Close Menu

Busque por Palavra Chave

AQUI TEM GOVERNO

Projeto aproxima empresas e universidades para desenvolver soluções inovadoras

Por: LÊ NOTÍCIAS
04/11/2019 11:23
Unochapecó  O projeto "Organização, capacitação e motivação de ações de inovação para o Oeste Catarinense" é uma iniciativa da Unochapécó que busca desenvolver o setor produtivo da região O projeto "Organização, capacitação e motivação de ações de inovação para o Oeste Catarinense" é uma iniciativa da Unochapécó que busca desenvolver o setor produtivo da região

Muito do que é gerado na Unochapecó pode ajudar a melhorar a sociedade e o setor produtivo. Para isso, é preciso que o contato entre a Instituição e as empresas seja muito próximo. Uma das ações que pretendem estreitar esses laços, para buscar soluções tecnológicas, é o projeto "Organização, capacitação e motivação de ações de inovação para o Oeste Catarinense" - Movimento Inovação. A primeira ação dele foi realizada na última quinta-feira (31/10), com um curso com o coordenador de projetos da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Carlos Eduardo Negrão Bizzotto.

Este foi o primeiro de três encontros, que acontecem em Chapecó e São Lourenço do Oeste com professores, pesquisadores e empresários. Segundo Carlos, o objetivo é que, no final, empresas e universidades saiam desse curso com uma oportunidade de inovação identificada e validada no mercado. "Primeiro, abordamos as dificuldades que as empresas enfrentam, os principais erros que elas cometem ao gerar inovação. Falamos o que é um ecossistema de inovação, por que ele é importante, e como ele deve ser usado adequadamente para gerar inovação de maneira sistemática e melhorar a cultura da inovação na região como um todo", relata.

Carlos relata que um dos principais erros das empresas quando desejam inovar é justamente começar pela tecnologia. "A empresa tem uma tecnologia, transforma em produto e coloca no mercado, essa é a forma mais fácil de dar errado. O que a gente propõe é que primeiro se verifique o mercado, vê o que está sendo pensado e para isso você desenvolve um produto e usa uma tecnologia". Ele conta, também, que uma boa técnica é criar uma abordagem que comece com o que os clientes estão querendo fazer e não conseguem, e a partir disso validar se é um problema.

Um dos objetivos da capacitação é deixar claro que, independentemente do tamanho da empresa ou da exposição e da cultura de inovação, não é preciso levar dez anos, por exemplo, para chegar no nível de lugares que tem um sistema de inovação bem desenvolvido. "É possível que uma empresa que nunca ouviu falar de inovação, mas tem uma metodologia muito clara de como inovar, consiga rapidamente. Se há uma abertura e motivação, é possível. Se você estiver aberto e disposto a inovar, se tiver recurso ou não, você consegue", completa.

MOVIMENTO INOVAÇÃO

O projeto Movimento Inovação surgiu através de uma iniciativa da Unochapecó em submeter ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), um projeto de emenda parlamentar. Com isso, a Universidade realizou uma parceria com a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), Associação Comercial e Industrial de São Lourenço do Oeste (Acislo), a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e o Sebrae/SC. O principal objetivo é fomentar a integração entre as instituições de ensino e pesquisa com as empresas, para desenvolver a região.

O coordenador do projeto, professor Radamés Pereira, destaca que a Uno tomou a iniciativa, mas o projeto é aberto para outras universidades que desejarem participar. "É o primeiro momento desse projeto piloto que a gente está desenvolvendo com as entidades empresariais, para que se expanda para diversas direções aqui na região. Estamos testando isso em Chapecó, São Lourenço do Oeste, Concórdia, Pinhalzinho e Xanxerê, e pretendemos ampliar essa capilaridade com outras instituições parceiras".

Radamés ressalta que o projeto surgiu para que as indústrias e empresas que têm suas demandas por inovação possam se aproximar das instituições de pesquisa e desenvolvimento e criar, em parceria, essas melhorias, que deem mais qualidade, competitividade e segurança aos produtos que desenvolvem."Com isso se obtém mais resultados, fortalece as cadeias produtivas, melhora a economia regional e possibilita que a Universidade esteja mais próxima do mercado. Assim, a Uno contribui com esse desenvolvimento e também com possibilidade de oferecer mais capacitações, melhoria de capital intelectual e incentivo aos pesquisadores, para que eles fiquem na região e possam colaborar com a produtividade das empresas que serão parceiras nesse projeto", finaliza.


Outras Notícias
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro