Close Menu

Busque por Palavra Chave

Exclusivo | Vereador Rodrigo Fachini protocola no TRE/SC pedido de desfiliação do MDB

Por: Marcos Schettini
05/12/2019 17:43 - Atualizado em 05/12/2019 17:45

Ligado ao ex-deputado federal Mauro Mariani, Rodrigo Fachini foi nome alto dentro do jogo político do MDB de Joinville. Ex-presidente da Câmara e candidato a deputado estadual em um jogo de queda de braço que colocou cara a cara o ex-presidente dos ulyssistas e o prefeito Udo Döhler, cansou. O chefe municipal apoiou o atual deputado estadual Fernando Krelling, que chegou à Alesc. O vereador, que faz parte da oposição junto com outros quadros como Maurício Peixer e Ninfo König, se sente incomodado justamente por se sentir asfixiado no partido. A decisão é sem volta e ele aguarda a janela para garantir seu destino. Ainda não está definido o partido e ele deverá declarar nos próximos dias.

Ação no TRE

O vereador Rodrigo Fachini protocolou nesta quinta-feira (05) a Ação Declaratória de Justa Causa para Desfiliação Partidária, no Tribunal Regional Eleitoral, em Florianópolis. O documento tem anexado provas e evidências de que Fachini, até então filiado ao MDB, tem sido cerceado e tem tido dificuldades em exercer sua função de vereador na sua plenitude.

Há meses o parlamentar tem sido desrespeitado em suas funções, não podendo expressar a própria opinião. O MDB Joinville tem tentado calar Fachini, o impedindo de falar na Tribuna da Câmara de Vereadores durante as sessões ordinárias. Enquanto isso, a direção do partido assistiu a tudo sem se manifestar, sequer Fachini foi chamado para conversar e foi excluído das reuniões da Bancada do MDB.

Todo esse cerceamento iniciou no começo de 2019, quando Fachini tomou uma postura mais crítica em relação às ações do governo Udo Döhler, frente a tantos problemas que a cidade apresenta, sem atos concretos que possam resultar na garantia e melhora da qualidade de vida do cidadão joinvilense.

“Nada, nem ninguém vai me calar. Meu compromisso é com a cidade, com o cidadão, e não com qualquer grupo político”, reforça o parlamentar. Fachini está em seu segundo mandato, eleito com 6.243 votos, sendo hoje o vereador mais votado do Legislativo joinvilense. Em 2012 foi eleito com 4.432 votos. Nestes sete anos de mandato foi líder de governo, líder de bancada, ficou Prefeito por três dias, foi Presidente da maior Casa Legislativa do Estado. Em 2018 recebeu aproximadamente 20 mil votos na candidatura a deputado estadual. E todo esse histórico político tem sido ignorado pelo MDB de Joinville.


Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile
Alesc Facebook - Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro