Close Menu

Busque por Palavra Chave

Obras do Centro de Inovação e Tecnologia de Chapecó estão 80% concluídas

Prefeitura de Chapecó Expectativa é entregar a obra em agosto, durante as comemorações dos 102 anos de Chapecó Expectativa é entregar a obra em agosto, durante as comemorações dos 102 anos de Chapecó

Uma obra que irá modernizar o setor econômico de Chapecó, impulsionando novas tecnologias e conhecimentos, está em estágio avançado. A edificação do prédio administrativo do Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó “Prefeito Ledônio Faustino Migliorini” está com 80% das obras concluídas. Na tarde desta quinta-feira (24), o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, vistoriou o andamento dos trabalhos. A visita foi acompanhada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcio Sander, pelo reitor da Unochapecó, Claudio Jacoski, pelo proprietário da empresa responsável pela obra, Antônio Foscarini e equipe de engenharia.

Neste momento, os serviços estão na fase final, restando 50% da parte elétrica, climatização, forros, pintura, esquadrias de vidro, instalação de elevador e paisagismo. A expectativa é entregar a obra no mês de agosto, durante as comemorações dos 102 anos de Chapecó.

O empreendimento está localizado na região da Grande Efapi, em uma área doada pela prefeitura com 9.580m2, ao lado da Unochapecó. O prédio administrativo terá 3.100m2 e foi orçado, inicialmente, em R$ 7.249.417,41, recursos oriundos do Governo do Estado de Santa Catarina. Segundo o secretário Marcio Sander, dentre os principais objetivos do projeto estão “o aprofundamento na área da pesquisa científica e tecnológica e a disseminação da cultura do empreendedorismo na região, além da geração de novos negócios pautados pelo município”.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, destacou o empenho das lideranças público-privadas para a concretização deste projeto. “Este espaço é inovador, irá facilitar o empreendedorismo e representa uma conquista singular para a economia de Chapecó. O segmento de Ciência, Tecnologia e Inovação é uma aposta do Município para o segundo Centenário, por isso o poder público contribui para fomentar o setor que já é uma vocação de Chapecó e apresenta indicadores que surpreendem. Estamos impulsionando o surgimento de novas matrizes econômicas, através de ações desenvolvidas entre a Prefeitura, as empresas que investem e qualificam a mão-de-obra e as Universidades, que geram pesquisas e novos conhecimentos”, ressaltou o prefeito.

A obra iniciou em 2014 e o município precisou rescindir o contrato inicial com a empresa vencedora do processo licitatório por descumprimento de prazos. Um novo edital foi lançado e a Construtora Foscarini Eirele, de Concórdia, foi homologada para concluir a obra. Nesta nova fase, R$ 3.816.063,64 estão sendo investidos, oriundos do Fundo Pró-Emprego (Governo do Estado de Santa Catarina).

O investimento do Estado foi descentralizado, com o compromisso do Município e da Universidade viabilizarem a obra. São parceiros do projeto a Unochapecó, Fundação Universitária de Desenvolvimento do Oeste (Fundeste), Prefeitura de Chapecó, Acic, Inova@SC e o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Denominação do Centro é homenagem a ex-prefeito

A Câmara de Vereadores aprovou Lei de autoria do Executivo que denomina o Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó “Prefeito Ledônio Faustino Migliorini”.A Lei, em homenagem ao ex-prefeito, foi sancionada por Luciano Buligon em 17 de dezembro de 2018.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro