Close Menu

Busque por Palavra Chave

SP Convention

Secretaria de Educação de SC chama 3 mil efetivos e investe em formação docente

Por: LÊ NOTÍCIAS
03/01/2020 11:55
Governo do Estado Secretaria realizou diversas melhorias, como a aquisição de lousas digitais em 2019 e a abertura de 4,7 mil vagas em cursos de iniciação profissional para 2020 Secretaria realizou diversas melhorias, como a aquisição de lousas digitais em 2019 e a abertura de 4,7 mil vagas em cursos de iniciação profissional para 2020

A Secretaria do Estado da Educação de Santa Catarina (SED) ingressa em 2020 com uma plataforma de gestão voltada à inovação no ensino, à formação continuada dos professores e à melhoria da infraestrutura e do ambiente escolar. No balanço do primeiro ano na pasta, o secretário Natalino Uggioni destaca avanços como a aquisição de lousas digitais e computadores para todas as escolas estaduais; a renovação de 57% da frota de ônibus para transporte escolar; o investimento recorde em bolsas para formação de docentes, a abertura de 4,7 mil vagas em cursos de iniciação profissional para 2020 e a chamada de 3 mil servidores efetivos para o quadro do magistério.

No âmbito do ensino, foram entregues com êxito o Currículo Base da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense, com a formação presencial dos professores em todas as 1.071 escolas, a estruturação do Novo Ensino Médio em 120 escolas-piloto para o início do ano letivo de 2020, além da estruturação das três escolas estaduais que aderiram ao Programa de Escolas Cívico-militares (PECIM) do Governo Federal.

“Precisamos oportunizar aos nossos educadores que conheçam novos métodos de ensino com o suporte da tecnologia, para que as escolas estejam verdadeiramente ligadas ao mundo dos alunos. Os meios digitais conquistam cada vez mais espaço, com o acesso na palma da mão. Não há como negar a urgência de nos atualizarmos.”

A plataforma de gestão da SED contempla os cinco eixos que são a base do programa Minha Nova Escola, lançado em 2019, para priorizar o atendimento ágil das necessidades da comunidade escolar. Educação inovadora, Infraestrutura Escolar, Gestão Total, Qualificação Permanente e Além da Escola (transporte escolar) norteiam as ações da pasta.

“Estabelecemos as prioridades, adotamos estratégias e colocamos ações em prática para conduzirmos o Estado à posição de referência na Educação Básica, com ensino atrativo, inovador de modo a despertar o sentimento do aluno de pertencer a uma comunidade escolar. Temos o compromisso de enfrentar desafios como a taxa de distorção idade-série, que chegou a 21% no Ensino Médio, conforme o Censo Escolar 2018”, relata Uggioni, sobre a visão obtida no primeiro ano de gestão.

AGILIDADE EM OBRAS POR DEMANDA

Em 2020, as escolas estaduais passam a contar com um atendimento mais ágil para obras de manutenção e pequenos reparos, roçada e capina, a partir da revisão completa do modelo de contratação dos serviços. Durante o primeiro ano da gestão, a SED fez o levantamento de necessidades, padronizou o formato e realizou licitações, para que os pedidos das escolas sejam atendidos, com rapidez, por demanda, por empresas já contratadas e localizadas em todas as regiões do Estado.

A modalidade dispensa a necessidade de um processo de contratação para cada reparo. Foram licitados R$ 257 milhões para manutenções no segundo semestre de 2019, com R$ 169 milhões já empenhados. Para 2020, mais 43 processos licitatórios foram abertos na última semana de trabalho, no mês de dezembro.

As mudanças associam-se a outras melhorias como a criação do cartão CPESC Serviços, em que os próprios diretores das escolas podem contratar pequenos reparos, fortalecendo a autonomia do gestor escolar e a cultura da manutenção e conservação do bem público. Mais de R$ 21 milhões foram investidos pela SED em materiais e serviços por meio do cartão CPESC em 2019.

As obras e intervenções mais complexas, que dependem de processo de licitação individual, passaram por revisão de projetos e valores ao longo de 2019, a fim de garantir a execução das mesmas sem interrupções ou prejuízos aos cofres públicos. Em 2019 foram 757 solicitações de reformas em escolas, e R$ 844,2 milhões em recursos a serem investidos.

“As ações que estamos realizando fazem parte de uma plataforma sólida, construída com trabalho intenso e temos a convicção de que, com continuidade e comprometimento, colheremos estes frutos em melhorias na Educação. Precisamos mostrar que é possível ter uma escola pública de qualidade, que corresponda às expectativas dos nossos cidadãos em Santa Catarina”, projeta Uggioni.


Outras Notícias
Essenciais de Verão
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro