Close Menu

Busque por Palavra Chave

Daniela Reinehr ignora prefeitos; Comitiva perde oportunidade; Pinhalzinho mobiliza manifestação; Moisés e o impeachment em 2020.

Por: Marcos Schettini
10/01/2020 17:15 - Atualizado em 10/01/2020 17:37

Crime de responsabilidade do governador

Jessé Lopes, o deputado pedra no sapato de Carlos Moisés, escreveu horrores do desafeto do Palácio d’Agronômica pelos gastos que tem feito na sua gestão, encarando-as como desperdício. Pior que isso, documentos apontam que o governador concedeu aumento salarial aos procuradores do Estado às escondidas da Assembleia Legislativa. Ao ignorar o Poder Legislativo às vésperas de uma paralisação de delegados e policiais civis, sem aumento dos salários de policiais militares e bombeiros, um chamamento dos professores para uma greve em construção, oposição dos deputados do PSL atirando em direção ao Centro Administrativo, é o Triângulo das Bermudas. O impeachment do marido de Késia está à flor da pele. Dilma caiu por bem menos. Menos cerveja, violão e shows de cantos, o Sindifisco afirmou que em julho não haverá folha dos servidores. Se isso não é o pior corredor polonês, é sonhar com Freddy Krueger.


Então

Governadora Daniela Reinehr visitou o Oeste e, pela proporção do tempo em que está na interinidade, compareceu mais na região que o titular em 365 dias. Mas ignorou as lideranças locais como o prefeito de São José do Cedro e presidente da Ameosc, Plínio de Castro. Compareceu à cidade e foi visitar um membro do seu partido.

Nada

O passeio que Daniela Reinehr realiza na região foi para ver a estrada que, pelo dito em suas entrevistas, foi mais para dar luz à inédita e merecida interinidade, que necessariamente falar o que ela sempre soube das horrorosas e assassinas rodovias que matam pela imprudência, com condições irresponsáveis de manutenção.

Socorro

Se a governadora não tem muito o que dizer porque não domina nenhuma realidade estadual, a assessoria de Daniela Reinehr age abaixo da interina. Juntou a perfeita falta se raciocínio. Ali, no trevo de entrada de SMO, estava falando que entrou para a história como a primeira mulher a dirigir o Estado. Nisso, valeu o investimento de desloque.

Imaginário

A presença da interina no Oeste lembra o seriado de Perdidos no Espaço. Os prefeitos foram todos ignorados. Ela perdeu a grande oportunidade de mostrar ao titular, em férias, que poderia reunir os prefeitos e escutar suas reivindicações. Se ela não tem esta iniciativa, a assessoria tem inferior raciocínio para tal. Isso é entrar para a história.

Urgente

Diante de falar nada ou disso tirar algo grandioso para entrar de fato para a história como protagonista, os prefeitos da região lembram que o governador poderia antecipar a volta e assumir o posto. Se era para entregar o domínio de modo não aproveitado, poderia ficar despachando no Centro Administrativo. Economizar é preciso.

Identificado

Se Jorginho Mello é presidente do PL, suas ações são mais pelo fortalecimento do Aliança Pelo Brasil. Não tem um dia que o senador não esteja lado a lado com quadros ligados ao presidente da República. Candidato a governador em 2022, fala mais que Caroline De Toni ou Daniel Freitas alugados no PSL. Carimbou-se.

Mobilização

Prefeito de Pinhalzinho lidera um movimento forte para a recuperação da BR-282 que tem sua recuperação completamente parada. Mário Afonso Woitexem não convidou nenhum deputado para fechar a rodovia e evitar que eles, oportunistas, façam palanque. A Gaya, empreiteira que parou os trabalhos por falta de pagamento, volta às atividades agora que entrou R$ 19 milhões.

Firme

O prefeito Cena, candidato à reeleição em Pinhalzinho, é um quadro tranquilo, mas de firmes posições. Em três anos de governo, melhorou os índices de arrecadação, realizou uma feira ignorada pelo prefeito Fabiano da Luz e ampliou o número de desenvolvimento com aumento da oferta de trabalho. Tem bandeira. Se a coligação for mantida, tem tudo para garantir o passaporte.

Ligação

Por ser de Pinhalzinho, a esposa de João Dória tem um olhar mais firme para o tucano Cena Woitexem. O prefeito tem apoio do governador de São Paulo que deve terminar agenda no Estado em 2020 com visita marcada para a terra natal da primeira-dama. São os dedos da deputada Geovania de Sá que preside o ninho. Bia vai influir na costura pró Mário e Darci Fiorini.

Ele

Adenilso Biasus segue na construção de seu nome para uma ampla coligação em Xanxerê. O ulyssista perdeu a eleição para o PSD por 24 votos. Gelson Merisio olhava 2018 e não poderia perder em 2016 em casa. Passado o fulminante gadanho daquela estadual, o advogado cresce para ter, inclusive, o apoio dos pessedistas em uma reviravolta de entendimento que conta com a Tríplice Aliança local.

Indiferença

Vários municípios são ignorados pelos deputados federais e estaduais. Eles só lembram em época eleitoral. Enganam, por exemplo, Palma Sola, no Extremo-Oeste. A prefeitura recebeu 390 mil reais do Governo do Estado em três anos. A gestão do prefeito Cleomar Mantelli é de heroísmo junto à população. O país não é sério mesmo.



Alesc - Julho
Fiesc Setembro
Zagonel
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro