Close Menu

Busque por Palavra Chave

Unochapecó tem mais cinco cursos avaliados com nota máxima do MEC

Por: LÊ NOTÍCIAS
29/03/2019 09:19
Unochapecó Os cursos de Agronomia, Engenharia Civil, Direito, Design e Ciências Econômicas conquistaram a nota 5 do MEC Os cursos de Agronomia, Engenharia Civil, Direito, Design e Ciências Econômicas conquistaram a nota 5 do MEC

Quando se fala que a Unochapecó é referência em ensino superior, não é à toa. No ano passado, a Instituição obteve o conceito máximo do Ministério da Educação (MEC), assim como os cursos de Farmácia, Educação Física (licenciatura e bacharelado), Publicidade e Propaganda, Ciências Biológicas (licenciatura e bacharelado) e Ciência da Computação. Agora, de uma só vez, a Unochapecó recebeu a notícia de cinco novos cursos com avaliação máxima: Agronomia, Ciências Econômicas, Design, Direito e Engenharia Civil. Em uma escala que varia de 1 a 5, a nota demonstra a qualidade do ensino ofertado e a excelente estrutura da Unochapecó.

"Estamos muito felizes com o resultado das avaliações, porque conseguimos construir juntos esse projeto. Os professores, que tanto se dedicam com sua excelência em sala de aula, os estudantes, os técnicos com suas atividades, os espaços que oferecemos aqui dentro da Universidade, tudo tem dado as condições para chegarmos a esse resultado. É motivo de alegria poder deixar essa marca para o futuro da nossa Unochapecó", comemora o reitor, professor Claudio Jacoski.

Todos os cursos da Instituição estão passando pelo processo de renovação do seu reconhecimento. O motivo é a migração da Unochapecó do Sistema Estadual para o Sistema Federal de Ensino, uma condição para aderir ao Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Educação Superior (Proies). Até o momento, os cursos já avaliados obtiveram conceitos 4 e 5, o que significa excelência nos critérios de ensino.

Para o coordenador do curso de Agronomia, professor Fabio Busnello, a nota máxima representa o comprometimento de docentes, alunos, técnicos e da gestão, que acredita no potencial de cada curso. "É a prova de que sim, podemos inovar nos processos de ensino e aprendizagem, buscando a qualidade acadêmica. Além disso, desenvolvendo para a sociedade um profissional capaz de buscar soluções técnicas e científicas nas novas demandas emergentes".

A nota máxima é um indicativo, também, de que os cursos estão no direcionamento correto. "Formamos profissionais qualificados para desenvolver a inteligência competitiva nas organizações e as políticas de desenvolvimento regional. Profissionais que contribuem na melhoria da qualidade de vida da população, através dos projetos de extensão que realizamos. Conquistar a nota máxima é resultado de um trabalho coletivo, por isso queremos expressar nossos sinceros agradecimentos a todos", complementa a coordenadora do curso de Ciências Econômicas, professora Bruna Furlanetto.

Todos os cursos sabem o quanto o trabalho é longo até a chegada desse resultado. Para o coordenador de Design, professor Henrique Telles Neto, a nota máxima é reflexo de um trabalho desenvolvido há anos. "Tudo o que a gente faz procuramos fazer com amor e dedicação. A palavra chave que carregamos no curso é empatia. Esse resultado não é algo de agora, é um trabalho de anos que a gente vem construindo aos poucos. É muito legal esse momento de reconhecimento de tudo que a gente vem fazendo coletivamente. Os estudantes têm um sentido de pertencimento muito forte com o curso e isso também se refletiu na nota".

Mesmo para um curso que já tem 34 anos de história, o trabalho não é fácil. É o caso de Direito, que também foi avaliado com nota 5 pelo MEC. "Alguns dirão que foi sorte ou que foi fácil, mas quem faz parte deste sonho dirá que foi fruto de muito amor, dedicação, união, trabalho intenso e articulado, de um grupo que merece esse reconhecimento por tudo que fez, faz, e representa. Professores, direção de área, estudantes, técnicos e sociedade fazem parte da história desse curso de 34 anos, hoje nota máxima no MEC", comenta a coordenadora, professora Andrea de Almeida Leite Marocco.

Para o curso de Engenharia Civil, contribuir com a comunidade é um grande fator para o conceito máximo atribuído pelo Ministério da Educação. Há 21 anos, essa tem sido sua missão. "Contribui através de parcerias com entidades públicas e privadas, mas, principalmente, ao entregar ao mercado profissionais altamente capacitados e preparados para atuar nas mais diversas áreas da Engenharia Civil e comprometidos com o desenvolvimento regional. O conceito obtido deve-se ao comprometimento do curso e, consequentemente, da Unochapecó, ao manter um processo de ensino e aprendizagem de excelência", finaliza o coordenador, professor Cesar Seidler.

Os excelentes resultados apontam que o caminho da Unochapecó é esse. Seguir seu trabalho de forma comprometida e preocupada, revolucionando a partir do conhecimento. Perto de completar seus 50 anos, a Universidade vai deixando importantes marcas para a história regional e escrevendo sua história de forma cada vez mais próxima com a comunidade.


Outras Notícias
Alesc - Outubro - Mobile
Uniedu - Governo SC
Floripa - Um novo amanhã - Mobile
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro