Close Menu

Busque por Palavra Chave

Por que é preciso coragem?

Por: LÊ NOTÍCIAS
22/02/2017 09:20

A luta do homem sempre foi na direção de sua sobrevivência. Saiu de uma condição primitiva para chegar à alta tecnologia, buscas de benefícios para continuar caminhando ao longo do futuro.

Ser homem, não na masculinidade da palavra, é o caminho infinito em buscas de respostas que ele, todos os dias, faz sobre si e sobre seu final. Não conhece, e não sabe quem conheça, o que tem do outro lado do muro da vida. O que é a morte e porque ela existe.

Estas perguntas que sempre buscou e procurou as respostas é a marca mais difícil que lhe exprime o quão é fraco, frágil e que passa. E passa rápido. Quem tem seus cinquenta anos pode falar bem isso. Sabe ele que, ontem, quando se via com 20, pulou trinta anos à frente e só agora se deu conta de que não vivera, como desejara, estas três décadas.

O que é realmente que este editorial quer falar? Apontar para dentro de si que, a verdade, aquela cuja força interna é maior que todas as consciências, fica escondida até que se permita. Quando libertada, quando afirmada, se manifesta fortemente e faz, de quem a libertou de sua prisão humana, ser o coroamento da felicidade.

O ser humano sempre perseguiu outro. A história marca tristes episódios. Quando não foi em coletivo foi no individual. A perseguição que deveria ser em direção à felicidade de todos é sempre para derrubar, destruir, mostrar impiedade, ser tirano.

O ser humano cruel, e a história registra isso, nunca teve um final agradável, aquele de uma morte tranquila, uma entrega suave do suspiro para manter a roda, o ciclo humano rodando. Ao contrário, agoniza, sofre, tem fantasmas, medos e loucuras de que sempre está sendo perseguido por aqueles que, ao longo de sua existência, praticara horrores.

Na vida pública, e principalmente nela, a perseguição é algo interessante. Não deixam as pessoas respirarem, mostrarem que podem construir algo em favor de todos. Não é assim que se deve. Mas é sempre no contrário. Persegue-se no topo, tudo o que puder e sem deixar fôlego apenas para infernizar, construir o caos, a infelicidade.

A política, dura e fria busca sempre o lado pior, o caminho mais ruim para dificultar a vida de quem venceu. Se venceu é porque foi a melhor escolha e deve ser dada a confiança necessária. É assim que a humanidade deveria caminhar. Mas não é assim que é a realidade. Eles massacram impedindo tudo para que a desgraça e o caos fossem impressos no rosto das pessoas.

Eles, os seres humanos estão se tornando animais. Tratam uns aos outros do pior modo. Fazem assim com prefeitos, governadores, com o presidente do país. O ser humano que saiu do primitivo, impressionantemente, voltou ao seu lugar de origem. Não existe mais respeito. Nem por si, nem por ninguém. Onde é que o ser humano foi parar?


Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro