e favorecendo Xaxim, auxiliando a prefeitura a fazer essas obras com mais agilidade. Só com recursos próprios é complicado. Quando essas parcerias são feitas, as coisas melhoram muito. Estamos muito felizes por isso e, novamente, queremos agradecer essa grande parceria que está sendo realizada.

LÊ: Recentemente Xaxim sofreu com fortes chuvas que destruíram as estradas do interior. Como foram os trabalhos de recuperação?

Lírio: Foram quatro eventos climáticos e ainda estamos em Situação de Emergência. O prejuízo foi muito grande. Para se ter uma ideia, em 2017 gastamos R$ 780 mil em óleo diesel, e neste ano, em virtude destes eventos climáticos, o valor vai passar de R$ 1,15 milhão em combustível. Temos 630 km de estradas num município que é altamente produtivo, mas ainda não conseguimos fazer todas as melhorias necessárias. Queremos pedir desculpas para as comunidades, pois não deu para fazer todo nosso interior. Nossas máquinas pararam no dia 14 deste mês, ficando apenas o plantão, e retornarão apenas no dia 07 de janeiro. Estamos nos programando para realizar as melhorias que faltaram, como na linha Pilão de Pedra, onde houve muitas reclamações, e por isso peço mais uma vez que aguardem. No ano que vem, iremos fazer a reabertura das estradas. Estamos na fase final da documentação, pois há muitas árvores que terão que ser derrubadas, pois estão junto à estrada. Queremos fazer um bom trabalho, como foi realizado, por exemplo, no Tigre e Limeira, onde realizamos a reabertura das estradas. Nós queremos fazer um trabalho bem feito, por isso peço que tenham compreensão. Queremos fazer as coisas acontecerem. Sem olhar para A, B ou C, nós estamos aqui para trabalhar para todos. Mas não adianta a gente ir fazer um paliativo agora, para daqui a dois meses ter que fazer o serviço novamente. Temos muitas dificuldades, mas quero agradecer nossa equipe da Infraestrutura que trabalha diuturnamente, inclusive nos finais de semana, para poder atender a essa demanda.

LÊ: Há prazo para conclusão da obra na cratera na avenida Luiz Lunardi?

Lírio: Já estão fabricando as galerias, sendo que são confeccionadas duas por dia. Então, como são 60, serão 30 dias úteis para conclusão da fabricação. Nós acreditamos que até início de março deve ficar tudo pronto. Conseguimos a verba na Secretaria Nacional da Defesa Civil, com o coronel Newton Ramlow, em Brasília, que foi muito prestativo, nos atendendo rapidamente quando solicitado.

LÊ: O senhor tem investido fortemente em iluminação pública. Quais serão os próximos passos?

Lírio: Estamos com 570 lâmpadas compradas, mas nem todas não foram instaladas. Estamos priorizando os locais onde há mais movimento durante a noite, próximo a empresas, em frente ao hospital, colégios, por exemplo. A cada dia que passa, estamos colocando novas lâmpadas e, além de proporcionar mais segurança, deixa a cidade cada vez mais bonita. Isso é uma alegria muito grande para nós. Para 2019 pretendemos dar continuidade neste projeto, porque é de suma importância para a segurança pública de Xaxim.

LÊ: Um dos próximos grandes investimentos será o Complexo Esportivo no bairro Flor. Quando ele deve ser inaugurado?

Lírio: Primeiramente quero parabenizar o secretário Chico Viecelli. Ele tem realizado um excelente trabalho no Esporte de Xaxim, fazendo investimento jamais visto na nossa história municipal. Foram realizados muitos campeonatos, com a participação maciça da comunidade. Nós íamos aos ginásios assistir aos jogos e encontrávamos famílias participando e torcendo, nos jogos dos adultos, das crianças, desde o futsal, vôlei, basquete e até handebol. Foi sensacional. Então, nosso Complexo Esportivo está em fase de licitação e no início de 2019 queremos acelerar esses trâmites para começar os trabalhos. Será o ponto mais forte da história do esporte municipal. É uma obra que a comunidade está aguardando há muito tempo. Nós não temos data para inauguração, mas queremos que seja o quanto antes. Faltam alguns detalhes no projeto, pois inicialmente iríamos investir cerca de R$ 620 mil, mas com algumas alterações esse valor está chegando próximo a R$ 1 milhão. Queremos fazer uma coisa pensando no futuro.

LÊ: Quando o senhor pretende construir o novo Terminal Rodoviário?

Lírio: Ainda não temos prazo. O projeto já foi aprovado pelo Departamento de Transporte e Terminais (Deter) e em breve irão nos remeter com a confirmação. Queremos iniciar em 2019, mas precisamos buscar dinheiro para fazer essa obra, porque não temos recursos próprios. Caso seja necessário, iremos fazer um financiamento, até porque temos diversas obras que precisam ser iniciadas em 2019.

LÊ: Quais obras são essas?

Lírio: Temos o Centro do Idoso, que é uma promessa de campanha. Precisamos também fazer uma creche nova, porque está nascendo, em média, cerca de 35 crianças por mês em Xaxim. Temos o ginásio do Chagas, que é uma grande prioridade, pois é uma comunidade que está crescendo muito. Precisamos construir a nova garagem da prefeitura, para, além de melhorar o local de trabalho dos servidores, fazer com que as máquinas pesadas fiquem mais distantes do Centro. Precisamos resolver a questão da acessibilidade do prédio da prefeitura e nos órgãos e autarquias, para ficarmos em dia com a legislação. Queremos fazer um financiamento para realizar o recapeamento do Centro da cidade, como já fizemos na gestão 2005/08. Nosso objetivo é que esse trâmite seja realizado no final do ano que vem, ou no início de 2020, para que nossa cidade tenha melhor trafegabilidade e fique ainda mais bonita.

LÊ: Há algum projeto para o prédio da Unochapecó?

Lírio: Fizemos uma proposta para a aquisição do prédio da Unochapecó, de 24 parcelas de R$ 120 mil, para mudarmos a vida das crianças do Santa Terezinha. Hoje, os alunos do Guarany não estudam no Santa Terezinha. Nós queremos acabar com isso, socializando as crianças do Santa Terezinha, porque elas seres humanos iguais as outras. Então queremos transformar o local no novo Colégio Santa Terezinha, para que todos os bairros próximos possam ser beneficiados.

LÊ: Há alguma programação para o aniversário de 65 anos de Xaxim?

Lírio: Faremos algo mais enxuto. Não temos esse cacife todo para gastar muito dinheiro em festa. Precisamos investir em Saúde, atender a nossa comunidade, para melhorar a vida das pessoas. Faremos alguma coisa, mas ainda não temos a definição, pois faremos uma comissão que irá cuidar deste evento. Queremos fazer algo bonito e barato.

LÊ: Como está a relação do senhor com a Câmara de Vereadores?

Lírio: Tenho só o que agradecer. O trabalho dos vereadores têm sido excelente. Todos os projetos para o bem de Xaxim foram aprovados. Algumas discussões aconteceram, mas sempre no sentido de melhorar. Quero parabenizar todos eles. O presidente Maier nos fez a devolução de R$ 750 mil, que é exemplo de economia para os demais municípios. Orgulha-nos muito ter um Legislativo tão sério e competente, sempre com os olhos para a comunidade.

LÊ: O senhor pretende fazer alguma mudança em seu governo?

Lírio: Nosso secretário Geverson deixará a Secretaria da Administração no dia 31 de dezembro, porque vai trabalhar em seus negócios particulares. Nestes dois anos nos ajudou muito e deixou sua contribuição. Mas ainda não sabemos quem irá assumir no lugar dele. Iremos continuar fazendo economias, porque temos muitos projetos para executar. Se enchermos aqui de gente, não teremos dinheiro. É melhor faltar gente do que faltar remédios, exames e cirurgias.

LÊ: Qual a expectativa do senhor diante do Governo Moisés?

Lírio: Eu tenho uma esperança muito grande, pois não podemos perder a esperança nunca. Não o conheço pessoalmente, como a maioria dos prefeitos de Santa Catarina. A mudança sempre traz benefícios ou prejuízos, mas eu espero que a gente tenha benefícios, porque as iniciativas que estão sendo tomadas estão sendo positivas, que é diminuir o tamanho da máquina pública. Fizemos esse exemplo aqui em Xaxim. Nós também entramos com a folha altíssima e hoje chegamos ao patamar de 51%. Se o Estado não enxugar a máquina, ele vai ser somente um pagador de salário. Eu acredito que vão acontecer coisas boas para Santa Catarina. Ele vai reduzir, até porque não tem compromisso com ninguém. É uma oportunidade ímpar de um governador poder fazer um trabalho excelente.

LÊ: E com Jair Bolsonaro?

Lírio: A maior expectativa possível. Estivemos em Brasília diversas vezes, inclusive representando a Fecam, na qual sou vice-presidente, e as conversas são as melhores possíveis. Jamais um presidente da República falou tanto em favor dos municípios. Vai fazer a transferência dos recursos fundo a fundo, sem precisar passar, por exemplo, por Florianópolis. Nosso Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é de 14%, e ele quer aumentar, transferindo os recursos diretamente, fazendo com que não se perca dinheiro na passagem por outros órgãos. Ele quer diminuir em 10% a máquina pública e, se ele conseguir fazer isso, nós teremos um Brasil diferente. Com os 10% que ele quer baixar, mais com 10% de roubo, que é o mínimo roubado no Brasil, que faz com que tenhamos vergonha, às vezes, em falar que é político. Todos os dias sem vê dezenas de pessoas sendo presas, em todas as instâncias de poder. Acredito muito neste novo governo pela qualidade das pessoas que estão sendo colocadas, com histórico, conhecimento, com visão de Brasil e de futuro. Acredito muito neste país.

LÊ: Qual mensagem de final de ano o senhor deixa para as famílias xaxinenses?

Lírio: Primeiramente quero agradecer a Deus por ter me dado saúde, agradecer à minha família, aos nossos amigos e colaboradores, que são as verdadeiras águias desta administração, nos ajudando a chegar a mais um final de ano com a prefeitura pagando as contas e salários em dia, inclusive podendo conceder abono aos servidores. Quero desejar um Natal muito brilhante, com muita paz e perseverança. Que seja um Natal de perdão, que possamos abraçar nossos amigos, familiares, vizinhos e colegas de trabalho. Que o ano novo seja de muita saúde e prosperidade. Que Deus possa nos dar força para que, em 2019, consigamos dar continuidade neste excelente trabalho que estamos realizando em nosso município. Para governar precisa-se ter sentimento e sentimento é o que nós mais temos. Feliz Natal e um maravilhoso ano novo para todos!


Outras Notícias
Prefeitura de Chapecó
Semasa Itajaí
Unochapecó
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro