Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Prefeitura de Chapecó oferece terapias alternativas que auxiliam no tratamento de saúde

Por: LÊ NOTÍCIAS
20/08/2019 09:43 - Atualizado em 20/08/2019 09:44
Prefeitura de Chapecó Os atendimentos são individuais ou em grupos e também é oferecido pelas equipes do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) Os atendimentos são individuais ou em grupos e também é oferecido pelas equipes do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF)

Homeopatia, reiki, auriculoterapia e acupuntura. Essas são as terapias alternativas oferecidas pelo Serviço de Atenção à Saúde e Terapias – SAST – de Chapecó, que atualmente conta com 50 profissionais para realização de atendimentos das 07 às 20 horas, todos os dias. O serviço é mantido pela Administração Municipal de Chapecó, por meio da Secretaria de Saúde e segue orientação do Ministério da Saúde sobre as Práticas Integrativas Complementares (PIC). Elas são oferecidas pelo Ministério desde 2006 e foram inseridas no contexto da saúde chapecoense em 2012.

De acordo com Denise Dallmass, coordenadora do SAST, os pacientes são encaminhados ao serviço via Centro de Saúde da Família com prescrição médica, para atividades que são complementares ao tratamento de saúde tradicional, com medicamentos, exames e acompanhamentos. A maioria dos casos que são atendidos no serviço são para diminuição de dores e seus sintomas, é um recurso para equilíbrio e melhora da qualidade de vida. O serviço de Chapecó realiza em média 98 atendimentos por dia e, de acordo com Denise, tem como objetivo tratar o indivíduo como um todo, é um equilíbrio de energia. “A aceitação das terapias vem crescendo no SUS – Sistema Único de Saúde – com a difusão dos benefícios desse serviço e a cada dia cresce a adesão”, comentou.

As sessões das terapias alternativas têm duração de cerca de 30 minutos e cada paciente recebe de 5 a 10 sessões de acordo com a necessidade de cada caso, podendo ampliar. Os atendimentos são individuais ou em grupos e também é oferecido pelas equipes do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), composta por psicólogo, educador físico, fisioterapeuta e outros profissionais nos 26 Centro de Saúde da Família dos bairros de Chapecó. “Os pacientes percebem os resultados das terapias, seus benefícios e qualidade de vida. Eles relatam um antes e um depois das terapias, gostam e acabam buscando cada vez mais”, explica Denise.

A paciente Líbera Flores começou a frequentar o SAST por orientação médica e já percebeu uma melhora. Depois de um acidente de trabalho, ela passou por cirurgia e realiza as terapias alternativas para ajudar na volta dos movimentos. “As terapias ajudaram muito na minha recuperação, diminuiu a dor e aos poucos recupero os movimentos”, comentou. Já Rosemeri Vaz, precisou fazer uma cirurgia no ombro depois de sofrer com muitas dores devido ao esforço repetitivo que fazia no trabalho diário como doméstica. “Eu fiz fisioterapia e acupuntura. Minhas dores diminuíram muito e aos poucos estou recuperando meus movimentos”, comemorou.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro