Close Menu

Busque por Palavra Chave

Cetric contaminando o ar; As tarefas de Napoleão; Alba olha 2020; Berger busca entendimento; MDB dentro ou fora

Por: Marcos Schettini
12/02/2019 11:40

Uma vela para Deus e outra para o diabo

À medida que o MDB, responsável direto no fomento Carlos Moisés, quer distância do governo que ajudara a vencer, sinaliza que o Bombeiro de fato está só. Carco ali, espaço lá, Paulo Eli é visto como um quadro técnico de salvação para que o governador militar encontre o Norte não apresentado. Mesmo que a oposição afirme responsabilidade direta dos ulyssistas no controle do tesouro estadual, se o senador emedebista assumir a sigla, seu melhor caminho é forçar o desligamento. Fica difícil não ligar o secretário da Fazenda ao inquilino d’Agronômica. Se pipocar greves adiante, o peso está no secretário da Fazenda. Dirigindo o dinheiro público, tudo de errado que ocorrer, está em suas digitais. Não existindo meio divórcio. Cameleão não.


Rocha
Ricardo Boechat desaparece, mas deixou, entre muitos dos exemplos de coragem profissional, a limpeza apartidária. Sem paixões ou ídolos, fez do jornalismo uma escola indestrutível que o lixo pop das redes sociais, com fake news, busca dissolver.

Recado
Entre muitos que Boechat deu ao longo da vida, mandar o pastor Silas Malafaia “procurar uma rola”, foi sensacional. Aquele seguidor de tesouros ofertados em nome do Evangelho, revelou-se, com a Bíblia em mãos, como o diabo ao escutar a verdade.

Socorro
O empresário Gustavo Baldissera, dono da Cetric, empresa ambiental que leva para Chapecó o que há de pior em lixo de auto risco do Sul do país, sempre é lembrado quando seus caminhões, soltando o odor da podridão que carrega, indigna a todos.

Terror
A podridão em forma de carga de seus caminhões, vão deixando nas estradas e nas cidades onde passam, o que há de insuportável de um necrotério ambulante. Tudo com conhecimento do Ministério Púbico que, calados, devem adorar o odor.

Ambiental
A Polícia Ambiental sabe que Gustavo Baldissera, com seus caminhões abertos, deixa o rastro de odor podre por onde passa. Mas nada de providências e seu serviço, à metade, continua nas estradas. Até que uma desgraça aconteça para despertar atenção.

Ele
Napoleão Bernardes começa a arregaçar as mangas e, já praticamente unânime dentro do PSDB, vai se preparando para assumir a presidência do partido. Será uma prova de fogo em tempos de evasão que João Dória vai construindo.

Desafio
Jovem de promessa política, genuinamente tucano, o ex-prefeito de Blumenau se jogou na aposta do MDB cumprindo uma missão apontada pelo partido. Com crédito, não será tarefa fácil conduzir a sigla em tempos de dúvida.

Real
Para Jorge Bornhausen, clínico em experiência, Napoleão vai assinar um tempo novo em meio à ocupação do PSL. A primeira delas é fortalecer Mário Hildebrandt na reeleição, mesmo com o deputado Ricardo Alba, de olho na Cadeira, no encalce.

Pobreza
Blumenau viu seu pior episódio eleitoral. Os deputados que dispunha, federal e estadual, sucumbiram. As três principais chapas, com nomes locais, Décio Lima, João Kleinübing e Napoleão, derreteram. Se deixarem Alba crescer, piora.

Decadência
Como os três membros das majoritárias foram, em seus tempos, prefeitos por oito anos, a sociedade tirou de Napoleão, Décio Lima e Kleinübing o brilho de 2018. Agora se agarram no desgaste do PSL para revigorarem. Terão escolhas a fazer.

Destino
Dário Berger deve conversar com a bancada estadual para arrumar o que entende ser um levante de egos interno. De olho na presidência do MDB, o senador quer entrar no jogo de 2022 sem rusgas para aumentar seu arsenal. E será forte.

Calibre
Se Dário Berger, ao lado das bancadas estaduais e federais unidas, purgar o efeito 2018, 2019 e 2020 será mais leve. Na sociedade, ele sabe, falar de MDB é lembrar do que há de pior na vida pública. Para lavar tudo isso, é mostrar rumo novo.

Voz

Quando Mauro Mariani, que controla o partido em tempos de 3º lugar, procurar a sigla na pessoa do senador, joga firme para que Dário seja a Páscoa. Berger joga forte. O que abraçou na vida pública, mostrou firmeza e controle.




Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro