Close Menu

Busque por Palavra Chave

MDB entra em conflito; Cobalchini aguarda CCJ; Eron Giordani ganha luz; Eleições municipais começaram

Por: Marcos Schettini
01/02/2019 10:16 - Atualizado em 01/02/2019 10:17

Começa o projeto municipal

Os deputados mais experimentados tem mesmo valor dos estreantes que, nem por isso, em igualdade, sabem mexer melhor. O tabuleiro eleitoral de 2020 já está sendo traçado por quem tem o domínio do processo. Não existem amadores no palco. Se em 2018 o resultado espantou, na eleição do ano que vem ninguém mais será pego de surpresa. A dupla Moisés e Reinehr comandam o principal, mas nem por isso sabem conduzir o que receberam. Se continuarem a evitar o óbvio, será respondido na mesma intensidade. Os parlamentares precisam de recursos para levar aos municípios e fazer política. Se não tiverem, do mesmo modo não darão. Em política não há amor, mas gestos. Se cada um cumprir sua parte, fica o todo resolvido. Podem até não se gostarem, mas mantém o respeito. Não existe liberdade sem o controle democrático do poder. Ou cada um pode fazer, ou ninguém faz.


De Florianópolis (SC).

Rivais

Embora todos os acertos feitos em torno da Mesa da Alesc, há ainda os elementos que cercam os atritos internos entre ulyssistas. Mauro De Nadal e Valdir Cobalchini dão continuidade à divisão da bancada. E vai longe.

Consequência
Diante do desfecho que a fatídica reunião-almoço que a bancada realiza nas terças para afinar intenções, foi exatamente lá que desandou os acertos. Depois que Cobalchini viu-se traído por Nadal, Júlio Garcia cresceu.

Certo
Enquanto estavam afiando as foices, Júlio Garcia apagou a luz e foi para a África do Sul. Deixou que a linguagem ulyssista convertesse na ideal Torre de Babel que fortalecesse seu projeto de retorno à Mesa da Alesc. Temperou distante.

Lógica
Júlio Garcia viu, de longe, o Cavalo de Tróia necessário às investidas de retorno. Com mínimo esforço, deixou-se levar ao resultado positivo. Ulyssistas levando o andor na procissão legislativa é descansar, dobrado, no trabalho alheio.

Fora
Caso não fique no controle da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, o destino de Valdir Cobalchini é sair do partido. Entende-se amadurecido e, em muitas vezes, ter contribuído com o MDB. Agora cobra a gratidão.

Subtração
Perder deputados neste momento em que o MDB saiu atropelado na via eleitoral, é diminuir a já reconhecida fragilidade em que se encontra. A eleição mostrou que a sigla, como referencial de moralidade, foi completamente condenada.

Menor
Mauro Mariani é quadro alto do MDB. Assumiu um desafio que, no momento, acreditava ser dispensado adiante. Ao contrário, empurrou-o. Admite ter saído de cabeça erguida, mas sabe que é piada. Ficar fora do Poder nunca é grande resultado.

Barrichello
Em direção contrária a Eduardo Moreira, Mariani quer entregar o partido para Dário Berger que, lá na frente, vai pensar se é viável. Como termina o mandato em 2022, o senador gostaria de ter disputado o governo. Agora seria, no caso, tarde.

Braçada
Na corrida pelo controle do MDB, Eduardo Moreira jogou forte para dar um tombo em Valdir Cobalchini. Controlando cinco dos sete deputados, o marido de Nicole Torret olhou na frente. Agora tem tudo para vencer a convenção.

Representatividade
O deputado Laércio Schuster assume, no acórdão de construção dos espaços, a secretaria da Casa. Ex-prefeito e já dominador dos trâmites no Legislativo, senta comandando junto. É o PSB, com três cadeiras, ditando rumos.

Perdigueiro
Bruno Souza quer fazer um mandato olhando a sucessão de Gean Loureiro. O agora estadual quer utilizar a ponte Hercílio Luz para atravessar em direção à disputa municipal. Vai ser mais vereador que deputado. Olha a CPI da Restauração.

Bastião
Eron Giordani assume uma posição de luz política que, a partir de agora, vai dizer os rumos de Júlio Garcia. Cheio de graça, vai rezar na cartilha do projeto de poder agora desenhado. Sabe fazer a escalação ideal. Na Alesc, seu nome aflora.





Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro