Close Menu

Busque por Palavra Chave

Investimentos Criciúma

Dia delas: únicas, fascinantes e especiais

Por: Janquieli Ceruti
08/03/2017 09:32 - Atualizado em 08/03/2017 09:35


Por Felipe Giachini e Janquieli Ceruti

Elas são grandes mulheres. Cláudia, Erita e Leonor são xaxinenses e abriram seus lares para que o pudesse conhecer a rotina e o que pensam suas homenageadas no dia reservado especialmente para elas: hoje, oito de março, Dia da Mulher. Com sorriso contagiante e muita vontade de contribuir com uma sociedade mais igualitária e feliz, as três abriram as portas de suas casas e de seus corações para, mais do que parabenizar as demais xaxinenses e leitoras do dos mais diversos cantos do Estado, expressar a satisfação e o orgulho em ser mulher.

Em comum? Todas moram em Xaxim, são casadas, mães e possuem múltiplas funções no lar e em comunidade. O diferencial delas está na rotina de vida e nas paisagens por onde transitam dia a dia, o que as distancia, mas também as aproxima. A voz de Ana Carolina e Joana Cristina, filhas da Cláudia; de Acenepitet, Alesandra e Fredeline, filhos da Erita; e de Bruna Laíz, Mayara e Felipe, filhos da Leonor, expressam diariamente o amor e a devoção às mulheres de suas vidas e fazem delas iguais no âmbito da importância e graciosidade dentro do lar. Nos demais momentos, os padrões de vida e midiáticas às distanciam, mas como mulheres – nome carregado de significados – e fortaleza que são, elas dão o toque para voltarem à roda e comemorarem juntas a grandeza, beleza e riqueza de serem, como a data já lembra, mulheres.


Claudia Martins da Silva Soares

Dona de casa

“A mulher tem o papel fundamental em qualquer situação. O homem tem mais força física, mas nós temos tanta garra quanto eles. Percebo que ainda existe muito preconceito no trabalho. As funções com remunerações melhores ainda são abertas, muitas vezes, somente para eles e nós temos que nos conformar com o que sobra. Por que não tem nenhuma mulher nas hidrelétricas? Mulher também é cuidadosa e sabe fazer. Existe muito machismo na sociedade. Enquanto um homem faz uma coisa por vez, a mulher consegue fazer várias ao mesmo tempo e com perfeição, o que é mais um diferencial nosso. Temos muito ainda para conquistar. Queremos flores e chocolates, mas queremos muito mais a igualdade de salários e a tranquilidade de caminhar nas ruas sem medo. Dentro do lar também somos fundamentais e precisamos ser valorizadas por isto. Tem muito homem que ajuda, mas tem outros que acham que a responsabilidade é só nossa e na verdade não é. O lar é dos dois e os filhos também. Que a sociedade evolua e passe a enxergar a mulher como ela merece. Se cada homem souber valorizar a sua companheira e suas filhas já escreveremos um futuro diferente. Que a gente sempre tenha orgulho de ser mulher!”.




Erita Pierre

Dona de casa

“A mulher é importante por todos os lugares onde passa. Em casa que falta uma mulher falta muita coisa. Quando os filhos precisam ela é a primeira a ser chamada e assim também é com o esposo, no trabalho e em todos os ambientes em que ela está. Uma mulher não serve somente para lavar, passar e cozinhar, é a mulher que dá graça ao mundo. Quando ela tem filhos a jornada é ainda maior. É acordar, dar banho nas crianças, fazer o café, ir trabalhar, fazer o almoço, banhar as crianças de novo, trabalhar, fazer a janta e limpar a casa. Sem esquecer de ensinar o filho a ler e escrever e dar carinho para todos. Parece muita coisa? É muita coisa mesmo! Mas é o que a gente faz todos os dias. Não é fácil ser mulher. Tem que ser muito forte. Mas todo trabalho vale a pena quando somos valorizadas. Mulher não é para falar mal e bater, é para cuidar e amar. Parabéns pra nós!”.


Leonor Sonza Dagort

Primeira-dama de Xaxim

“A gente sempre fala que o Dia da Mulher é todos os dias porque em todos eles nós lutamos para garantir nosso espaço na sociedade e mostrar o nosso valor. A data 8 de março é para dar mais visibilidade para as mulheres, nossas bandeiras e lutas. É importante que as mulheres entendam que ter este dia é um marco histórico, pois o conseguimos em uma sociedade que ainda é bastante preconceituosa com o sexo feminino. Ter uma data para sermos lembradas e homenageadas é muito importante. Muitas pessoas poderão dizer que é só mais uma data no calendário, mas eu não vejo assim. Este é um marco da nossa luta e merece ser respeitado e comemorado por todas nós. Quero deixar aqui meus parabéns a todas as mulheres de Xaxim. Somos mulheres fortes, que lutam, conquistam e ajudam a escrever a história do nosso município e da nossa nação. Um grande abraço a todas!”.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro