Close Menu

Busque por Palavra Chave

Progressistas define GM; Décio Lima anfitrião de Haddad; Pedrão entra no jogo; Laércio Schuster no PSD; Abandono do Turismo; Cidadania em Criciúma

Por: Marcos Schettini
01/04/2019 00:27 - Atualizado em 01/04/2019 00:31

A Educação que dá cidadania

Criado há 70 anos, o Bairro da Juventude, em Criciúma, instituição que oferece ensinos de música, arte e aprendizados em metalurgia e tecnologia, impressionou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação na última sexta-feira. Também de origem modesta, chegando a ser piloto da Força Aérea, viu de perto o que a Educação é capaz de fazer no ser humano. Quando as crianças tocaram músicas conhecidas do público que contagiaram todos, alguns às lagrimas, Marcos Pontes viu de perto os resultados dos trabalhos daquele exemplo de inclusão social que traz grandes resultados para buscar o Brasil que se deseja. O maestro Fábio Paulo Matias,que orienta a meninada, viu-se em cada uma delas. Todos os municípios de SC deveriam copiar o programa. Com a palavra o presidente da Fecam, Joares Ponticelli e o governador de SC Carlos Moisés. Se ali na terra de Clésio Salvaro não tem o melhor exemplo, o ministro astronauta deve ter visto um melhor do espaço.


Retomada

Mergulhando na agenda partidária para pensar os movimentos eleitorais do ano que vem, Décio Lima tem passado seus dias para a organização do PT e ser o anfitrião de Fernando Haddad que pisa na Capital neste final de semana. O ex-deputado quer festa e politização.

Definição

Com o mandato à frente do PT garantido para mais um repeteco, Décio será reconduzido para ficar à disposição da organização do partido e ferver a militância. A leitura de que Jair Bolsonaro despenca, estaria sendo a retomada da musculação perdida em 2018.

Leve

Anfitrião de Marcos Pontes na última sexta-feira, o prefeito de Criciúma não está preocupado quem será seu adversário na reeleição. Decidido a disputar o pleito, está convicto do apoio e fidelidade do vice. Será ele quem vai assumir em 2022 se o projeto de 2020 vingar. Clésio Salvaro vai buscar a majoritária.

Papel

Apostando em Ricardo Fabris como seu parceiro para o próximo desafio, Clésio quer uma ampla coligação para dar continuidade ao que tem feito. Fabris acendeu o desejo e arregaça as mangas. Tucano, sonhando em ser prefeito, entendeu a mensagem do titular para não dormir.

Fechado

Na ausência de Joares Ponticelli, Caio Tokarski cumpriu à risca a interinidade e foi à Brasília cavar recursos. Embora sua velocidade e intenção eleitoral, a unidade entre ele e o titular vai firme. É ele, do PSD, quem vai acompanhar o prefeito para o processo como Ricardo Fabris em relação a Salvaro.

Então

Pedro de Assis Silvestre olha a Prefeitura de Florianópolis com a mesma energia que João Amin. Pedrão, surfista como o DNA de Esperidião, entende que fez um gesto em 2018 que favoreceu a mãe do deputado estadual. Agora aguarda que ele faça o mesmo e apoie sua ida à majoritária.

Passaporte

O Progressistas reúne sua tribo hoje para carimbar a entrada de Gelson Merisio no partido. Já saído do PSD pela ira de Raimundo Colombo, agora professor em Aracajú, precisa da sigla para desenhar a estadual perdida em 2018. Se conseguir ficar sem sombra, pode ser que consiga.

Professor

O que Júlio Garcia aprendeu com Jorge Bornhausen para ganhar o Poder, Raimundo Colombo não compreendeu no mestre. No meio, sua ida para palestrar em Aracajú ficou mais pelas diárias que ganhou. O resultado do ano passado mostra que não foi um aluno alto como o presidente da Alesc.

Joia

Laércio Schuster está praticamente acertado com sua ida para o PSD. Visto como um quadro ponderado e inteligente, o deputado estadual caiu na graça de Júlio Garcia. Jovem e com velocidade de raciocínio, é visto permanentemente com Eron Giordani, não menos águia da Casa.

Abandono

A Serra do Rio do Rastro recebeu investimentos na graça cultural de Esperidião Amin e ponto final. Foi o senador que, quando governador de SC, iluminou aquela beleza, dando impulso às visitações que elevaram o comércio. Depois dele, acabou. E o atual governador decapitou a pasta do Turismo. Parabéns.

Turismo

SC tem tantas belezas para serem exploradas que, pelo certo, teria que ter uma Secretaria de Turismo em cada cidade. Carlos Moisés, eleito sem saber a direção do vento, tira o último oxigênio de atenção ao turismo. Qualquer país do mundo queria ter uma Serra do Rio do Rastro em sua geografia. Aqui, é ignorada.

Invasão

Lucas Esmeraldino liderou grande encontro do PSL em Rio do Sul ao lado dos deputados federal e estadual, Fábio Schiochet e Ricardo Alba, respectivamente. Estão pensando o projeto eleitoral do ano que vem no quintal do futuro presidente do PSD Milton Hobus.

Farol

As lideranças alinham diretrizes de funcionamento das executivas municipais com a estadual preparando o grito das urnas de 2020. Será a prova da liderança de Lucas Esmeraldino diante dos governos Moisés, ao qual faz parte, e de Bolsonaro, em meio aos terremotos verbais que desgasta o futuro e aumenta dúvidas.

Extensão

Ulisses Gabriel voltou para a delegacia de Orleans depois de disputar a estadual no ano passado pelo PSD. Por ter ficado longe e na suplência, o efeito chegou a Adepol onde sua liderança não teve qualquer influência e ficou alheio na composição do grupo vencedor. A entidade agrega perto de 500 delegados em SC. A chapa campeã disputou sem concorrente.

Valorização

Filho do ex-deputado Admir Áureo Bortolini, o novo presidente é Rodrigo Falck Bortolini, que estendeu representatividade para o Oeste. Os delegados Fernando Callfass e Gustavo Oliveira Altemar deram brilho crucial à chapa vencedora. Callfass foi vereador e presidente da Câmara pelo PSDB em Xanxerê. Foram 218 votos, além de 16 nulos e brancos.



Alesc - Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro