Close Menu

Busque por Palavra Chave

NOVOS GESTORES

Posse em Xaxim é marcada por pedido de desculpas e dizeres de esperança

Orso deixará cerca de R$ 6 milhões em dívidas, mas destaca que há outros R$ 3 mi à disposição de Lírio
Por: Janquieli Ceruti
01/01/2017 11:30 - Atualizado em 01/01/2017 12:15
Além de Lírio e Adriano, onze vereadores foram empossados (Fotos: Felipe Giachini/LÊ) Além de Lírio e Adriano, onze vereadores foram empossados (Fotos: Felipe Giachini/LÊ)

"Assim eu prometo” foi o juramento firmado na manhã de hoje (1º) por prefeito, vice e vereadores eleitos em prol do bem-estar da comunidade e progresso de Xaxim. Na solenidade, conduzida pelo vereador mais idoso da Câmara, Ledinho Curtarelli, e realizada na Sala de Sessões da Câmara de Vereadores de Xaxim, a partir das 9h15 desta manhã, os onze vereadores diplomados em 15 de dezembro – Maria de Lourdes Fonini (PSB), Volnei Dervanoski (PSD), Inácio Bracht (PSD), Gildomar Michelon (PMDB), Joseane Sampaio (PMDB), José Carlos Viecelli Della Betta (PSD), Ledinho Curtarelli (PMDB), Rubens Marafon (PSD), Agenor Jr. Maier (PP), Alcir Cassaniga (PP) e Juliano do Prado de Lima (PSB) – foram empossados para o mandato 2017/2020. O prefeito Lírio Dagort (PSD) e o vice Adriano Bortolanza (PSD) também assumiram o compromisso pelos próximos quatro anos.

As execuções do Hino Nacional Brasileiro e do Hino do Município de Xaxim marcaram o início da solenidade com a Casa cheia. Após, o juramento dos eleitos com as constituições legais e com a comunidade foi firmado e a dupla Lírio e Adriano foi empossada para euforia da plateia. Logo após, os vereadores reuniram-se na Sala das Comissões para a formação de chapas que concorreriam à presidência da Mesa. Minutos depois, os vereadores retornaram às cadeiras e somente uma chapa foi exposta para apreciação dos legisladores. Por unanimidade, foi decidido que, pelo próximos dois anos, Agenor Jr. Maier assume a presidência da Mesa; Juliano do Prado de Lima é o vice-presidente; e os secretários são Alcir Cassaniga e Maria de Lourdes Fonini.

O Termo de Transmissão de Cargo marcou o encerramento da gestão de Idacir Orso. Em consistente discurso, Orso destacou que não há salários em atrasos a serem quitados com o funcionalismo público e que em 14 de janeiro próximo apresentará detalhadamente a situação financeira da Prefeitura de Xaxim. Mesmo antes da conclusão deste balanço, Orso estima que a dívida municipal – que será repassada ao mandato de Lírio – fique entre R$ 5 milhões e 500 mil a R$ 6 milhões e 500 mil, sendo que, ainda conforme ele, R$ 3 milhões deste montante foram herdados da administração passada.

No cofre municipal, Orso expôs que há R$ 3 milhões e 354 mil para serem usados em favor da comunidade e que gostaria que pudessem ser empenhados na continuidade de obras de saneamento básico. Muito emocionado, Orso agradeceu à família pelo apoio durante a jornada à frente do Executivo; à equipe de governo; aos vereadores; ao Poder Judiciário e Ministério Público de Santa Catarina (MPSC); governos Estadual e Federal; aos franciscanos e à Igreja Católica; e aos representantes municipais de partidos políticos.

O ex-prefeito afirmou que fez o que se mostrou mais necessário. Também, expôs as dificuldades enfrentadas com a dívida deixada pela gestão anterior; com o fechamento do Frigorífico Diplomata – maior empresa do município; crises políticas nas esferas superiores; e crise econômica mundial. Aos internautas, que proferiram críticas em redes sociais, e à imprensa Orso expressou profundas críticas. Ao primeiro grupo, o peemedebista chamou ironicamente de “intelectuais” e expôs que possuíam soluções para tudo e fórmulas milagrosas, mas que estes fizeram pouco ou quase nada para a comunidade. Já à imprensa, Orso demandou maior parte do discurso a declarar que teria sofrido ataques diários e que estes seriam resultados da negativa feita por ele a possíveis exigências de favores monetários.

A Praça da Juventude, projeto que seria executado em benefício da comunidade no bairro Flor e que contemplaria aparelhos de ginástica e espaços recreativos, mas que nunca saiu do papel, foi exposta por Orso como sua maior lamúria ao término do mandato. O ex-prefeito, que nos últimos meses preferiu o silêncio, humildemente admitiu erros e pediu perdão aos xaxinenses. Em seguida, destacou acreditar que “o melhor está por vir para Xaxim”.

Antes de assumir a tribuna, o prefeito empossado, em companhia do vice, convidou a esposa e a de Adriano Bortolanza para que ocupassem o palco e a elas foram entregues ramalhetes de flores. Todas as mulheres presentes na solenidade também foram agraciadas com botões de rosa. No discurso, rápido e voltado aos olhos do público, Lírio expressou a ciência das dificuldades enfrentadas por Orso e que não iria criticá-lo, pois cada gestor tem seu modelo de governar. Justamente para dar novo ânimo ao município, Lírio expôs a enxuta equipe de governo – inicialmente formada por três secretários e no máximo 25 funcionários comissionados. “Nosso objetivo é cuidar das pessoas”, declarou entusiasmado.


Outras Notícias
Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro