Close Menu

Busque por Palavra Chave

COMUNIDADE ATENTA

Ano será de prática para o Observatório Social de Xaxim

Em 2016, organização deu os primeiros passos rumo ao aprendizado que será intensificado neste
Por: Felipe Giachini
14/02/2017 14:50 - Atualizado em 14/02/2017 14:50
Análise do caso das lixeiras superfaturadas foi um dos trabalhos do OSX em 2016 (Foto: Felipe Giachini/Arquivo/LÊ) Análise do caso das lixeiras superfaturadas foi um dos trabalhos do OSX em 2016 (Foto: Felipe Giachini/Arquivo/LÊ)

Para acompanhar os trâmites que envolvem os investimentos do Poder Público, o Observatório Social de Xaxim (OSX) busca levar à comunidade a transparência nos serviços e nos valores empregados pela prefeitura. Numa iniciativa de entidades xaxinenses, como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Xaxim (Aciax) e a Associação dos Transportadores de Cargas de Xaxim (Atrax), a ideia é mobilizar comerciantes, empresários, estudantes e população geral em prol do bem estar dos munícipes. Além da educação fiscal, o Observatório Social colabora com a inserção da micro e pequena empresa em processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhoria da qualidade e preço nas compras públicas.

Após um ano de implantação no município, que teve o começo não tão favorável devido ao número de voluntários ser pequeno, ações estão sendo feitas para monitorar as atividades da Administração a fim de mostrar à população o que está sendo feito com o dinheiro público. Conforme o promotor da 1ª PJ da Comarca de Xaxim e membro do OSX, Simão Baran Júnior, no ano passado a ONG estava ainda em fase de organização, em que as atividades eram feitas para aprender as rotinas de trabalho, que são desenvolvidas em outros municípios. “O Observatório segue os passos dos outros da região e de início prezamos pelos conseguir voluntários e a primeira tarefa foi saber como atuar. Percebemos que temos um campo fértil de atuação, tanto que nesse ano vamos mobilizar mais ainda as pessoas da comunidade e empresas parceiras”.

Com cerca de 20 voluntários, um dos trabalhos bem sucedidos no ano passado foi o caso envolvendo as lixeiras instaladas pelas ruas do município. De acordo com o OSX, numa publicação feita através da fanpage do grupo, 80 lixeiras adquiridas pela prefeitura estavam superfaturadas. Elas, que custaram R$ 1.300 cada, custavam entre R$ 400 e R$ 880 nas mesmas condições em outros estabelecimentos. Além disso, ainda conforme o OSX, algumas delas foram entregues em desacordo com as especificações do edital, em material inferior. A diferença de preço em materiais de divulgação, que foram adquiridos por R$ 10.330 também foram encontradas, enquanto que orçamentos obtidos deram conta de que os pacotes ficaram entre R$ 3.359 e R$ 4.637. Diante disso, a Prefeitura de Xaxim foi notificada e revogou a licitação em relação às lixeiras, alegando que houve erro e que esse passou despercebido no processo.

Assim como nesse caso, o OSX segue fiscalizando as ações da prefeitura de modo a divulgar à população, seja com a aquisição de materiais ou nas obras realizadas pela cidade, por exemplo. Conforme Simão, o trabalho do Observatório não é destacar as falhas da Administração, mas disseminar as informações. “O objetivo não é explorar os erros, mas corrigir algumas questões. A ideia é também conscientizar os xaxinenses para que o pessoal saiba como a prefeitura funciona e isso trará um ganho para a sociedade, pois saberemos como coibir esses desmandos”, comentou.

Ao perceber o envolvimento dos voluntários, Simão garante que todos podem colaborar e reforça o convite para que mais pessoas integrem o grupo. “Para a sociedade de Xaxim está sendo uma experiência bem interessante e é algo que nunca foi feito antes. A própria comunidade está se organizando para coibir e tentar controlar desvios e desmandos e ela sente a necessidade de trabalhos como o do Observatório. São ações novas que estão sendo desenvolvidas e qualquer pessoa que tiver interesse pode participar, basta dedicar um pouco do tempo a essas atividades, que estão sendo bem marcantes para a comunidade”, finalizou. Aos interessados ao voluntário, estes devem entrar em contato com qualquer membro e assim obter mais informações.


Outras Notícias
Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro