Close Menu

Busque por Palavra Chave

Partidos perdem a importância; O incômodo com as redes sociais de Bolsonaro; A estratégia de Merisio

Por: Weliton G. Lins
25/03/2019 11:27

Partido

As siglas partidárias já tiveram sua importância maior no tempo em que, com credibilidade, faziam a cabeça do eleitor. Hoje, os tempos são outros. Com pouco a mostrar, os partidos vão ficando em segundo plano.

Sentimento

O pensamento do eleitor hoje é outro. O sentimento também. Focando na candidato e não na sigla que representa, o eleitor espera, mais uma vez, não se decepcionar. Enganados mais do que uma vez, custamos a crer, que novamente, poderíamos ser melhor representados. A nova legislatura está aí para tentar provar o contrário.

Incômodo

Recebendo tratamento hostil no mundo virtual e alvo de constantes ataques, Rodrigo Maia, vem se sentindo incomodado. Reclamando de que Jair Bolsonaro tem culpa, porque não consegue conter seus eleitores, o presidente da Câmara ameaça até travar as discussões em torno da Reforma da Previdência.

Não irão

Há quem diga que as movimentações de Gelson Merisio para ingressar em uma nova sigla, apontam também que o ex-candidato a governador tentará trazer consigo outros nomes importantes da política catarinense, para o fortalecimento do seu projeto. Apresentando um time de peso, qualquer sigla se interessaria em receber o xanxerense que agora, morando em Joinville, parte para outro momento da sua história na vida pública. Nomes como o do prefeito da capital, Gean Loureiro, além de Luciano Buligon, e os deputados Kennedy Nunes, Marlene Fengler, Milton Hobus, além de prefeitos importantes, como Lírio Dagort e Avelino Menegolla, seriam alguns dos citados, entre os que acompanhariam Merisio.

Não irão II

Acontece que a estratégia pode ser outra. Com a negativa já dada por Buligon, de que não irá acompanhar o amigo Merisio, assim como também Gean Loureiro, é Kennedy Nunes não pretendem fazer, pode ser que Gelson, entre em um novo time, sem conseguir outros que deseja. Visto como plano frustrado por parte de alguns, outros entendem como uma estratégia.

Estratégia

Ao dividir seu grupo e incentivá-los a seguirem seus caminhos, Merisio sabe que, lá na frente, irá encontrá-los. Se cada integrante do time, emplacar um grande trabalho, quem ganha é Merisio, que já terá o time formado para entrar em campo. O sonho do ainda pessedista é disputar o Governo do Estado outra vez. Como um grande amante do jogo de xadrez, joga bem.


Alesc - Outubro - Mobile
Floripa - Um novo amanhã - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro