Close Menu

Busque por Palavra Chave

Guarujá - SP - Mobile

A vitória da certeza

Por: LÊ NOTÍCIAS
04/10/2016 09:04 - Atualizado em 04/10/2016 09:05

O resultado da eleição do último domingo foi um desejo pessoal da sociedade que não aceitava, como estava a situação da cidade, a continuidade de uma administração que, para eles, estava explicitamente equivocada.

É a mudança do antigo para o moderno. É o novo? Possa ser que não seja, mas entra a experiência que, pela amostragem dos votos, não aceitou o amadorismo impresso nas pessoas dos dois candidatos derrotados, inclusive pelo PMDB que, neste caso, ficou em segundo.

Ideraldo Sorgato é um jovem político, com muita humildade, tem o que mostrar e o que construir amanhã. Seu companheiro de chapa, bem menos que se imaginava, ajudou na conquista dos mais de 5,7 mil votos nas urnas.

Já o vencedor e seu companheiro, viveram momentos de total tensão política. Além de ter vivido vídeos de marcações inexistentes que não sensibilizou o eleitor que, bem diferente do que acontecera na eleição passada, já estavam calejados e nada acreditaram.

Lírio Dagort venceu uma eleição que começou tumultuada, que não teve chances de ver, como desejara, todos ao seu lado e chegando ao poder com todo o coletivo que imaginara. Mas ao redor de uma mascarada articulação, tiraram o vice que, depois, acabou sendo o candidato a prefeito e, neste momento, começaram as piadas, as mexidas para isolá-lo do processo. Além de buscar tirar vários de seus apoiadores, tiravam os nomes a vice.

Ficou claro que o interesse maior era, de fato, derrubar o projeto eleitoral e, mesmo diante de uma dificuldade eminente, buscou um vice que, antes desacreditado, assumiu a tarefa. Foi forte a busca da intenção.

Lírio foi perseguido de todas as maneiras, seus amigos foram tirados de seu lado porque, a cada mexida sua, destruíam os objetivos.

Venceu porque segurou os melhores. Venceu porque segurou as pontas. Embora todas as dificuldades que lhe impuseram, mostrou sua força e teve a coragem de ficar em pé. Saiu-se campeão. E, embora o PMDB tenha vivido um governo tumultuado, mostrou sua força e garra. Quem perdeu, tinha mesmo que sair derrotado. E foi o que aconteceu.


Alesc - Outubro - Mobile
Fiesc Outubro - Mobile
Zagonel - Outubro - Mobile
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro